20/01/2014

O.M. AÏVANHOV

"É esse o tempo da Celebração".

O.M. AÏVANHOV

Transmitido por 
AIR 
19janeiro 2014


Meus caríssimos amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los esta noite.

Então, reencontra-se, ainda, eu diria, para conhecer-se bem agora, hein?

Minha intervenção desta noite visa, principalmente, eu diria, preparar a cor do que vai ser-lhes proposto durante todo esse Reencontro.

Mas, antes de começar a desenvolver, eu lhes proponho começar por um espaço de Comunhão.

[Comunhão]

Então, se querem, vou retomar a partir do que eu lhes disse quando de minha última vinda, há pouco tempo.

A Ascensão, como vocês sabem, já está aí, disseram-lhes isso; há numerosas pessoas encarnadas sobre esta Terra que testemunham isso.

Como eu disse, o que é importante é saber onde você está colocado e, como eu disse, isso não é uma corrida, não é uma competição porque, como poderia haver primeiros e últimos se o tempo não existe?

Eu os deixo, um pouco, receber isso porque, hoje, vocês aceitam o fato de que o tempo não existe, para a maior parte de vocês e, ao mesmo tempo, aceitam o fato de que haja primeiros e últimos.

Então, está certo, disseram, Cristo disse, mas Ele disse, também, que os primeiros seriam os últimos.

Isso significa muitas coisas que nós já desenvolvemos, e isso significa, igualmente, que não há primeiros e últimos quando o tempo não existe.

De fato, você corre no lugar.

É, como eu disse, de nosso ponto de vista, um pouco, uma corrida de caracóis.

Não que vocês sejam todos lentos, não é o que eu digo.

O que eu digo é que é o tempo que não existe, estamos de acordo?

Então, durante numerosos anos, permitiram-lhes, através de nossas mensagens, perceber algumas coisas, não na ideia de permitir-lhes compreender o que havia a vir, mas compreender o que vocês viviam.

Se você procurou instaurar estratégias em função do que nós dissemos, então, é que nada foi compreendido.

Hoje, tudo foi dito sobre como juntar-se à Existência, como juntar-se à sua Eternidade, como colocar-se além, mesmo, da Criação, no que nós chamamos o Absoluto.

Então, poder-se-ia voltar a falar de novo e de novo.

É o que é feito há séculos, por todos os Seres despertos que tentaram partilhar com vocês o que eles viviam.

Hoje, não se está mais aí, porque a Luz está mais à sua porta, ela entrou pela porta, ela levou a casa.

Não há mais, mesmo, questão de tapete ou não tapete; resta-lhes apenas ver onde vocês querem colocar-se.

E, eu diria, isso, aqueles que viveram o reencontro com o Espírito, de uma maneira ou de outra, podem testemunhar.

Há um tempo, eu diria, de adaptação e, sobretudo, o que acontece em seguida é a revelação da Graça na matéria.

Portanto, para resumir, há um tempo para juntar-se ao Espírito, para viver na Existência ou no Absoluto, e, em seguida, vem o tempo de atualizar a matéria.

É isso ser Ancoradores de Luz, no momento em que vocês se tornam Transparentes, em que não contribuem mais na implantação do espaço e do tempo.

E, contudo, vocês navegam nesse mundo sem qualquer problema, mas a única coisa que vocês ali veem é o fluxo de Amor, a única coisa que vocês nutrem é o fluxo de Amor.

É esse o tempo da Celebração.

Não é fazer a festa esperando que um cometa ou outro venha fazer o trabalho de dissolver a ilusão, em vocês, em seu lugar.

Porque, eu lhes disse: mesmo uma vez que toda a ilusão for dissolvida, há quem continuará no próprio mundo a criar véus para tranquilizar-se ou para continuar a experiência tal como eles a vivem.

Isso, disseram-lhes, é, estritamente, sua liberdade.

Então, quando eu digo que se está no tempo da Celebração, que se está no tempo, poder-se-ia dizer, da espiritualização da matéria, está-se no tempo em que vocês recebem a Água do Alto, tudo isso, na realidade, é a mesma coisa.

