Nuctemeron 8ª e 9ª Hora

A Oitava Hora. 
"As estrelas conversam entre si.
A alma dos sóis responde ao suspiro das flores.
As correntes da harmonia fazem todos os seres da natureza harmonizarem-se entre si".

O Nuctemeron dá-nos, como deveis estar lembrados, uma descrição da marcha do desenvolvimento do candidato nos Mistérios Gnósticos. 
(Gnose é conhecimento superior, interno, espiritual, iniciático)
 
Livremente traduzido, Nuctemeron significa:
"O dia de Deus, dia que resplandece nas trevas." 
 
Apolônio de Tiana divide esse dia em 12 partes ou horas.

São os 12 aspectos clássicos do "vir a ser" divino.
O número doze é o número que exprime a ressurreição da Alma-Espirito, ressurreição que vem após o perfeito declínio do homem dialético.
Por um lado, o 12 é o número do sofrimento e da morte, e por outro lado, é o número da graça e da perfeição.
Ele é, como sabemos, em sentido muito especial, o Número Evangélico:  
O irrompimento da Luz nas trevas!
A Oitava Hora dessa ascensão para fora da natureza da morte diz:  
"As estrelas conversam entre si.
A alma dos sóis responde ao suspiro das flores.
As correntes da harmonia fazem todos os seres da natureza harmonizarem-se entre si".

Na Sétima Hora o candidato nos mistérios gnósticos torna-se verdadeiro Homem Sacerdotal e, assim, encontra-se capacitado para atoar com o Fogo do Espirito Santo e outras radiações gnósticas, inclusive com as Forças do Puro Campo Astral(Nt. S.E. Este astral aqui referido, deve ser o campo Etérico que é superior ao astral) da Escola Espiritual, em todos os domínios da matéria, a fim de servir a humanidade sofredora e que anela por libertação.
Deste modo, cheio dessa santificação, isto é, cheio desse Espirito Curador, e assim ativo, em todo o Sétimo Domínio Cósmico, o Homem Sacerdotal descobre, "em primeira mão", e experimenta-o, "que as Luzes Celestiais falam a sua línguagem." 


Isto significa que a linguagem das Luzes Celestiais, a verdadeira natureza das radiações(energias), ele as compreende de seu íntimo. 
Uma radiação é como se fora uma voz; uma radiação possui determinado fundamento, tem uma causa e um objetivo.
A causa e o objetivo são dados a conhecer como conseqüência pela radiação em sua atividade, com um resultado.
Quem, pois, vive e trabalha na Luz Gnóstica e, por conseguinte falando misticamente - "segue o seu caminho pela mão da Gnosis", compreenderá a Linguagem das Radiações (Radiações, se refere a campos de energias, campos vibracionais. S.E), a Linguagem das Flamas. 


A Sinceridade para com essas radiações e a capacidade de compreensão para com a ciência correspondente, constituem exigência, porquanto a plenitude radiativa do espaço para nós, manifestado do Sétimo Domínio Cósmico, é totalmente diferente da plenitude radiativa do espaço para nós, manifestado do Sexto Domínio Cósmico, e é completamente diferente das radiações do mundo do estado vivente da alma. 

Há três pontos de reconhecimento: 
um na ponta do ventrículo direito do coração, um na fronte, e o terceiro é todo o duplo etérico.
No coração encontrarmos a Rosa, que é o Núcleo do micro-cosmo.


O Iniciado perceberá, facilmente, se esse centro está perfeitamente unificado com o coração material, a fonte das emoções, desejos e paixões, ou se a Rosa abriu-se ou está a ponto de fazê-lo.
No espaço livre atrás do frontal encontra-se o núcleo, o foco da consciência, que é, ou a eu-consciência natural ou a Nova Alma desperta e presente em algumas pessoas, Nova Alma que brilha e cintila nesse lugar e é indicada como a Áurea Flor do Coração Celeste.


E o duplo etérico, ou é o lugar de concentração do extrato e do produto das comuns e interiores forças astrais da natureza da morte, ou é o corpo que está na iminência de receber as Novas Forças Anímicas; ordená-las e conservá-las. 
Neste último caso o duplo etérico é a Veste Áurea de Bodas.
Existe contínua luta entre os homens, as mais terríveis oposições os mantém uns contra os outros.


Eles são, por natureza inclinados a odiar a Deus e ao próximo, e mesmo assim, de acordo com a sua natureza, de acordo com o seu verdadeiro estado radiativo, são todos iguais, todos pertencentes a uma mesma ordem, portanto em perfeita harmonia.
Por isso fala-se também em correntes, em algemas, com raça, acorrentadas umas às outras em harmonia, e, no então conforme a natureza, em contínua e inevitável guerra entre si, que possam distanciar-se uma da outra.
Esta é a linguagem que a humanidade, mergulhada no Poço da Morte, fala sem cessar.


