21/02/2012

Apolonio de Tiana - O NUCTEMERON - 10ª Hora

DÉCIMA HORA

"Ela é a Chave do Ciclo Astronômico e do movimento circular da Vida dos homens". 

"Apolônio de Tiana é praticamente um desconhecido da maioria das pessoas, mesmo daquelas que têm uma boa formação religiosa.
Aparentemente parece estranho que uma figura tão relevante não seja citado nos livros que versam sobre religião, somente aparecendo o seu nome em documentos secretos e em alguns poucos livros de ocultismo".

Em nossa exposição sobre o Nuctemeron de Apolônio de Tiana chegamos à Décima Hora, a décima fase do Caminho do "vir-a-ser", do Homem Divino.
O texto desta Hora diz: 
"Ela é a Chave do Ciclo Astronômico e do movimento circular da vida dos homens."


Explicamo-vos, tanto quanto possível, o significado da Nona Hora, e vimos como o homem, que se tornou apto para o Sacerdócio Gnóstico, ingressa no Jardim dos Deuses, a fim de salvar todo, a fim de salvar todas as coisas que se degeneraram nesse Jardim, e que ameaçam perder-se, renovando-as e fazendo-as retornar ao Lar. 
Ao mesmo tempo, referimo-nos aos Poderes que o Mago Gnóstico deve possuir para semelhante consecução.  
Esses Poderes constituem uma "Chave", capaz de abrir todas as prisões.
Atravessando a Nona Hora, o candidato se encontra perfeitamente equipado para a sua tarefa como Obreiro na Grande Vinha.
  O número nove, visto de acordo com a Magia, é o último dos números, é denominado o Número do Homem, como certamente deveis saber, ele é o Número da glorificação e da consecução, e por isso libera grande força.
Assim, compreendemos que o número dez significa um Novo Ciclo, significa o desdobramento de uma nova série de desenvolvimentos num Plano Superior. 
Por outras palavras, abre-se diante de nós, que procuramos ver de fora o Grande Caminho do Desenvolvimento, uma ampla perspectiva relativa à poderosa extensão do trabalho dos Filhos de Deus.
Na Décima Hora torna-se necessário para o Obreiro que ele veja, de um modo geral, as manifestações degenerativas em sua interligação, e não tanto em seus detalhes.
 Para tanto, ele recebe a Chave do Ciclo Astronômico e do movimento circular da vida dos homens.
Para tornar-vos compreensível a Décima Hora, precisamos remeter-nos às leis e às forças, das radiações, as quais regem e guiam o Grande Espaço da Sétima Região Cósmica.
São as Radiações-Força do poderoso Reino Natural, radiações-forças que traçam suas trajetórias circulares, e assim, em ciclos que se diferenciam um do outro, crescem e descressem em atividade. 
Poder-se-ia designá-las como a Grande Alma do Espaço Natural, e na Cosmologia Gnóstica, essas Radiações recebem a denominação de Eões. 
Estes Eões naturalmente atuam, cooperando um com outro.
 O quadro externo dessa cooperação ainda pode ser caótico para a nossa compreensão, ou pode estar cheio de tensões e atritos, porém é um fato que essa cooperação é absolutamente necessária, e em seus resultados, não apresenta falhas.
 Mediante essas forças- radiação, ligadas à única lei, e que dela se explicam, a Sétima Região Cósmica mostra o seu inegável objetivo, isto é, o de ser o Jardim Alquímico ou a Oficina, o Jardim dos Deus, do total espaço Intercósmico.
Suponde que entrais num laboratório alquímico e que estais diante de muitos alambiques e retortas, cheios de pólvora e de soluções de toda espécie e de todas as cores.
 Dentre essas pólvora e soluções há as que são altamente perigosas, altamente venenosas e explosivas, caso se as manipulassem e aplicassem sem conhecimento e sem a correspondente finalidade, portanto não de acordo com a Lei.
 Resultaria naturalmente, a maior desgraça. 
 E por isso devemos dizer que esses preparados são maus? 
São ruins? 
Certamente que não!
Eles são impessoais, completamente neutros. 
 Eles possuem uma força, uma possibilidade, uma natureza.
 E esta força pode realizar o objetivo se for aplicada em sentido salutar e libertador, e isto quando aquele que a aplica, conhece o objetivo e o anela.
 Neste caso, pode se manifestar um bem e uma verdade superiores.
 Por isso, aquele que utiliza a Força, aquele que determina a Ação, o alquimista, o homem, é aquele que leva os Eões (Eões, seres entre Deus e a matéria, possivelmente a energia entre os átmos, quem sabe "a teoria das cordas". Alguma coisa que liga matéria ou particulas atômicas, não consegui uma melhor definição. S.E) a serem maus.
 É o alquimista que desata o Bem e o Mal. 
E por isto que, desde os primórdios, foi vedado aos alquimistas comerem da Arvore do Conhecimento, do Bem e do Mal, em sentido experimental ou científico, porquanto, por assim terem feito, o Fogo (energia)foi atiçado na Sétima Região Cósmica, e, segundo o nosso modo de ver e a nossa experiência, o Bem e o Mal foram desencadeados.
Não se deve então liberar o superior atributo da Força alquímica? 
 Sim, deve-se, e para isto, foi convocado o Filho de Deus, desde que, em perfeito saber e por impulso interno, se submeta à Lei e à Direção Única da Arvore da Vida, que está no meio do Jardim. 
 E assim podeis conceber como o "Fogo" foi inflamado no Espaço, bem como as Flamas da desarmonia e da violência, e como surgiu uma reação em cadeia, em cujo desenvolvimento, um fogo desencadeou outro.(Ação que gera a reação)
 E, desse modo, patenteou-se no Universo a "Ira", a Maldade, e assim surgiram Eões bons e maus
Inúmeras entidades, enquanto se ocupavam com a manifestação de suas formas, foram apanhadas pelo jogo das flamas e mergulharam na degeneração. 
 A Maldade adquiriu força e tornou forma nos átomos. 
Assim, como um afogado anela, deseja ar, assim também, manifestou-se anseio pelo Bem, pela Segurança, por Paz, Equilíbrio e Amor. 
 E o homem, apanhado por essa infelicidade, foi atirado entre o Bem e o Mal. 
E não conheceis o lamento de Paulo: "Quando quero fazer o bem, faço o mal!?"