Se vocês compreenderam o que é a matéria, se compreenderam como se colocava o Espírito e a matéria, como se colocavam os Elementos, vocês compreendem que tudo isso quer dizer a mesma coisa.

Então, eu vejo que começam a pôr um pouco na estrada a pequena bicicleta (mental).

Então, muito mais rápido, porque um caracol na bicicleta, isso não vai muito rápido...

O que eu queria voltar a dizer-lhes – porque isso já foi dito em numerosas vezes – é: aliviem-se, vão para mais Simplicidade, porque a Luz é Simplicidade.

Isso, numerosos intervenientes disseram-lhes.

Mas todos os testemunhos de Absolutos com forma dizem: é muito, muito simples!

Então, se você procura compreender o que isso quer dizer, é muito simples, você já está num muito simples que é muito complicado.

Disseram-lhes, também: Fique Tranquilo.

Mas, quando vocês procuram Ficar Tranquilos, quando é a personalidade que procura Ficar Tranquilo, na realidade, não está, verdadeiramente, Tranquila.

É um pouco como a personalidade que procura a Simplicidade.

Então, ela vai procurar colocar-se na Simplicidade e, depois, ela vai observar se está na Simplicidade.

Então, aí, é muito complicado.

Eu gostaria, simplesmente, de colocar-lhes uma questão, e ela poderá estar um pouco presente durante todo esse Encontro:

Será que vocês têm a mínima chance de compreender como funciona seu mundo, do ponto de vista da ilusão, como funcionam todas as esferas de interferência?

Será que vocês têm uma chance de compreender como funciona toda a organização entre a pessoa e a Alma?

Será que vocês têm uma chance de compreender como revelar todos os poderes da Alma?

Será que você tem uma chance de compreender como retornar a Alma para o Espírito?

São muitas coisas a compreender, não?

Então, vocês têm a escolha: ou tentam, ainda, compreender, porque não reconheceram, ainda, que é sem fim, é para divertir a galeria isso, compreender; ou vocês renunciam e vivem, simplesmente, o que está aí, como uma criança a quem se diz: «isso está bem, isso não está bem», uma criança que olha um pouco perplexa como tudo isso funciona, sem procurar compreender, tampouco.

Vocês acreditam que, quando uma criança vai começar a falar, é porque ela compreendeu como se formavam os sons com a boca e, depois, como se ligavam as palavras e, depois, como se acentuavam as frases?

Vocês acreditam que é assim que isso funciona?

Uma criança tenta um som, ela o repete, depois, outro som, e assim por diante.

Quando ela encontra um som, ela o explora, porque ela está viva agora.

Então, fiquem com o vivo em si, fiquem na Simplicidade.

Mas, se vocês o fazem porque há um velho físsil que lhes diz isso, então, vocês não estão mais na Simplicidade.

Vocês o fazem se reconheceram que não podiam compreender tudo.

Não é preciso acreditar na minha palavra.

Não é preciso acreditar nos outros, tampouco, hein?

Então, eu concluirei minha intervenção, simplesmente, dizendo-lhes que, se vocês procuram separar uma parte do que vivem do resto, dizendo-se que isso não é importante ou isso não é a Luz, ou que isso é pior do que o vizinho, então, onde está a Simplicidade e como pode revelar-se a Graça?

A Graça abraça tudo, absolutamente tudo.

Então, penso que vou ficar aí, por esta noite, para manter-lhes um pouco de suspense para o resto do Encontro.

Então, já, vocês sabem disso, há Osho que vem amanhã.

Ele vem falar-lhes da segurança.

Amanhã pela manhã vocês terão uma Meditação Vibral, que será portada pela Estrela Anna.

Aí está.

Para o resto do programa, veremos mais tarde.

Esperando, eu lhes digo: recebam todo o meu Amor, todas as minhas bênçãos, e até amanhã.



Post. e Formatação

http://semeadorestrelas.blogspot.com/


Tradução e Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...