Daí nasce o sofrimento, a interminável torrente de dores, que flagela a natureza dialética.
Visto que o Iniciado Gnóstico compreende a "linguagem das radiações", descobre também as causas, as mais profundas, sofrimento. 
Ele é muito versado em enfermidades da dialética mediante o novo ponto central, que está inflamado em seu ser como Rosa Áurea, ele é também administrador de Grandes Tesouros. 

Os Grandes Tesouros da Luz das Luzes estão em seu poder.
Diz-se do Iniciado Gnóstico que ele governa a Força da Pomba.
A Pomba é o símbolo do Espirito Santo, o Sétimo Raio.

Por isso que o Iniciado está em condições de provar(reconhecer) cada alma, segundo sua radiação(vibração), provar se ela é de Deus.

Porque ele é capaz de sondar os homens em sua mais profunda intimidade, pode ele presenteá-los, nas suas necessidades, com seu Tesouro da Luz Gnóstica negando esse presente aos indignos. (Não joga pérolas aos porcos, nem rosas aos burros). 
Trata-se de que, verdadeiramente, o servo dos Mistérios Gnósticos, pertencentes aos graus internos, é capaz de libertar agrilhoados, e que ele está em condições de fazê-lo! 
Aqueles que, em sua vida de desenvolvimento gnóstico, atingiram o Estado Sacerdotal, também adquirem, num certo momento, a Pedra Preciosa de alto preço, a Pedra dos Sábios ou o Shamir.
Eles passam a ser denominados "Mestres da Pedra".  
Isto significa que a plenitude radiante do Sexto Domínio Cósmico - ou o Santo Graal - revela-se neles como Principio Ativo.
Este princípio é uma força que capacita ao Iniciado a levar a bom termo a total auto-realização e, com isto, poder servir a humanidade, porquanto a Gnosis auxilia e salva, não mediante palavras solenes ou mediante símbolos, ou ainda mediante um método que deva ser seguido - como acontece, por exemplo, com fórmulas ocultas mas Ela ajuda a todo aquele que realmente quer, com uma força, a Força do Santo Graal. 
É a força, com o auxílio da qual, o Iniciado e aqueles a quem ele auxíliou, seguem através dos Mistérios até a perfeita união com a Ordem Mundial da Humanidade Alma. 

Deveis sentir tudo isto, como a panacéia, como um remédio completo e geral para a mais profunda dor da humanidade.
Os irmãos e irmãs dos graus internos são todos Mestres da Pedra, servos e servas do Santo Graal.
Então toda a Plenitude da Luz Gnóstica passou a ser um fator ativo em sua vida, "ativo" na natureza da morte para a ressurreição na Vida Libertadora.
Também vamos poder compreender a antiga lenda que diz que "Só olhar para o Santo Graal, cura." 

 O Santo Graal é a Radiação da Gnosis (Gnosis-Iluminado, Desperto,Sabedoria, Conhecimento dos Mistérios) em sua inteira setuplicidade.
Quem, por conseguinte, consegue ver o Graal, vê-O em novo estado de ser.
Assim concede-nos a Rosacruz o conhecimento, o catarismo da renúncia e o Graal da Libertação. 


A Oitava Hora do Nuctemeron possui, como a antiquíssima Porta de Saturno; dois aspectos. 

Ela nos dá o quadro descritivo da natureza da morte, e também o da Vida Libertadora. 
Aquele que, na força do Santo Graal, é bem sucedido em atravessar a Porta de Saturno, é capaz de perceber a nova Linguagem Estelar, a Linguagem do Mundo do estado vivente da Alma. 


A força nuclear da Luz lá também responde à saudade, ao ilimitado anseio da Rosa do coração. 
 
Assim, todos seguimos, ligados pelas correntes do Amor Universal, para uma Nova, Universal e Eterna Harmonia. Queremos então alçarnos a essa certeza.

A Força do Santo Graal guiou-nos a todos até o ponto onde compreendemos esses Sagrados Mistérios. 

Essa força não só quer demonstrar-se em nós, mas também libertar-se em nós como fator ativo, a Serviço de toda a humanidade Este é, pois, o alvo mais essencial de uma Fraternidade Gnóstica, precisamente, divulgar no tempo, a Linguagem Santa, no qual essa Linguagem é convidada a ser fator ativo.

Possa esse "Tempo" estar presente para todos nós o mais breve possível, para consolo e benção daqueles que buscam o auxílio da Gnosis.



Nona Hora:


O número que não deve ser revelado!

Atingimos a Nona Hora de Apolônio de Tiana, e aqui se faz presente uma dificuldade. 

Esta Nona Hora diz: 

 "O número que não deve ser revelado." 

 E então a referida e bem compreensível dificuldade reside no fato de se dever renunciar a tornar público, o que é impossível dar-se a conhecer, e isto em razão de uma tal publicidade produzir um efeito absolutamente indesejável.
O número 9 sempre foi um número misterioso, sempre esteve ligado à Força do Silêncio.

O número 9 e suas forças, estão em ligação com a região astral. 

