02/05/2012

Espiritualidade Entre os Sexos - Carta de Cristo

Imagem Google
O HOMEM E A MULHER

Transcrevo aqui um pequeno trecho da 4ª Carta de Cristo pag.15/16,17 e 18 do site, equivalente no livro as pags. 150 a 154, onde Ele fala do sentido da existencia do homem e da  mulher, seres feitos da mesma essência, com funções diferentes, mas que se complementam um ao outro - (S.Estrelas).

TRECHO DA 4ª CARTA DE CRISTO.
 
A espiritualidade mais elevada entre os sexos ocorre quando o homem e a mulher podem estar nus juntos e em paz, num estado de reverência mútua de alma, mente, coração e corpo.
Em tal espiritualidade, a única coisa que um sente pelo outro é amor e consideração pelo bem-estar do outro.

É a partir de tal AMOR e CUIDADE, delicado e compassivo, que virá uma união em êxtase que poucos seres experimentam - e , se houver intenção, uma criança de incomparável beleza de corpo e mente será concebida.

Nos séculos vindouros, quando as pessoas tiverem começado a evoluir espiritualmente em cada nível de sua condição humana, tal amor entre os casais será considerado normal - e o tipo de sexo egoísta que busca tão somente a satisfação física, como o que se prática neste momento, será visto como absolutamente degradante - e tão repugnante quanto o estupro.

No presente momento, o caminho espiritual mais elevado a surgir em relação aos sexos é reconhecer e respeitar a percepção de que:

* Os homens e as mulheres foram criados para realizar tarefas especiais na vida, adequadas à sua natureza fundamental.
* O homem engravida a mulher. Sem a boa vontade e a ajuda da mulher, o homem terminaria seus dias - sem descendência - sem um ser humano para continuar seu nome.

Portanto, o homem deve tratar a mulher como completamente igual, mas nascida para realizar diferentes responsabilidades.
Deve dar a ela o maior respeito, amor e proteção - a todo o momento, - para que ela seja quem dá a forma visível ao que primeiro se concebe na mente.

Quando um mulher recebe um espermatozoide que se une com seu óvulo na parte mais oculta de seu corpo, acontece um milagre para o qual você, homem, não colaborou em nada, a não ser o seu esperma de prazer - o que é sua recompensa.
Você apenas poderá contribuir par manter a saúde e o desenvolvimento normal do "milagre" ao qual tenha dado vida dentro do corpo de sua companheira, pelo seu constante amor e cuidado para com o seu bem-estar e saúde e protegendo-a de todo dano externo ou emocional.
Esta é sua responsabilidade masculina.

Somente assim você merecerá permanecer ao seu lado, como pai de seu filho.
Se você falhar nisso, não terá valor como pai da criança e não terá valor para si mesmo como um homem nascido para manifestar sua espiritual "Consciência Divina do Pai" em sua vida física.

Um homem que maltrata uma mulher que carrega o seu filho, que a trata com desprezo, que dirige para ela palavras e gestos grosseiros e brutais, esta violando a mais fundamental Lei da Existência, segundo a qual o homem e a mulher devem estar unidos na igualdade do Ser Divino.
As mulheres que são respeitadas, amadas e protegidas devem igualmente respeitar, amar e oferecer repouso de espírito e corpo ao seu companheiro, nutrindo a capacidade que ele tem de dar-se a ela.
Uma mulher que não nutre o seu companheiro de maneira solícita, com ternura e amor, está privando o seu espírito masculino da vontade de perseverar ao enfrentar as dificuldades que encontra no mundo exterior. 
Ele buscará seu consolo em outra fonte - homens ou mulheres - bebida ou drogas - ou isolando-se dentro do lar, o que não será de nenhuma utilidade para sua companheira ou para os filhos.
Logo, homens e mulheres têm a mesma responsabilidade de cuidar e amar um ao outro.

Assim como o Homem deve aprender a canalizar, diariamente, o "Aspecto-Pai" da Consciência Divina na família e no trabalho, do mesmo modo a Mulher deve aprender a expressar o "Aspecto-Mãe" da Consciência Divina em sua vida diária.
O acesso aos Reinos Celestiais será negado àquele que negam esta Verdade, até que tenham aumentado sua percepção espiritual e, com a ajuda da oração, tenham mudado suas atitudes.

Somente quando sua visão tiver se elevado acima da percepção humana terrena de "masculino e feminino", - e ido além de seus desejos terrestres e dos impulsos do ego, - em direção à Realidade da qual adquiriram seu "ser", poderão escapar da roda da reencarnação e encontrar a entrada para a Felicidade e a Glória definitivas.

Se dentro de uma cultura a mulher é considerada simplesmente uma "posse", um objeto dos desejos do homem e não é tratada como uma mulher, absolutamente igual ao homem, tal cultura não compreendeu a verdadeira natureza do homem e da mulher.
O homem e a mulher são duas metades iguais de um todo.

Quando o homem é solteiro e vive só manifesta somente um aspecto de sua FONTE do SER, e, quando a mulher vive só e solteira, ela também manifesta apenas um aspecto de sua FONTE do SER.

A INTENÇÃO DIVINA  da CONSCIÊNCIA UNIVERSAL foi a de expressar SUA própria totalidade através da criação, ao individualizar, na forma física, cada um dos dois aspectos de SI MESMO igualmente equilibrados, e depois voltar a uni-los na forma física, a fim de que eles experimentem a unidade e a totalidade da CONSCIÊNCIA DIVINA, de onde originalmente obtiveram a sua individualidade.