E assim temos o Inferno da dialética, o qual nos apanhou e se entranhou em nós, e isto porque o Universo da Sétima Região Cósmica crepita no Fogo Ímpio
E podemos perguntar: como é possível que em tais condições todo o Espaço com todas as suas criaturas não tenham perecido?
Porque os Filhos de Deus intervieram nesta Ordem-llusão Eles dividiram o Espaço em duas partes, numa permanecendo a Ordem Divina, e na outra manifestando-se a Ordem Ilusória, com o seu Bem e o seu Mal, assim informam os antigos relatos. 
 Este último espaço foi isolado.
 O verdadeiro Paraíso, o Jardim dos Deuses tornou-se completamente inacessível aos "filhos da desobediência.
Não poderiam os Filhos de Deus ter feito com que a totalidade do espaço tivesse voltado à condição original?
É evidente que tinham o poder para fazê-lo. 
 Mas, se tal tivesse acontecido, então as inúmeras entidades, que foram vitimadas pela Impiedade, e por conseguinte, ficaram completamente desorganizadas, não seriam capazes de participar da restauração, se retivessem a correspondente Nova Natureza de sua manifestação, e assim ter-se-ia criado nova desgraça.
Por isso O Legítimo foi separado do Falso, e este, com tudo que nele havia, foi encerrado numa Ordem de Socorro e submetido a um Plano de Salvação, a um sistema de Sete Leis de Radiação, para que a Verdadeira Vida pudesse, através de um Processo, libertar-se da Morte e da necessidade. 
Foi submetido a um Plano, para que a Verdadeira Vida pudesse libertar-se, através da atividade da Luz que, como uma Estrela de cinco pontas, com sete qualidades, irradia para dentro da Noite de nossa Existência Isolada.(Nota. S.E. Vejam isso aqui, a Estrela que chega, e como nos foi dito agora em nossos dias pelos Aciões e Estrelas de Maria, "A Estrela que anuncia a Estrela". A estrela que anuncia, já passou a pouco e agora Aivanhov diz que em Março de 2012 passa a Estrela)."
A Luz é denominada a Estrela de Belém.
 Por isso que os Irmãos da antiga Fraternidade evocavam, uns para os outros, as belas e magnificentes consolações de Belém, isto é, a Transfiguração, a grande Restauração mediante a Luz Libertadora.
 E quem ingressa na Décima Hora, recebe a Chave do Ciclo Astronômico e do movimento circular da Vida dos homens. 
Ele se torna um "Cooperador" da Estrela de Belém, um Cooperador do Corpo Vivo da Gnosis.
O que significa a posse dessa Chave?
O que tem ela em mira?
O gênero humano decaído encontra-se, em sua grande parte, tomado pela Maldade, de modo que, de muitos, pode se dizer que a carreira de sua vida está sob o Signo do que é demoníaco.  
Quando são tocados pela Luz de Belém, e neles desperta "nova possibilidade", então aparecem os esbirros de Herodes, os matadores de crianças, para, sem demora, aniquilarem o que foi iniciado.
 Outro aspecto dos homens nascidos da natureza é a cobiça, cobiça ilimitada, cobiça que em parte resulta do Medo, e em parte da eu-centralizacao petrificada. 
 Inúmeras pessoas existem que se iludem, quando dizem que realizam "verdadeira atividade."  
Elas se imaginam criaturas de geração divina, e dão forma e expressão a essa ilusão. 
No entanto, elas não sabem que, comparadas aos Homens de Geração Divina, para a qual também elas são convocadas, são como "cães".  
Todas essas pessoas rendem hornenagem ao Ônix, tão bem conhecido na magia.   
Talvez seja do vosso conhecimento que o ônix, em sua forma mais pura, apresenta listras brancas e pretas.
 Como tal, o onix é um símbolo do Bem e do Mal, bem e mal desencadeados na Natureza da Morte.
O homem nascido da natureza, continuamente é jogado de um lado para o outro, porque os aspectos branco e preto são sempre relativos, permutáveis entre si ("Quando quero fazer o bem...")
Em seguida, descobrimos que o "campo de respiração" (campo áurico) do homem nascido da natureza está cheio de vampiros, os quais encontram-se ativos em suas práticas repugnantes, e como conseqüência, em todo o estado de vida natural mostra-se uma luz profundamente falsa, procurando, sem descanso, pôr-se no lugar da Estrela de Belém.