Já vos falamos a respeito da maneira pela qual o aluno pode distanciar-se da esfera astral da natureza da morte, com a qual todo o ser do aluno está entrelaçado.

Na ocasião, dissemos como o aluno pode ingressar no Novo Campo Astral da Escola, para estabelecer definitiva ligação com esse Campo.

Por isso precisamos compreender plenamente a advertência feita nesta Nona Hora. As forças que estão em ligação com esta Nona Hora são, em seu caráter universal, as Forças da Vida Astral, por conseguinte, as Forças da Vida Astral da 7a. Região Cósmica, como também as da 6a. Região Cósmica, que é o Novo Campo de Vida. Portanto, quem não possui o dom do discernimento, e por isso não está em condições de fazer uma escolha, também será literal-mente vitimado, quando liberar as forças da Esfera Astral, isto porque justamente a esfera astral - muito mais que o campo de vida material - está repleta de inúmeros perigos.
Por isso, na Escola Espiritual Gnóstica, todo é feito para que o sono do corpo seja a lucidez da alma, para prova de que o Processo Transtigurístico começou, e o candidato ingressou no Novo Campo Astral, e sobre esta base, poder avançar, livre de todos os perigos elementares. 


Quem, por conseguinte, se pusesse a trilhar a Senda sem estar sobre essa base, evocaria os perigos, visto que imensas mistificações regem a vida astral comum.

Por isso que a Nona Hora é o NUMERO QUE NÃO DEVE SER REVELADO, que não pode ser revelado como Campo de Trabalho, aqueles que não estão em condições para tanto.
É unicamente possível, em sentido geral, falar sobre esse número, porque ele encerra em si todos os segredos, e assim todas as Forças do Iniciado Gnóstico. 

 Não é possível indicar-se a natureza desses segredos, sem desvendar a intimidade dos Mistérios.

Comecemos, logo, dizendo-vos que existern sete desses segredos. Deles falaremos tanto quanto somos capazes e tanto quanto nos é permitido fazê-lo.
O lº. segredo está em relação com uma FORÇA que, quando utilizada, abre para os Iniciados, a 7ª  Região Cósmica, e isto segundo o Propósito Original do Logos.
Queremos designar a 7ª Região Cósmica, chamando-a de Jardim dos Deuses.


O Homem Primordial, o Homem-Alma Espiritual, foi enviado, da 6ª Região Cósmica e dos Campos Cósmicos que estão acima do Sexto Campo, para o Jardim dos Deuses, isto é, esse homem recebe esse Jardim paradisíaco, como grandiosa e magnífica Oficina Alquímica, para, com as Forças dormentes e com as possibilidades lá existentes, auxiliar a executar o Grande Plano que se encontra na Base da Onimanifestação, e assim engrandecer, mediante atividade criadora, o Nome de Deus. 

Se admitirdes que o Jardim dos Deuses encontra-se degenerado no que hoje estamos vendo, é porque as forças do "Bem e do Mal", as forças da dialética, foram nele inflamadas, e o Homem-Alma passou a serví-las, tornando-as grandes, e assim desnaturando-se a si mesmo, e aí, compreendereis que as Forças da Nona Hora não podem e não devem ser reveladas. 


 Se as quer utilizar com êxito, em sentido libertador e sem perigo, então o homem deve, antes de todo, regressar ao Ponto de Partida de outrora.
Esse "Ponto" é o estado do Homem-Alma que entrou em relações viventes com o seu Pimandro - a sua Alma Vivente. 


 Só então o homem poderá, de novo, herdar o Reino Terrestre e pôr de lado, com a força do primeiro Segredo da Nona Hora, a anarquia da dialética, a anarquia das Forças Gêmeas, para fazer voltar ao seu Estado Primordial  o Jardim dos Deuses com o fruto da Arvore da Vida. 

Em primeiro lugar, precisais voltar novamente a ser a Alma Vivente, da qual fala Paulo, e então podeis prosseguir, a fim de passardes ao estado de Espirito Vivificante. 

Somente aqueles que encontraram o Caminho do Renascimento da Alma, e avançam nesse caminho, podem despertar na Luz da plena Gnosis Hermética, e num certo momento, alcançar as Forças do Segredo da Nona Hora, como também a Força para a restauração do Jardim dos Deuses. 

Esta restauração deve começar com o preparo de um Campo Astral Puro, imaculado, um Corpo Gnóstico Vivente, livre das ilusões e impurezas da dialética, campo que a Escola Espiritual pode considerar como sendo O SEU CAMPO.
Com base nesse primeiro segredo, revelam-se para a Alma Transfigurada, para a Alma jornada Vivente, os três segredos seguintes.


São eles: o Poder sobre os Fogos Mágicos, a Origem das Radiações Magnéticas e o Poder de, a todos e a todo, reconhecer que não se encontra no Plano Original.
Compreendereis que este extenso domínio de Saber e Força, não pode ser exposto num artigo relativamente curto.
O Poder sobre os Fogos Mágicos relaciona-se com o fato de Grandes Forças dormitarem na Substância Original do Eterno Espaço.

