28/02/2012

Apolonio de Tiana - O NUCTEMERON -12ª Hora

Décima Segunda Hora: 

Aqui são executadas, mediante o Fogo, 
as Obras da Luz Eterna.


No artigo precedente foi-nos descrito como os Gênios alados da Décima Primeira Hora, os elevados Iniciados das Fraternidades precedentes, levam de mundo a mundo as Mensagens de Deus.
 Ao mesmo tempo foi-nos transmitido que esses elevados Iniciados encontram-se em plena atividade no Jardim dos Deuses da Sétima Região Cósmica. 
 Depois lemos que eles deixaram para trás os impedimentos astral-planetários, e que trazem do espaço interplanetário o puro Fogo Astral Primordial, para, com esse auxílio, poder ser encontrada a Senda Única, e poder ser atraída a Força que permite trilhar essa Senda.
E o Nuctemeron finaliza com a seguinte exclamação de júbilo:

"Aqui são realizadas, mediante o Fogo, as Obras da Luz Eterna.
As Obras e os Planos da Luz Eterna sempre se relacionam com a execução da Lei Universal do Amor, a fim de salvar, sem interrupção, o que se encontra perdido, a fim de consolar aquele que se encontra abatido, para curar as feridas de todos aqueles que foram atingidos pela dor.
Em todos os tempos houve um Reino Gnóstico, um poderoso Reino sobre a Terra, Reino este que preciso ser realizado pelos Iniciados, para que, no interior desse Reino, e por meio de sua Força, pudessem encontrar o Caminho aqueles que se debatem buscando auxílio.
Um tal Reino deve ser estabelecido em sua ordem magnética mediante o Novo Fogo Astral.
 Em sua realização, já se trabalhou pelos milênios afora, e essa realização está registrada na Grande Pirâmide.
Vamos, agora, verificar como serão realizadas as indicações relativas à Décima Primeira e à Décima Segunda Hora.
Não é maravilhoso saber-se que o Nuctemeron de Apolônio de Tiana relaciona-se não somente com o Caminho de Desenvolvimento do homem, considerado isoladamente, mas relaciona-se também, e ao mesmo tempo, com a progressão da Onimanifestação na realização presente da Décima Primeira e Décima Segunda Hora, também nós podemos colaborar, e o Corpo Vivo da Escola Espiritual da Rosacruz Áurea também tem importante tarefa a realizar.
 E vemos, por um lado, como os Sublimes Gênios Alados concedem o Fogo Astral, e por outro lado, vemos a presença da Escola Espiritual com o seu Grupo.
Qual é a mais importante tarefa do aluno na Escola Espiritual? 
É a de criar, pela auto-rendição à Santa Obra, a possibilidade ao -Novo Fogo Astral de realizar o seu trabalho no momento presente.
Devemos possibilitar, mediante auto-rendição e serviço amoroso dedicado ao Mundo e à humanidade, que o Grupo dê provas de estar suficiente e claramente lapidado para servir de espelho à Luz do Sol Astral Universal, e refletir, em nosso mundo obscuro, suficiente brilho da Eternidade.

Os alunos, que desta maneira podem cooperar conscientemente, cooperar com a cabeça, com o coração e com as mãos, podem ser considerados, no mais amplo sentido da palavra, Magos Gnósticos.
Um Mago Gnóstico é um homem que pode e deve trabalhar com as forças que do Alto lhe são concedidas - forças que não são deste Mundo - uma vez que o Fogo Astral do Mundo do estado de Alma Vivente, não tem em si nada que seja terrestre e planetário.

Esse Fogo pode, com razão, ser chamado Força Divina, e por isso o Mago Gnóstico deve recordar diariamente a conhecida advertência: Quem está de pé, que cuide de não cair!
Existem três grandes perigos que de hora a hora ameaçam o Mago Gnóstico, enquanto ele tiver que trabalhar na Natureza da Morte.
 Mas existem também quatro grandes Forças que sempre correrão em seu auxílio, se forem por ele chamadas.
São quatro Forças da Graça que, em última instância, o farão vitorioso.
 Os três grandes perigos explicam-se pelo fato de o Obreiro encontrar-se na Natureza da Morte.
O Mago Gnóstico libertou-se desta Natureza da Morte, e recebeu, em seu estado renascido, participação no Mundo do estado de Alma Vivente. 
 E tendo em vista que ele tem de realizar a sua tarefa, a sua missão, numa ordem natural que se lhe tornou completamente estranha, numa ordem natural em que se encontram muitas forças inimigas, está claro, então, que a cada instante o Mago Gnóstico deve contar com essa inimizade.

O primeiro perigo encontra-se no fato de ser continuamente solicitada a sua ajuda e a sua assistência.
Pode-se ver algum perigo nesse fato?

Sim! Justamente porque o Mago Gnóstico, em razão de seu ser, quer ser, antes de todo, um "auxiliador".