Ao  unirem-se no amor e unidade de espírito e corpo, eles descobrem a alegria e o êxtase da CONSCIÊNCIA UNIVRSAL em equilíbrio. (Todo esse processo é exposto claramente nas CARTAS 5 e 7).
Portanto, a combinação da masculinidade do homem e a feminidade da mulher são essenciais para forma uma "totalidade" elaborada a partir da FONTE do SER. 

Desta combinação forma-se uma criança íntegra.

Quando estive no deserto da Palestina, primeiro compreendi que a natureza primordial da Criatividade da CONSCIÊNCIA UNIVERSAL, nossa FONTE do SER, era a INTENÇÃO. 
A Intenção de criar, planejar e desenhar - e depois levar adiante esse projeto, ao cultivá-lo, curá-lo, protegê-lo e satisfazer todas as suas necessidades de maneira disciplinada.

Tanto o homem como a mulher evoluiu em forma física e em consciência para experimentar a INTENÇÃO e expressá-la de todas as maneiras possíveis em suas vidas. 
Este é o primeiro ato de criatividade.
Sem INTENÇÃO não haveria CRIAÇÃO.
A INTENÇÃO é a origem de - e atravessa - toda a existência.
A INTENÇÃO define a natureza da ação - amorosa ou destrutiva.

 O homem e a mulher foram individualizados para experimentar e formular a INTENÇÃO em suas vidas.
Este é o primeiro impulso da criatividade.
O homem e a mulher também foram individualizados para experimentar e expressar a FORÇA da VONTADE.

A FORÇA da VONTADE no HOMEM se experimenta e se expressa principalmente, como Atividade.
Em sua forma primitiva - ele sai para o meio ambiente para realizar sua intenção.
Portanto, ele veste o manto de líder e de buscador.
Ele foi individualizado para pensar e trabalhar, para realizar seus propósitos sem o obstáculo das emoções.

A FORÇA DA VONTADE na mulher é motivada e experimentada, principalmente, como Sentimento - a Necessidade de Nutrir a INTENÇÃO original e levá-la, decididamente, à plenitude - maturidade - através do processo de cuidar, alimentar, vestir, corrigir, ensinar e proteger.

O PROPÓSITO é totalmente distinto da INTEÇÃO, já que o propósito desce do plano mental da intenção e se transforma num impulso emocional, num desejo de formular "um meio de alcançar o fim desejado"

Uma "INTENÇÃO potente para fazer algo", converte-se no PROPÓSITO que está por trás de toda a existência.

Dessa maneira, combinam-se o pensamento com o
 sentimento para realizar o trabalho da criação.
Por causa de sua mobilidade masculina e seu impulso de liderança, o homem considerou-se superior à mulher.
Isto é porque ela permanece estável, criando segurança para o homem.
Mas o impulso feminino é o impulso do amor incondicional, um impulso digno do mais alto respeito e consideração que a capacita para florescer e realizar seu propósito inato dentro do lar em paz mental e com alegria.
O papel do homem é o de prover segurança física e meios materiais de subsistência para a família.
O papel da mulher é o de prover segurança emocional e os recursos emocionais para a realização pessoal e a alegria no ambiente familiar.

No passado, tanto no Oriente como no Ocidente, o homem exerceu seu papel dominante dentro do lar, tornado a mulher submissa e obediente à sua vontade.
Ao fazer isso, desviou e distorceu as energias de Consciência Divina e as canalizou através de sua mente e coração, para uma civilização distorcida.

Ele também distorceu a consciência da mulher, infundindo nela um profundo ressentimento pelo seu papel submisso, que ela sabe por intuição que não deveria suportar.
E assim, ele criou um modo de vida degradado e degradante para si e para sua companheira, inteiramente em conflito com a NATUREZA de sua FONTE do SER.

O fato de que a mulher tenha sido levada a exercer seu impulso masculino de agressividade para expressar sua igualdade do ser, a fim de ganhar o respeito que merece dentro da sociedade, significa que a sua civilização tornou-se totalmente desestabilizada e doente. 
A mulher, por desespero, está usurpando o papel masculino, mas ao fazê-lo está frustrando a intenção por trás da criação.

O homem e a mulher perderam completamente seu rumo.
Nos países subdesenvolvidos, as pessoas vivem somente pela metade, tentando solucionar a divisão entre o homem e a mulher através do sexo casual.
Como consequência, o homem e a mulher ficam ainda mais divididos e insatisfeitos.
O conflito na unidade familiar (Nota: S.Estrelas - Notem que aqui ele fala em unidade, união entre homem e mulher num processo de harmonia e fluxo de energia, Ele não esta falando de casamentos, que é outra distorção e alienação da espontaneidade etc.) gera estresse, miséria e separação, mesmo vivendo sob o mesmo teto.

Nos países "desenvolvidos", os consultórios psiquiátricos estão cheios de pessoas e crianças infelizes que dizem não saber realmente quem são, ou qual é seu propósito na vida.
Fazem esta pergunta aos "especialistas", que também não sabem a resposta.

 Palavras de CRISTO.

O texto continua, reproduzi uma pequena parte da 4ª Carta, onde é exposto o sentido dos sexos masculino e feminino em sua originalidade e suas funções naturais a que foram criados pela CONSCIÊNCIA UNIVERSAL. 
O aqui transcrito das pag. 15,16,17 e 18, da 4ª Carta, abordagem desse assunto é  vasto.
 Para ler as Cartas de Cristo, que não são uma citação de alguém mas ditadas pelo próprio CRISTO, que retorna através dessas Cartas, nos trazendo e completando seu trabalho nesta segunda vinda a Terra depois de 2000 anos, palavras suas.

Clik no link. AS CARTAS DE CRISTO.




Post.: Semeador de Estrelas

 Fonte: Livro -  Cartas de Cristo -

"Citações das Cartas de Cristo foram autorizadas pela Almenara Editorial para este blog"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...