Nos Livros Santos faz-se referência, no tocante a isto, dos 7 x 7, isto é, dos 49 Fogos Santos do Espirito Sétuplo. 
Esses Fogos devem ser inflamados e manejados por todos os Filhos de Deus.

Todos os que palmilham a Senda da Transfiguração da Alma, tornam-se novamente Filhos de Deus, e, a seu devido tempo, todos os Filhos de Deus governarão, no Divino Alento, os Fogos Mágicos.

E para bem se compreender isto, basta pensar numa pessoa que se aproxima de um espelho. 

Ela vê no espelho sua própria imagem, e esta se reflete na pessoa. O mesmo acontece com aquele que se encontrou com o seu Pimandro, com aquele em quem Alma e Espirito se unem e ESTÃO UNIDOS. 
 
O Ser do Espirito é Deus. 

 Deus se projeta ininterruptamente, como uma Imagem, na Alma.  
"O homem regressou à Unidade da Fonte."

Onde quer que se encontre, e como quer que a vida se esfalfe, a Alma traz consigo e em si, a Imagem do Espirito. 
E assim como o Espirito se projeta na Substância Original e lá conserva encerrados e latentes os 49 fogos, assim também está a Alma, Alma que se tornou vivente no Espirito e mediante Ele, que está ainda capacitada a inflamar e conservar ardendo os latentes 49 Fogos Santos.
Dissemo-vos, com base na 8ªhora. 


 Hora do Nuctemeron, que cada ser humano, por meio das radiações magnéticas que dele dimanam, manifesta uma linguagem. 
Essas radiações assemelham-se a uma escrita, pela qual o ser humano revela a realidade de sua natureza e de seu ser, projetando-a no espaço, em torno de si. 

Na origem das radiações magnéticas, portanto no 3ª. Segredo da Nona Hora, a Alma-Espírito aprende a compreender a "causa" dessa escrita, da escrita das radiações magnéticas; e, considerando que o homem natural fala evidentemente uma linguagem magnética muito ímpia, uma linguagem magnética profana, então, aqueles que podem descobrir e são capazes de penetrar no âmago da origem dessa impiedade podem, com melhor êxito, auxiliar uma criatura nestas condições, isto é, aquele que ainda, em sua linguagem, revela a realidade de sua natureza profana e ímpia. 

No Segredo das Forças da Nona Hora, deveis, principalmente, procurar o fator utilidade, o aspecto-servir.

Assim, deveis procurar o que é útil para mitigar e erradicar a dor da humanidade; o que é útil para levantar a humanidade, conduzindo-a para o caminho da santificação.
Para poder realizar este Trabalho amoroso, são desvendados para a Alma Transfigurada os Segredos da Nona Hora. 

Deles faz parte, entre outras coisas, o conhecimento relativo à origem das radiações magnéticas.
É que, torna-se evidente, apesar de haver uma causa básica de declínio do gênero humano dialético, os caminhos e os giros de cada microcosmo na Roda do Nascimento e da Morte possuem um caráter individual. 

Trata-se, por conseguinte, da origem das radiações magnéticas, que é muito "particular."  

E assim será, e torna-se grande benção para todos os que se encontram em necessidade, o fato de o Transfigurista abranger o 3o. Segredo da Nona Hora.

O 4º. Segredo da Nona Hora é, como verificamos, o Poder de conhecer a todos e a todo que não estejam contidos no Plano Original. 

Compreendereis que, para o Iniciado, este é um maravilhoso e verdadeiro Poder Divino. 
No Campo Astral do Espaço Manifestado da 7a. Região Cósmica existem bilhões de manifestações de natureza infinitamente variada.

Quem poderia encontrar, com facilidade, o Reto Caminho, em meio de tão infinita variedade de vidas?
O 3º. e o 4º. Poder da Nona Hora constituem um recurso infalível para se seguir, sem qualquer perigo, o grande e maravilhoso Caminho do Serviço à humanidade, o Caminho da Gnosis Primordial e de seus filhos e filhas.
Em nossa última exposição falamos a respeito dos 7 Segredos do Nuctemeron.


Desses 7 segredos já consideramos quatro.
O primeiro concerne à Força de Recuperação do Jardim dos Deuses segundo é indicado como sendo o segredo do Governo dos Fogos Mágicos; o terceiro é o segredo da Origem das Radiações Magnéticas e o quarto segredo compreende o Poder de todo conhecer que está compreendido no Plano Original.
Descobrimos que é tarefa de todo Homem-Alma, após seu ingresso libertador no Novo Estado de Vida, ser ativo, com esse Novo Estado de Vida, na 7a. Região Cósmica, região esta ele abandonou na qualidade de homem natural.

Este é o significado da afirmação: "Uma vez liberto o homem, ele herda o Reino Terrestre." 
 
