15/05/2014

OS CONTOS DE FADA DO TIBETE - Parte II -

"Para nós, os orientais, a telepatia não é
 um mistério, mas um fato banal". 
"Enquanto vocês estão preocupados em
 conquistar o mundo para construir o seu 
império material, nós desenvolvemos 
outras faculdades".

Encontro com o 
Sr. Bhodyoul

- Parte II -

A GUERRA MÁGICA 
Autor:
Joël Labruyère 
INTERROGANTE: Há uma literatura abundante sobre os mestres secretos da Loja do Tibete. Quem está no círculo interno desta Loja oriental? E qual é o propósito?

Sr. BHODYOUL: Eu descobri essas coisas durante as minhas pesquisas no ocidente, pois os meus amigos tibetanos são tão ignorantes sobre a sua religião como os cristãos sobre a deles. 

Eu não fui então ajudado nesse lado, mas, com o recolhimento, por vezes me vêm lembranças da juventude que esclarecem o lado escondido da cultura na qual eu fui criado.

Eu posso dizer com certeza que as lendas da "Grande Loja Branca" dos iniciados do oriente são um engodo, pois uma confraria secreta que se exterioriza publicamente, isso não existe! 

Podemos dizer, no máximo, que ela pode revelar a sua existência antes de se transferir para outro nível. 

Todos aqueles que afirmam ter estado em contato com a "Loja dos mestres do Tibete", e que se intitulam "discípulos dos mestres", foram ludibriados pelos intermediários. 

Inegavelmente, há uma fraternidade secreta que vigia a humanidade, mas não é do tipo que imaginamos em função do nosso condicionamento religioso infantil. 

Os seus objetivos secretos não vão na direção do nosso idealismo. 

Quanto ao idealismo, vamos ver como a chamada "Grande Loja Branca" utiliza o nosso sentimentalismo, fazendo-nos sonhar com uma série de ilusões românticas lançadas na atmosfera a partir do topo do mundo.

Eu afirmo e eu posso demonstrar que os rituais do budismo tibetano são magias negativas, e que as repetições lancinantes das invocações tem um objetivo específico e, eu diria, uma função científica. 

O que eu descobri foi corroborado por alguns clarividente, aliás, muito raros.

A organização do lamaísmo é centralizada e hierarquizada para atender aos padrões de magia coletiva, as técnicas de meditação e de visualização não têm a intenção de libertar o mental, mas de emitir ondas de energia que são cuidadosamente canalizadas e propagadas na Terra.

Trata-se de uma gigantesca central de produção energética empregando dezenas de milhares de organismos humanos perfeitamente preparados, a fim de gerar um fluxo telepático a partir do teto do mundo, o que é uma situação excepcional para verter as ondas para o ocidente. 

Esta estação transmite, há séculos, na frequência das nossas aspirações e dos nossos ideais. 

Eu vou explicar como isso funciona, pois se trata de uma ciência exata.

INTERROGANTE: Você pode ali ir. Nós tentaremos acompanhar, mesmo isso requerendo um esforço. Pelo que você me disse, esta ciência é a chave absoluta para compreender a função de uma hierarquia sacerdotal.

Sr. BHODYOUL: A pureza do ar das alturas do Himalaia é particularmente condutora para transmitir sinais telepáticos de qualidade. 

Esses sinais são impulsionados com força, graças aos rituais repetitivos que acontecem dia e noite há vários séculos. 

É por isso que existe uma dupla hierarquia: aquela dos iniciados da “Grande Loja Branca” que selecionam o conteúdo das mensagens, e aquela dos lamas que dinamizam essas emissões telepáticas pelos seus exercícios espirituais, sem conhecer o verdadeiro sentido.

As milhares de cidades-mosteiros, que atraíram até 800 mil monges nos altos platôs do Tibete, tinha um outro objetivo além do estudo dos sutras e da meditação na vacuidade.

 É a maior empresa de propaganda de todos os tempos, mais potente do que o Islã ou Roma, pois o lamaísmo tem trabalhado em segredo

O verdadeiro poder é um poder secreto.

INTERROGANTE: Antes de prosseguir, se falamos de semelhança dos meios e dos objetivos entre os lamas e os Jesuítas, isso é por que eles utilizam as mesmas técnicas de visualização. 

Este método de projeção mental seria a base do sistema de conquista telepática dos ocultistas orientais?

Sr. BHODYOUL: Isso é verdade.

 Os exercícios de Inácio de Loyola são calcados nas técnicas de ioga tântrico indiano que foi adaptado pelo lamas.

Além disso, o processo de despertar que se aplica a Loyola durante a sua "iluminação" foi baseado na técnica tântrica de sublimação da energia sexual.

