29/07/2017

Impacto dos Pensamentos em Nosso Corpo Fis.

"O vosso corpo físico tem a sua própria
 frequência vibratória". 

"Os vossos doze corpos energéticos têm a
 sua própria frequência vibratória".

"Sentirão cada vez mais os vossos corpos
 energéticos, os vossos corpos subtis".

Mensagem dos 
Seres de Luz

Através de:
Monique Mathieu



As repercussões dos pensamentos sobre o corpo.

Num tempo mais próximo do que supõem, haverá escolas de formação para ensinar aos alunos, entre outros, o quanto é importante pensar bem, pois um pensamento mau ou um pensamento que não é harmonioso tem um impacto importante na vossa vida e no vosso corpo.

Não se trata de escolas de pensamento tal como existe neste momento no vosso planeta, mas escolas totalmente ligadas à espiritualidade, a um nível espiritual superior ao vosso atualmente.

 Isso não tem nada a ver com as religiões!

 Tratar-se-á do conhecimento do que são os seres, graças à prática de uma elevação vibratória, à concentração e à forma como formularem os seus pensamentos.

A medicina tal como a concebem atualmente não existirá mais porque os seres terão compreendido que qualquer incomodo no seu corpo físico começa nos seus corpos súteis e na sua psique, que depois há somatização no seu corpo de matéria.

 É ao mesmo tempo muito mais complicado e bem mais fácil de compreender; trata-se de um desequilíbrio vibratório que provoca distúrbios entre o corpo físico e os corpos súteis.

Algumas frequências vibratórias estão na dualidade.

 Por isso, a partir do momento em que compreendem o impacto do vosso pensamento nos vossos corpos súteis que, por sua vez, têm um impacto no vosso corpo físico, não precisarão mais do médico, saberão harmonizar-se.

 Não será mais questão de cuidados, não será mais questão de “doença” palavra que não gostamos de pronunciar – pois terão evoluído, pois terão compreendido quem são, o que são e o que são capazes de fazer.

Põem constantemente a vossa atenção no vosso corpo físico porque é ele que veem, que tocam, que por vezes responde com dor e desarmonia, às vossas incoerências e aos vossos pensamentos inferiores.

Vocês são essencialmente vibrações, e o vosso corpo físico é a finalidade de todos os vossos corpos energéticos; serve essencialmente para viverem expêriencias materiais numa vibração relativamente baixa, ou mesmo baixa em relação à frequência vibratória dos vossos corpos energéticos.

O vosso corpo físico tem a sua própria frequência vibratória. 

Os vossos doze corpos energéticos têm a sua própria frequência vibratória.

 Imaginem que de todos esses corpos emana um som, um som harmonioso como numa orquestra, um som que vos permite estar de perfeita saúde, que vos permite ter uma vida mais longa, e também vos permite ter, no futuro, uma vida cem vezes, mil vezes mais longa que a vossa pequenina vida terrestre.

A vossa própria orquestra gera por vezes sons dissonantes, pois notas desafinadas, perturbam o conjunto.

 È como se, numa orquestra, um músico não respeitasse a sua partitura, se tocasse uma música em total desarmonia com a orquestra. 

Nessa altura, toda a orquestra fica perturbada pelas notas desafinadas.

 Pode parar porque não suporta o que o som desarmonioso provocou nos seus doze corpos súteis e na sua matéria.

Compreenderão a forma como funcionam quando souberem ter sempre em mente que os vossos pensamentos afetam os vossos corpos energéticos.

Tentem compreender que os vossos doze corpos súteis fazem parte do vosso corpo físico, tal como fazem parte desses doze corpos. 

De fato vocês são imensos!

Assim, quando estão em desarmonia com vós mesmos, sobretudo ao nível dos vossos pensamentos e da vossa psique, são sobretudo os primeiros corpos subtis, aqueles que estão mais próximos do vosso corpo físico, que são os mais afetados. 

Há repercussões sobre os outros corpos.

Para reencontrar a harmonia, ou a orquestra elimina o mau concertista, ou pede-lhe para tocar as notas certas para que a orquestra possa tocar em perfeita harmonia.