 Por conseguinte, quem, como Obreiro, revestido de Poderes, abrange na Décima Hora tudo isso, compreende que não tem nenhum sentido ver o homem decaído unicamente como entidade isolada, como indivíduo, e auxiliá-lo como tal, mas compreende que, ao mesmo tempo, devem ser atacadas, processualmente, as condições cósmicas de seu campo de vida. 
 O fato é que o homem não pode ser nada mais do que é em razão de seu aprisionamento no calabouço das Forças Naturais desarmoniosas que foram desencadeadas.(Not.S.E. Outra revelação de Apolonio, não podemos ser mais do que somos, por estarmos presos em compos magnéticos, criados pelas forças desarmoniosas; os "envelopes que agora se rompem" com a chegada da Estrela, nos dizem os Anciões, e isso dizia Apolonio a 2000 anos).
 Por isso que a Luz de Belém(Estrela) traz suas Atividades Sanadoras, uma de cima para baixo, por meio da atividade das Leis da Radiação, isto é, a Atividade Regeneradora para a obtenção de relações cósmicas modificadas, as quais, unificarão o "espaço Isolado" com o Espaço da Árvore da Vida. (not.S.E. Tambem nos é dito hoje, que nunca mais estaremos isolados da Fonte, da Arvore da Vida, e seremos Unificados, estaremos na Unidade mesmo em corpo de carbono. Todos nos dizem isso, Anael, Irmão K, Maria, Aurobindo etc... e Apolonio o disse a um bom tempo).
Com base nisso, diz-se que Cristo, mediante o emprego dessa Atividade Regeneradora, vence  o Mundo, que Ele baniu o pecado do mundo, e que o Mundo foi entregue a Ele.
Ao lado desse auxilio de cima para baixo, existe a atividade de baixo para cima a serviço do Homem, considerado individualmente, serviço em prol do homem que, sinceramente, busca a Luz de Belém.

E assim, compreendereis que através daqueles que receberam a Chave do Ciclo Astronômico e a Chave da Décima Hora, cada entidade decaída será elevada à Luz Universal, que as "Flamas do Fogo Cósmico" da impiedade serão apagadas, que toda ilusão será dissolvida em névoa, e aquilo que é demoníaco de fato se mostrará como inexistente. 
 Este é, por conseguinte, o abençoado segredo da Décima Hora.

Que em breve possam descer sobre vós as belas e magnificentes Bênçãos de Belém.


Continua - Décima Primeira hora -
Em formatação





 Post. e Formatação:

Fonte: A Fraternidade Virtual Eu Sou Luz trás aos irmãos neste mês de dezembro de 2003, mais um presente inédito em sua biblioteca virtual. www.eusouluz.rg3.ne

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...