 Isso nos mostra que Inácio de Loyola, o santo venerado pela igreja católica, é, na realidade, um iniciado vindo do oriente para realizar uma missão dentro do catolicismo.

Depois de ter fundado a sua ordem em Roma, no século XVI, Loyola envia imediatamente missionários à Índia, ao Japão, à China e ao Tibete para completar o circuito. 

Isso explica por que os Jesuítas foram bem acolhidos nos mosteiros, a partir do século XVII.

 Eles encontraram as suas raízes de alguma forma.

Seria preciso pesquisar se Tsongkahapa, o fundador dos Gelugpa (os boinas amarelas), dos quais o Dalai Lama é o chefe, não foi encarnado na pessoa do próprio Inácio Loyola depois de ter estabelecido firmemente o seu sistema de lamaísmo reformado no modelo da hierarquia católica. 

Loyola nasceu na Espanha por volta de 1490, ou seja, 70 anos depois da morte de Tsongkhapa (1419), que é um tempo aceitável para a reencarnação de um tulku.

 Acrescentando que a Espanha é a porta de entrada para os espíritos que vêm de outras civilizações quando eles se encarnam pela primeira vez na Europa.

 É preocupante constatar o quanto a reforma de Tsongkhapa, o fundador do lamaísmo moderno, é semelhante à ordem ultra centralizada de Inácio de Loyola.

Um recorre a Buda e o outro a Jesus com um dogmatismo e um desejo de dominação bastante semelhantes, enquanto que as suas respectivas práticas não são nem budistas, nem cristãs, mas estão enraizadas no yoga e no desenvolvimento de poderes psíquicos.

É de se notar que estes dois grupos têm trabalhado com estratégias aparentemente opostas, como se estivessem competindo, o que certamente faz parte de um plano coerente do mais alto nível. 

De fato, enquanto o Vaticano lançou suas tropas em todo o mundo para fazer conversões pela espada, por outro lado, os tibetanos têm trabalhado de forma estática, concentrando-se no teto do mundo, a fim de espalhar a sua influência por telepatia.

Hoje, eles desceram para a planície a fim de completar a sua grande obra.

 Eles fundaram centros em todos os países do mundo.

 Aqui está ao que pode servir o exílio, à imagem da diáspora judaica que se estendeu em uma rede internacional que os rabinos controlam pela Lei mosaica e pelo Talmude.

 Os lamas tibetanos estão agora instalados em todos os países, embora ainda sendo um punhado de refugiados sem recursos​​, há cinquenta anos. 

Mas, o dinheiro não está faltando.

INTERROGANTE: De onde vem este dinheiro?
 Por que é preciso muito para manter milhares de monges não-produtivos e pagar a pensão das eminências do lamaísmo que têm o nível dos bispos, mantendo um gigantesco parque imobiliário de mosteiros e de centros culturais.
 Eles têm se beneficiado de tratamento especial, como se uma organização fantasma desviasse os obstáculos diante deles e assinasse cheques em branco. 
Nenhuma religião minoritária é tão privilegiada porque, geralmente, as comunidades são denegridas.
 Os grupos tibetanos não estão preocupados com os caçadores de seitas que preferem se agarrar a minorias cristãs, cujas regras são mais flexíveis.
 É como se os camponeses da Borgonha, de Dordogne e da Bretanha acordassem uma bela manhã com um mosteiro tibetano no final do seu campo, e eles dissessem na hora do aperitivo: "Para a nossa salvação, ainda há santos lamas que desceram do Himalaia para nos trazer a preciosa joia na Lotus!".
A mesma coisa na Escócia, na Rússia ou na Martinica. 

Por toda parte! 

Há algo estranho, mas todo mundo acha que isso é normal, com exceção de alguns espíritos que questionam o lugar de destaque dado ao budismo das neves na fabricação de uma nova religião mundial. 

Se acreditamos nos livros tibetanos exibidos em livrarias espiritualistas, queremos nos converter à força.

Mesmo os simpatizantes do budismo sentem um mal-estar diante de uma exibição descarada. 

Quem está por trás desta publicidade tosca tão pouco em harmonia com os princípios budistas?

Sr. BHODYOUL: Procurem o financiador!

Sabemos que os americanos pagam uma anuidade para o Dalai Lama e que os "patrocinadores" Jesuítas ajudam muito. 

Isto levanta a questão sobre a fortuna dos Jesuítas.

Eles teriam bancos fundados na pilhagem do ouro dos Índios da América Central e das suas piratarias na Ásia. 

Eles também enriqueceram no comércio de escravos já que eles estavam à sombra dos conquistadores, os seus capangas servindo ao trabalho sujo. 

Mas isso nos afasta do problema real

Qual é o objetivo político da hierarquia tibetana? 