O que acontece nessa situação? 

Os seres do qual o corpo está em desarmonia começam a ir ao médico, este último prescreve um tratamento – valido ou não, não estamos aí para definir a vossa medicina - que nem sempre terá o resultado esperado.

Então, os primeiros corpos subtis que sentem profundamente a desarmonia vibratória do corpo de matéria, vão tentar retificá-la por eles mesmos. 

Só o conseguirão no entanto, se o pensamento do ser acompanha essa retificação.

 Se o pensamento continua a alimentar o corpo de matéria com uma frequência inferior, os corpos subtis não conseguirão e, nessa altura, alguma coisa de muito mais grave atingirá o corpo de matéria, o corpo físico.

 Isso gerará por vezes desarmonias (não utilizamos a palavra “doença”) que podem ir até a destruição do corpo.

Esse ensinamento será dado no futuro; será um ensinamento que instruirá os seres a pensarem bem, a se darem bem conta do poder de cura que têm sobre eles mesmos.

 Não precisarão de um terapeuta ou um médico, serão o seu próprio médico.

Por isso, é preciso que os seres tenham adquirido um certo conhecimento, o conhecimento essencial é que tudo é vibração, que são essencialmente energia e vibração

Energia, vibração, Energia, vibração… repetimo-lo dez vezes, vinte vezes, mil vezes para que possam compreendê-lo.

Se tivessem a capacidade de ver a frequência vibratória do vosso corpo, de ver o que é realmente o vosso corpo, (não possuem as ferramentas necessárias), poderiam finalmente se dar conta que o vosso corpo de matéria não tem nenhuma realidade, nenhuma densidade!

O que fazem os seres que têm o dom de bilocação? 

Compreenderam o processo: elevam o seu corpo de matéria a uma certa frequência vibratória, e depois podem ficar invisíveis; podem igualmente reconstruir-se pelo pensamento. 

Todos têm poder sobre o seu corpo de matéria e a sua frequência vibratória, pois têm conhecimento do que são realmente.

Enquanto basearem a vossa consciência no que são, no vosso corpo de matéria, em todos os problemas deste corpo de matéria, enquanto não compreenderem que são um todo, que são uma vibração, uma energia, que o vosso corpo de matéria possui a sua própria frequência vibratória, a sua própria energia, e que podem ter um impacto enorme sobre vós, estarão sempre um pouco na dualidade convosco e um pouco em desarmonia.

No ensinamento que continuamos a dar-vos, tentamos, pouco a pouco, ensinar-vos a gerir melhor o que são

Hoje, iniciamos simplesmente o assunto porque é novo.

Desejamos fazer-vos compreender o que são, o que se tronarão, e as imensas possibilidades que são dadas ao humano. 

Mais uma vez, o humano vive nesta dimensão, cego dele mesmo e dos que o rodeiam…

O humano vive com conceitos que são alterados logo à nascença, por causa da educação que recebeu e que os seus pais receberam. 

As bases de início são alteradas, não são as que deveriam ser. 

Então, durante toda a sua vida, vive sobre bases falsas, não sabe o que é realmente e não tem conhecimento das suas capacidades.

Uma das bases falsas é dizer a uma criança, como já vos dissemos, que se tornará um velho e que morrerá.

 A partir desse momento há aceitação do envelhecimento, porque disseram-vos:
“é obrigatório!

 O corpo desgasta-se, o corpo envelhece!

Há a infância, a adolescência, a maturidade e a velhice”.

Não é assim que deveria acontecer!

Há nascimento do ser, a sua infância (que deveria ser muito mais curta), depois o seu desabrochar que poderia durar centenas, milhares de anos.

Assim é toda uma educação que tem de ser refeita!

 A partir do momento em que tiverem integrado esse novo conceito, não haverá mais pessoas idosas, não haverá mais pessoas com desarmonias, haverá harmonia nos corpos, haverá eterna juventude!

Dirão: “é um belo sonho, é ilusão, o que descrevem é muito belo mas não será para nós”.