O regresso à 7a. Região Cósmica não significa, nesta situação, renovada submersão na dialética, preso à Roda do Nascimento e da Morte, porém, com base na Vida Libertadora, significa atuar o Verdadeiro Homem na grande Oficina que é a 7a. Região Cósmica. 

Com isto cumpre-se o Plano de Deus, e a degeneração é suprimida.
Para poder realizar essa grande e maravilhosa missão, o homem liberto recebe a Força e o Poder. 


Esta é a Força do Primeiro Segredo. 

 O homem liberto, portanto, possui o poder de utilizar e aplicar os 49 Fogos Santos que, em estado latente, dormitam na Substância Original, para glorificação e realização do Plano de Deus. 

Este é o Poder do Segundo Segredo

E considerando que o Jardim dos Deuses está cheio de confusão e muita erva daninha, desenvolvendo-se nele uma vida ímpia, vida profusamente variada, então é compreensível que o Obreiro no Jardim dos Deuses também deva estar munido do Poder de sondar até as maiores profundidades, a linguagem das radiações magnéticas.

Assim, em quarto lugar, ele deve estar armado do Poder de identificação de todo e de todos que não estejam compreendidos no Grande Plano, e, em seguida, identificar a todos que se esforçam em alcançar auxilio, para lhes oferecer o único e verdadeiro Socorro.
 
Mas a Alma liberta que se encontrou com o seu Pimandro, tem ainda disposição sobre três outros Poderes. 

Primeiramente (ou em 5º. lugar), ela conhece a grande Lei do "Equilíbrio e do Movimento."

Contudo, para se poder compreendê-lo precisamos observar que a Onimanifestação é governada por uma Lei Universal, isto é,  a 7a. Região Cósmica, da qual estamos tratando nesta Nona Hora do Nuctemeron, o Jardim dos Deuses ou a Grande Oficina Alquímica, é governada por um Pensamento base, por uma Fórmula-base. 

Em cada átomo da Substância Original da 7a. Região Cósmica, está oculto esse Pensamento-base.
E por isto, torna-se talvez compreensível por que a Gnosis Hermética fala, a este respeito, do Sol Universal, de Abraxas. 

É o Sol Universal que tudo domina, que concede Vida a todo e, por fim, todo dirige. (Alcione? Deve ser - S.E)

Desse Primeiro Princípio da Substância, partem quatro Emanações, quatro aspectos.

  Quatro Forças saem da Luz Universal. 
Essas Emanações são chamadas os Quatro Senhores do Destino, ou os Quatro Animais Sagrados, ou os Quatro Cavalos Solares de Abraxas ou os Quatro Evangelhos.

Estes Quatro Cavalos Solares de Abraxas representam, em tudo que se encontra incógnito e entranhado, Quatro Correntes ou Emanações de Vontade, Sabedoria, Atividade e, acima de todo, o Amor, o Amor que é o mais elevado e o mais poderoso, o Cavalo Solar mais dinâmico e de maior vitalidade.
Vamos compreender bem que no Plano da Fonte está contido todo que dimana desse Sol Universal Abraxas e de suas quatro Emanações. 


 A grande Oficina que chamamos o Jardim dos Deuses, é o Paraíso potencial em que, como se disse, ingressa o verdadeiro Filho de Deus, a fim de realizar o Plano de Deus.
As quatro Emanações são, no tocante a Sto, o ponto de partida para todo Filho de Deus.  
São quatro Emanações em perfeito equilíbrio e movimento harmonioso - Amor - Sabedoria - Vontade e Atividade ou Ação. 

Dentre vós, muitos são bastante sábios; outros possuem vontade inquebrantável decidida como um furacão; outros ainda se expressam por um labor extraordinário, sempre estão ocupados. Mas vede, em todo que considerais em vossa sabedoria, em todo que quereis, em vosso ininterrupto dinamismo, em todo que fazeis, em vossa operosidade, perguntamo-vos agora: encontra-se como base o Amor?


Se o Amor, na qualidade do mais elevado e o mais poderoso, não estiver presente, ou estiver parcialmente presente, ou ainda fizer diferenciações, se o Amor não abranger a todo e a todos, então todo escapará de vossas mãos, e não sereis bem sucedidos em nada. 


Todo será sempre retirado de vós.

Então, em companhia de inúmeros outros, transformais o Jardim dos Deuses num deserto, numa estrebaria, numa pestilência (como diz a Escritura Santa). 
E isto aconteceu e tem acontecido, no decorrer dos tempos. 

Precisais considerar que os Quatro Senhores do Destino, os  Quatro Senhores do vosso destino, estão sempre juntos. 

Por mais corrompido e pervertido, por mais arruinado e violado que esteja o homem, sempre existe "AMOR" num ser humano dialético, amor, por exemplo, como chamejante desejo de posse, desejo de matéria, ou amor como poderoso orgulho, amor, possivelmente, como ódio ardente.
Sabeis que o Ódio foi uma expressão do Amor? 