Precisais compreender bem que, quando um Gnóstico(Iniciado) presta auxilio a alguém, sempre surge deste fato uma ligação magnética entre ele e esse alguém. 
 Uma tal ligação, entre um Homem Alma e um homem dialético,(homem racional, não espiritual, o que não acredita nas coisas da alma) só se justifica em casos muito isolados, quando resulta para o homem dialético um lucro anímico, quando lhe resulta vida libertadora.
Evidentemente, o Mago Gnóstico, o Mago que trabalha com o Novo Fogo Astral, tem poderes sobre grandes forças e possibilidades, e por isso, em muitos aspectos, será "o mais poderoso". 
 E assim, se tentará estimular o mau uso dessas possibilidade e forças, para aplicá-las em assuntos bem terrenos.

Justamente por isso e em razão da lei magnética da ligação, o Obreiro (Veja aqui esse alerta para a possibilidade de absorver as energias negativas da vitima, isso hoje em dia já bem se sabe, mas na época de Apolonio realmente as energias embrutecidas eram abundantes, e todo o Iniciado no conhecimento divino deveria estar atento a essa possibilidade de absorção das energias desarmoniosas da pessoa tratada - S.E)poderá tornar-se vítima e correr perigo, poderá, de novo, ficar aprisionado no cárcere planetário. 
 Por conseguinte, todo aquele que atua com forças gnósticas, precisa estar muito vigilante para não cair numa cilada. 
 Depois está claro que todo Obreiro Gnóstico está exposto a perseguições de toda espécie.(Onde dá para citar seu próprio caso, ou alguem já conhecia Apolonio de Tiana? - S.E)
Os Eões naturais da esfera píarietária(Simão, o Mago e os gnósticos, ensinavam que o nosso mundo foi criado pelos Anjos inferiores, aos quais deu o nome de EÕES), e todas as suas forças de luz, ficam, naturalmente, desorganizados com a presença do verdadeiro Obreiro Gnóstico, uma vez que, segundo o Evangelho Gnóstico, os Eões naturais são sempre postos "fora de sua ordem" pela grande Força de Luz da Sexta Região Cósmica. 
 Por isso que todo Obreiro, onde quer que esteja e para onde quer que vá, será perseguido ou obstaculizado em suas atividades.(Não foi diferente com Jesus em Cristo - S.E)
'Não que ele seja perseguido por forças sinistras e obscuras, mas perseguido por todo e por todos que se vêem ameaçados em sua existência.

Vede essa perseguição como algo essencial, como algo que pertence a todas as coisas que são da Natureza da Morte.
Assim como alguém se vê dificultado ao precisar atravessar um baixio(água rasa), porque o elemento água produz maior oposição que o elemento ar, assim também são as oposições essenciais, as quais são unas com a Natureza da Morte, estando elas sempre em ação para estorvar o Obreiro na desnaturada vinha de Deus.
Por isso que se encontra muito próxima a possibilidade de que uma tal oposição ou uma confluência de fatores contrários cause um acidente, criando uma situação que, efetivamente, retenha o Obreiro, não podendo ele dela desvencilhar-se diretamente. 
Isto significa perda de tempo e perda de energia, significa estagnação no Grande Processo de Salvação do Mundo e da humanidade.

Vemos, assim, que para o candidato existem três perigos:

Primeiramente, o perigo de uma ligação magnética funesta, em segundo lugar, o perigo de perseguição, e assim um marcar passo, e em terceiro lugar, o perigo de uma séria estagnação.
Compreendereis certamente que o Obreiro, quando conhece esses perigos, quando sabe de antemão que esses perigos o espreitam, pode prevenir-se contra eles. 
 Estará de guarda, e assim nada de mau poderá atingi-lo, já porque ao lado dos três perigos ele conhece as quatro Forças da Graça.
São as quatro Forças que, dia a dia e passo a passo, o acompanham.
Em primeiro lugar, acontece que o Irmão ou a Irmã do Santo Graal, ainda que algo aconteça por sua vontade ou aconteça inconscientemente, não será apanhado por uma ligação desarmoniosa, perseguição ou estagnação. 
 Em segundo lugar, a Gnosis garante a impossibilidade de uma injúria. 
 Daqui resulta que todo participante da Vida Universal, seja qual for o lugar em que ele possa estar, em razão de sua missão, conserva completa e direta participação na Vida do estado da Alma Vivente.  
Não pode existir nenhuma separação para aqueles que foram recebidos na Coletividade das Almas.

Em terceiro lugar, o Obreiro possui o poder de discernir os espíritos, e depois poderá provar, antecipadamente, todo espirito, se ele provém de Deus ou não.
Em quarto lugar, o Mago Gnóstico possui, como coroamento, a graça do Poder da absoluta inexpugnabilidade
 Por isso que os Obreiros que aprenderam inteligentemente sua tarefa e sua missão no processo de salvação da Alma, e se encontram na Senda do Serviço para o Mundo e para a humanidade, possuindo as quatro Forças da Graça, não precisam ter medo algum dos três perigos fundamentais supra mencionados.

Sem dúvida alguma, levarão sua tarefa a um bom final.


FIM 



Post. e Formatação:
Semeador de Estrelas

Fonte: A Fraternidade Virtual Eu Sou Luz trás aos irmãos neste mês de dezembro de 2003, mais um presente inédito em sua biblioteca virtual. www.eusouluz.rg3.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...