08/02/2013

CHEGAM AS ESCAVADEIRAS

  No dia 1º de Fevereiro, lá fomos nós!

Mensagem de Karen Bishop 

7 Fevereiro  2013

Bem... Estávamos prontos para avançar, e o fizemos!
 Sim, estamos passando por um grande avanço, o que está criando inúmeras experiências.


Nas últimas semanas e em intervalos específicos, anteriormente, estivemos sujeitos a energias poderosas de cima, de modo que não haveria a possibilidade de retornarmos as velhas rotinas. 

 Há vários meses, esta ancoragem poderia ser sentida de uma maneira geral, mas, à medida que avançávamos, ela se tornou mais intensa. 

 Sentir uma compressão de cima, sentir opressão, ter dificuldades de fazer a transição de um evento para outro, ou mesmo de um aposento em casa para outro, foram manifestações comuns deste processo de ancoragem.  

Após cada avanço, precisávamos estar ancorados e, literalmente, ligados a nossa nova posição, no que diz respeito à ascensão.


Por estarmos criando uma realidade inteiramente nova, (estamos criando no físico agora), criamos um novo espaço, ajustamo-nos e então esperamos que o próximo espaço esteja pronto para que o ocupemos, antes de avançarmos novamente. 

 E durante todo o tempo, as energias de cima estão ainda nos bombardeando, pois elas não começarão a abrandar até que sejamos capazes de sustentar esta nova realidade, sozinhos.

 Literalmente, elas estão nos levando lá, escolhamos ir ou não... e com um firme controle!

 Deste modo, elas estão no comando e, certamente, nós não estamos (oh, sim, como amamos o processo da ascensão!)

Durante o final de Janeiro, nós conquistamos terreno suficiente e era o momento de reiniciarmos, ou seja, de desligarmos de todo o velho e reiniciarmos novamente. 

 Este foi um grande passo. 

 Imediatamente antes deste grande avanço, tivemos uma breve limpeza que se manifestou como uma gripe a curto prazo com dores no corpo, desde porões inundados, até uma limpeza nos armários. 

 Assim, quando o momento foi adequado, as energias começaram a aumentar para este grande evento e recebemos um impulso.

  No dia 1º de Fevereiro, lá fomos nós! 

O grande impulso criou vertigens e alguns, náuseas, fraqueza e assim por diante.

 Mas muito mais resultou do que a experiência do grande impulso.


Por estarmos criando em níveis físicos agora, sempre que avançamos, nós coagimos aquilo que estiver a nossa frente e o tiramos do caminho... 

 Então, todo o velho geralmente aterrissa em cima de nós.

 Desta vez, porque avançamos muito, quando limpamos à frente após a nossa chegada no novo, fizemos isto com tal intensidade que uma enorme quantidade do velho foi espalhada em toda parte. 

 Era como entrar em uma mina terrestre. 

E muito, e eu quero dizer muito, foi extirpado, desalojado, importunado e empurrado.
 
 Sintomas?

Sentir-se disperso e não ancorado, sentir-se oprimido, super estimulado, ou agitado, experienciando mais energias do que o normal, sendo subitamente tirado de uma velha rotina por qualquer razão, tendo que tomar novas direções, com súbitas rupturas que aparecem subitamente.

A colmeia foi chutada e qualquer coisa que tenha sido corrompida por algum tempo, subitamente irá elevar a sua cabeça também. 

 Estamos arando (limpando) com muita força, desenterrando qualquer coisa e tudo o que seja “velho”.  

Sob este aspecto, quaisquer questões pessoais ou maneiras com que estivemos conduzindo a nossa energia, até mesmo por todas as nossas vidas, podem ser colocadas a teste também, pois estes padrões estão prontos, com tudo o mais, para se afastarem, deixando para trás as energias de nível mais elevado... com a energia do coração no comando.


Tão difícil e desafiador quanto possa ser este tempo, há grandes notícias, pois a nova realidade que visualizamos por tanto tempo está se aproximando rapidamente.

 Para muitos de nós, nossos corpos estão com grande necessidade de rejuvenescimento e descanso, e esta grande extirpação parecia se acrescentar ainda mais aos desafios de saúde que podemos ter encontrado no ano passado. 

Arrastar-se para uma nova rotina não é quase tão agradável quanto experienciar um novo espaço. 

 E com a nossa usual experiência de não termos lugar algum ainda para ir, podemos sentir como se estivéssemos nos arrastando daqui para ali, sem destino determinado, hesitando como um homem sem um país, com apenas um sopro em nossos corpos.  

Ainda que não tenhamos entrado em um dia “inteiramente novo”, não é simplesmente o momento ainda para o nosso perfeito novo, pois ainda não chegamos ao final desta longa estrada ao céu.


Sim, estamos finalmente nos aproximando do final desta longa jornada. 

 O Equinócio de Março ainda brilha intensamente, como a uma estrela distante que estamos nos aproximando cada vez mais, ainda que estejamos arando o nosso caminho, enquanto arrancamos tudo do velho de suas raízes agora extintas.


Do meu coração para o seu,

Karen 





Post. e Formatação

Tradução: Regina Drumond
reginamadrumond@yahoo.com.br 

Divulgado em:

Fonte: www.gamabooks.com
Karen Bishop, P.O. Box 15196, Rio Rancho, NM 87174, USA

Um comentário:

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...