Esse terrível e execrável Ódio é uma expressão, uma erupção vulcânica da primeira Emanação da Substância Original, Emanação que foi posta fora de sua Ordem. 

E um amor que já não mais conhece nenhum critério, que já não possui nenhuma sabedoria.
É um desejo poderoso que irrompe como fogo infernal, para consumir e aniquilar.


  Quando não sabeis ordenar corretamente a força do Amor, que é a Primeira Emanação de Abraxas, se não podeis harmonizar-vos perfeitamente com ele, então o Jardim dos Deuses se transforma em Selva, num Oceano de Fogo crepitante!
Quão distante os telescópios alcancem, serão vistas flamas flutuantes! 

E assim permanecerá!

Vossa reação espontânea a estas palavras é naturalmente de lamento:
Por que malogramos de modo tão desesperado? 
O que vai ser de nós?
"Nada!" é a resposta, porque o Fogo da Contranatureza nos consome. 

 Nenhum de nós é bom, todos nós nos desencaminhamos, desde o inicio. 
 Por isso precisamos regressar ao Início, ao Início do Estado Vivente da Alma. 

Uma vez esse Inicio atingido, estareis em condições de pôr em equilíbrio, em vós mesmos, a Abraxas com os seus Quatro Cavalos Solares, e fazer desse equilíbrio dimanar o Verdadeiro Movimento.
  Isto significa poder realizar com a plena Força Quádrupla de Amor - Sabedoria - Vontade e Atividade, o único e Verdadeiro Trabalho, Libertador no Jardim dos Deuses.
Só então reconhecereis e conhecereis o Amor em toda sua realidade. 

Experimentá-lo-eis e irradiá-lo-eis.

E então não direis:
"O Deus! Como te agradeço por estar livre do vale de lágrimas, por estar livre da estrumeira, livre deste Mundo mau e amaldiçoado",   mas sereis impelidos pelo Amor, e como um meteoro, vos dirigireis para, baixo, mesmo até o Abismo do Inferno, para abranger a todos que estão perdidos no fogo revolto das Quatro Emanações, abrangê-los com a vossa compaixão e com o Fogo que foi colocado em ordem em vós e posto em equilíbrio, auxiliá-los e levá-los para o verdadeiro e único Caminho.


Se possuis algo disto, se algo disto compreendeis, então não mais separareis amigos e inimigos em grupos, dando a um o vosso amor ou coisa que considerais como tal, e a outro vosso ódio ou a vossa indignação ou ainda o vosso protesto flamejante, porque, nesse instante, compreendereis que todos, mas todos, transviaram-se; que todos, mas todos, sob as mesmas circunstâncias, agirão do mesmo modo, e que disto existem provas sobejas na História Universal.
Por isso, dirigireis a vossa Força de Amor a todos os seres humanos, a força de amor que é o mais vital dos Cavalos Solares de Abraxas.(Sol Central)


E ao mesmo tempo compreendereis que em vosso ser já não pode e nem deve estar mais presente nenhuma inimizade, nenhuma oposição, nenhuma divisão em simpatia e antipatia.  
Porque o Amor do Evangelista João dirige-se, no tocante à sua atividade, primeiramente na maior parte e com a maior força, a todo que pode ser classificado como inimigo, a todos e a cada um que possuem o mais poderoso veneno, porque o veneno do Dragão, o ímpio fogo do ódio, que tanto envenena o mundo, deve, primeiramente, ser dominado e transmutado.

"Amais a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e ora pelos que vos maltratam e vos perseguem, para que sejais filhos do vosso Pai que está no Céu." (Mat. 5 - 44)

Há uma bem conhecida apresentação que mostra Hermes pisando o Dragão. 

O dragão foi dominado, seu corpo impotente vomita sua última baba flamejante, e com a sua mão direita elevada, Hermes segura a Lápide Esmeraldina, resplandecendo.
Dessa Lápide eleva-se o Íbis, o Animal dos Mistérios, consagrado ao Amor, á Vontade, à Sabedoria e à Atividade, portanto Abraxas e as suas Quatro Emanações.

Possamos transmitir-vos essa Sabedoria da Nona Hora do Nuctemeron, para consolo e benção.
Em nosso último artigo falamos a respeito do Quinto Segredo da Nona Hora, e penetramos no significado de Abraxas e suas Quatro Emanações.

Abraxas é a Força Original de Deus, Força esta, oculta em cada átomo, portanto, Força que é onipresente. 

Em toda a vastidão do Espaço não há lugar em que não esteja presente essa Força Original.
Ela capacita o Verdadeiro Homem a realizar o Plano de Deus, Plano este que é a Base do Universo.

Por esse motivo, a Sétima Região Cósmica é denominada o "Jardim dos Deuses", a Grande Oficina Alquímica
O Verdadeiro Homem, nascido de Deus, deve ingressar nessa Oficina para, mediante sua atividade, "engrandecer" a Idéia de Deus. 
Por isso que a Escritura Santa diz que o Homem foi criado para engrandecer a Deus, para engrandecer a Majestade de Deus; e por isso a Filosofia Hermética fala de Abraxas e de suas Quatro Emanações.