Afirmamo-vos que podem regenerar os vossos corpos e as vossas células; podem recusar as desarmonias; podem amar o que são; podem ter uma confiança total em vós mesmos e nas vossas capacidades, sem precisarem de recorrer a um terapeuta.

Vocês são como um pássaro que deve voar do seu ninho e que depois deverá voar por si mesmo.

Pouco a pouco, com as novas frequências vibratórias e com o despertar das consciências, muitas coisas se colocarão em vocês.

 Sentirão cada vez mais os vossos corpos energéticos, os vossos corpos subtis.

De início, cada um senti-los-á à sua maneira. 

Darão sinais, dirão: “existo, faço parte da orquestra, e tu, que estás na base da matéria densa, evita dar notas desafinadas porque a vibração que emana dele perturba a orquestra.

Não é fácil para vocês, seres humanos, adaptar novos conceitos, porque desde há centenas, milhares de anos, há formatação em relação ao que é o humano, em relação ao que vem fazer na Terra, em relação à sua viagem de estudos.

 Definitivamente, tudo pode ser diferente, mesmo neste mundo!

Estão num mundo com profundas dualidades. 

Essa dualidade já existe em vocês; o que talvez vos pode espantar, é que justamente começa com a frequência vibratória do vosso corpo e as frequências superiores vibratórias dos vossos corpos subtis, dos vossos corpos energéticos. 

Há dualidade entre as frequências vibratórias, a harmonia ainda não está perfeita, o que cria dificuldades na vossa existência.

Se tivessem confiança na vossa capacidade de regenerar as vossas células permanentemente, poderiam dar ao vosso corpo de matéria um novo sopro, uma nova vibração, tudo seria bem diferente para vocês! 

Não precisariam mais de terapias e seriam de novo seres em perfeita harmonia, em perfeita saúde, seres totalmente capazes de amar e oferecer esse Amor a eles mesmos e à Vida.

Voltaremos a falar deste assunto num ângulo diferente, mas queríamos acrescentar o seguinte:

Quando estão em dificuldades, quer se trate de sofrimento psicológico, afetivo ou físico, tentem falar com o vosso corpo, a essa matéria que tocam mas que afinal, não tem a consistência que acreditam! 

Tentem dizer ao vosso corpo que irão ajudá-lo para que não crie notas dissonantes e que tudo funcione perfeitamente bem para ele, para a vossa mente, a vossa psique ou os vossos pensamentos.

 Pouco a pouco conseguirão!

Começam por falar-lhe! 

Comecem mesmo a pedir às vossas células que retifiquem o que não está perfeito nesta ou naquela parte do vosso corpo. 

Nessa altura, chamem os vossos doze corpos e sobretudo aquele que é o mais elevado. 

Peçam ajuda ao vosso décimo segundo corpo energético – que de fato corresponde à alma-mãe. 

Através dos outros onze corpos, a alma-mãe enviará ao vosso pequeno corpo de matéria a força, o Amor, a confiança, a saúde perfeita claro, e tudo o que desejam.

Então emanará desse magnífico Corpo de Luzque faz parte do décimo segundo corpo, o mais poderoso no Amor -, uma energia muito suave, e muito fina que atravessará os outros onze corpos subtis e atingirá o vosso corpo de matéria

Essa energia chama-se essencialmente “Amor”.

O que acabamos de dizer pode parecer um pouco estranho mas, quanto mais evoluírem, mais compreenderão.

O “reverso da medalha” é que ficarão mais vulneráveis na vida da matéria, quando estiverem totalmente em harmonia com os vossos corpos subtis, os vossos corpos energéticos.

 Poderão resolver isso elevando-se em relação à vida.

 Então estarão fora do alcance de qualquer sofrimento vindo do exterior.

Pouco a pouco, sentirão o que vos dizemos. 

Hoje, fazemos apenas uma pequena abertura sobre “outra coisa”, uma outra forma de pensar, Amar, agir, e simplesmente ser.






Post. e Formatação
http://semeadorestrelas.blogspot.com


Fonte:http://ducielalaterre.org
Monique Mathieu 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...