A Força Original de Deus contém em si quatro outras qualidades:

Amor, Sabedoria, Vontade e Atividade. (Os quatro pilares tão falando pelos Anciões, embora não use os mesmos termos. S.E).

O princípio fundamental da Substância Original, e as Quatro Emanações daí emergentes, se relacionam entre si, como uma Estrela de Cinco Pontas, como um Sol Universal, como Abraxas, resplandecendo, em brilho e majestade.

Aquele que, da única maneira correta, quer liberar as forças entranhadas na Substância Original e quer aplicá-las, à Vida, precisa bem conhecer todos os segredos da Fórmula, e aplicá-los na ordem correta.
Em primeiro lugar, trata-se do Amor, em seu aspecto mais elevado e puro, do Amor em sua absoluta indivisibilidade, que a tudo e a todos abrange, seja qual for o estado de ser em que um Filho de Deus possa estar vivendo.


E o Amor com o qual deve ser considerado todo conflito, toda cristalização, toda tolice e toda força da estultícia.
É o Amor do qual todo Obreiro deve sair para o Campo de Colheita.


E, se desse modo conseguir ingressar na Grande Oficina, então desenvolver-se-á a Sabedoria. 
 Não uma habilidade intelectual, mas a SABEDORIA, a Sabedoria que abrange o Plano; Sabedoria que compreende toda situação e toda manifestação de Vida, em seu estado de ser, de maneira que, sobre esta base, possa desenvolver-se a exata magia da vontade, e a justa atividade para o desenvolvimento.
De todo isso tratamos no artigo anterior, e agora entramos em contato com o Sexto Segredo da Nona Hora:  


"A Chave dos corpos e das almas, a Chave que abre todas as prisões." 

Compreendereis que as Forças que partem do Sexto Segredo são, em sua aplicação, destinadas, principalmente, aos Filhos de Deus, da Onda de Vida Humana, que forçaram a Santa Lei do Sol Universal, e utilizaram, de modo incorreto, a Substância Original com todas as terríveis e ímpias conseqüências que daí resultaram!
Conheceis as qualidade mais gerais da matéria. 

Estamos em condições de associar átomos e desintegrá-los.  Estamos em condições de combiná-los para a formação de toda espécie de elementos.

Pode-se, mediante a justa junção de elementos e átomos, gerar Vida, fazer aparecer Vida.

Na Sétima Região Cósmica, existem em atividade muitas entidades que sabem realizar semelhante trabalho criador!

E o biólogo, que investiga as miríades de manifestações de Vida nos reinos vegetal e animal, fica admirado e extasiado diante de todo isso.
Porém todas essas manifestações de vida são a prova das propriedades mais gerais da matéria.
Contudo essas propriedades ainda nada dizem da verdadeira Natureza da Matéria Primordial. 

Dizemo-vos que somente seremos capazes de desvendar a Verdadeira Natureza Divina da Matéria quando dessa Matéria nos aproximarmos firmados no Sol Universal, firmados em Abraxas, e quando formos capazes de aplicar a Lei das Quatro Emanações. Disto resulta, evidentemente, a necessidade de, em primeiro lugar, não se eliminarem os resultados da Impiedade, mas a necessidade de se eliminarem as "causas" dessa Impiedade.

Um Foco causador de caos e confusão, sempre e de novo, gerará caos e confusão. 

Por isso, em primeiro lugar, deve ser removido esse Foco. 

Pensais que a ameaça que se abateu sobre a humanidade, através da chamada Ciência Nuclear, possa ser neutralizada por uma proibição das armas atômicas? 

Ou por um acordo entre as partes interessadas?
Além da segurança para si, para o seu povo e para a sua pátria, o homem também anda à cata de energia. 

É que a humanidade necessita de luz e força, para conservar a sua vida e atividade! 

A aplicação pacífica da energia nuclear será justamente a "Causa" que fará desabar sobre a humanidade assustadora desgraça, tal como sempre tem acontecido no decorrer dos anos siderais anteriores.
Mas aqueles que ingressam no Jardim dos Deuses, para exaltar a Glória de Deus e realizar o Seu Plano, estão naturalmente obrigados a suprimir a "Ordem da Ilusão!" 


Não enquanto fundam uma Teocracia, como o fazem os autores da Grande Peça, mas quando conduzem, novamente para o Lar, a humanidade transviada e prisioneira, quando a conduzem de volta ao seu "ponto de partida" de outrora. 
 Esse "ponto de partida" é o Mundo da Alma!  
Para esse fim, vem ao nosso encontro a Gnosis Universal, e por isso, o Irmão Iniciado, a Irmã Iniciada, após terem festejado o seu próprio regresso ao Lar, dirigem-se a todos que estão transviados(desviados), a todos que estão em prisão.
E assim faz-se valer o poder do Sexto Segredo, que é 

"A Chave que abre todas as prisões, a Chave dos corpos e das almas!" 

Talvez já pressentis algo da tremenda força desse Poder, porquanto esse segredo contém a fórmula da completa desintegração e aplicação das forças atômicas, fórmula esta que dimana, lógica e evidentemente, do Quinto Segredo, de Abraxas.
Conforme dissemos, em cada átomo encontra-se oculta a Sabedoria Fundamental, a Sabedoria Original do Plano de Deus, uma Força para a realização (portanto um poder mágico), para demonstrar e divulgar a Sabedoria Fundamental. 

E uma atividade que pode ser continua, se, mediante a Onisustentadora Força do Amor, o Todo se torna livre e dinâmico.

Por outras palavras, um Liberto Gnóstico, que ingressa na Grande Oficina, possui a absoluta capacidade de modificar, à sua vontade, a natureza dos corpos, a composição atômica deles.
Em suma, ele está em condições de modificar completamente a fórmula que está na base de uma manifestação de Vida, a fim de libertar uma alma encarcerada, uma Centelha Espiritual agrilhoada. 


É o poder de dissolver num fogo de extermínio todo que tem existência dialética.

Mas, certamente, compreendereis que é impossível que um tal Poder seja utilizado para dissolver a nossa desatinada Ordem Mundial, ou que deva ser utilizado para tanto.
Porque, que efeito útil, libertador, haveria para entidades que são uma parte desta Ordem Ilusória, e que juntas causaram a "Manifestação" do presente estado de vida? 

Quem é liberto em ignorância, sempre e de novo, recairá no mesmo erro.

Por isso, a prática do Sexto Segredo deve correr paralelamente com a do Sétimo Segredo da Nona Hora do Nuctemeron.

O Sétimo Segredo traz e manifesta a chamada Força de Opção Eterna.  

Com essa Força do Sétimo Segredo, a Escola Espiritual Gnóstica conduz a sua Obra Salvadora a serviço de todos, de todos que realmente querem aproximar-se e ouvir.
A Escola Espiritual Gnóstica
(do conhecimento) quer estabelecer no homem a Força da Opção Eterna.
Que é isto?

O que isto quer dizer? 
 
É uma Força que capacita ao homem fazer a escolha certa, a escolha entre os dois caminhos, o caminho que se dirige para baixo e o caminho do nascimento libertador da alma. 

 E uma Força que capacita ao homem fazer a escolha como escolha eterna, como Novo Poder. 
De acordo com o sentido do Quinto Segredo, o homem deve chegar a essa escolha, com Amor, ele deve ver a Sabedoria contida nesse segredo e liberá-la para si mesmo. 
Então, a Vontade se concentrará naquela atividade mágica que pode conduzir à Vida Libertadora.  


Com o auxilio dessa Força, a Força da Opção Livre e Eterna, a Gnosis conduz a todos que livremente vêm a Ela, que livremente se decidem a participar do Santo Sacerdócio, segundo a Ordem de Melquisedec, até para além dos limites de um Processo que está relacionado com isso um Processo de vir-a-ser, e assim para diante, de glória em glória, com rapidez cada vez maior.

Assim compreendereis que a Força da Opção Eterna, a Força do Sétimo Segredo, relaciona-se com o emprego metódico e processual da Força e do Poder do Sexto Segredo, da Chave que abre todas as prisões, o império sobre a Morte, pela total auto rendição ao Corpo Vivo.

Deste modo trabalha-se, desde a "Queda da humanidade adâmica", para o Mundo e para a humanidade, a fim de eliminar completa e integralmente as conseqüências do pecado, e restabelecer em sua antiga glória o Paraíso decaído.

Orientai-vos, portanto, em direção ao grande Amor que se nos aproxima, que se aproxima dos Filhos de Deus, e que a todos envolve. 

Então é certo que, se a Gnosis(conhecimento) conseguir salvar a vossa alma, e firmar-vos na Força da Opção Eterna, todo o vosso aprisionamento, todos os vossos grilhões, quão pesados possam ser, serão retirados, eliminados, mediante o tremendo poder dos Filhos de Deus, mediante a Chave que abre todas as prisões. Escola Espiritual Gnóstica não significa para nós uma qualquer iniciação, mas libertação total, a TRANSFIGURAÇÃO de todo o nosso ser.

Que a Nona Hora do Nuctemeron de Apolônio de Tiana nos possa ensinar essa Libertação. 



Continua - 10ª, 11ª e 12ª
 




Post. e Formatação:
Fonte: A Fraternidade Virtual Eu Sou Luz trás aos irmãos neste mês de dezembro de 2003, mais um presente inédito em sua biblioteca virtual. www.eusouluz.rg3.net

Um comentário:

  1. extremamente esclarecedora, parabens.
    que todos possam se tornar ótimos condutores das energias cosmicas.

    ResponderExcluir

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...