Isso é o que nós precisamos compreender.

INTERROGANTE: Você falou sobre uma variedade de "ilusões mentais" que teriam moldado a cultura global atual, em seus aspectos políticos, culturais, científicos e religiosos. Esta análise vai parecer incrível para muitos, mas, na retrospectiva, nós dizemos que não pode haver outra explicação para a virada que toma a civilização planetária com seus valores fictícios e falsamente generosos que nos são impostos pela pressão da propaganda.
Como grandes mágicos do Tibete - não importa quem eles são - eles têm sido capazes de impor comportamentos e estilo de vida que acreditamos ser oriundos da modernidade?

Sr. BHODYOUL: Eu vou responder o mais claramente possível, se você concordar em abrir a sua mente para dados esotéricos que não são admitidos na sua cultura. 

Para nós, os orientais, a telepatia não é um mistério, mas um fato banal. 

Enquanto vocês estão preocupados em conquistar o mundo para construir o seu império material, nós desenvolvemos outras faculdades.

Os poderes psíquicos de um iogue não tem nada de milagroso, basta se concentrar e não ter pressa. 

Alguns conseguem levitar e produzir outras proezas tanto espetaculares quanto estéreis do ponto de vista espiritual.

Quando vocês reúnem centenas de milhares de iogues em meio a uma organização centralizada a fim de alinhá-los na mesma frequência psíquica na ajuda de rituais estabelecidos para esse fim, vocês vão iniciar uma usina mental de potência nuclear. 

Cada iogue é levado a obter um grande poder de concentração por meio de técnicas de visualização.

 Os métodos elogiados como sistemas de meditação para acalmar a mente utilizam imagens de divindades que precisam ser utilizadas para fazer viver pela imaginação.

O lama que medita sobre a imagem de uma deusa, deve, eventualmente, vê-la como se ela estivesse em carne e osso diante dele

Depois, ele deve aprender a dissolvê-la, o que não é evidente. 

Vocês veem o alcance destes exercícios?

 É exatamente isso que fazem os Jesuítas com os exercícios de santo Inácio que foram introduzidos em todas as religiões, em paralelo com o budismo tibetano.

Quando se adquiriu este controle da mente, vocês podem facilmente imaginar os resultados que podemos obter ao reunir milhares de monges-iogues que realizam um ritual de magia, ao mesmo tempo! 

Mas o Tibete tem funcionado com centenas de milhares de iogues assim formatados, alguns de níveis desiguais, mas o coletivo emitindo uma potência inimaginável.

Isso aí não é senão a máquina de propulsão - o combustível - porque, além da usina,operadores conscientes que sabem como utilizá-la em momentos propícios, em função do curso do Sol e dos ritmos planetários.

INTERROGANTE: Isso é compreensível, mas com qual objetivo? Se for para a evolução, por que os tibetanos deram apoio a Lenin e a Hitler?

Sr. BHODYOUL: O que engana vocês é o conceito da evolução histórica. 

Há um progresso da civilização, mas ele é relativo. 

As mentes que dirigem os fluxos telepáticos atuam nos registros dos ideais de progresso e de evolução.

Eles sabem enviar comandos que nós tomamos para as nossas próprias aspirações. 

Isso vai da gama de utopias político-sociais até o messianismo, passando pelos bons sentimentos

Se quiserem manter o controle, é preciso oferecer uma ilusão positiva, mesmo se isso significar opor-se aos horrores para restaurar a esperança de um mundo melhor, ainda mais desejável.

Você menciona Hitler e é verdade que os lamas tibetanos o apoiaram. 

Os nazistas foram ao Tibete para ali serem iniciados em alguns segredos esotéricos.

 A escolha da suástica como símbolo do nacional-socialismo é o melhor exemplo. 

Mas os tibetanos traíram os sonhadores nazistas, e eles por fim contribuíram para a sua perda.

 Quanto a Lenin, ele era adepto da Loja oriental. 

Esta loja dos "mestres da sabedoria" está mais próximo de um genocídio como a maioria dos horrores que saíram do seu saco de surpresa, com, de sobra, a nova era e o ideal do melhor dos mundos.

Mas voltemos aos aspectos técnicos da central telepática. 

Há sete níveis de energia na natureza, sete qualidades desde os sólidos até o éter superior.

 Este éter superior preenche o espaço, e é de uma qualidade tão sutil que ele pode refletir as ideias.

 Nos momentos propícios, os fluxos de pensamentos são enviados para a atmosfera e são gravados no éter.

No homem, alguns centros são suscetíveis a esta frequência vibratória, por exemplo, a glândula pineal que os antigos consideravam como a sede da alma.

 É assim que o cérebro fotografa as ideias que estão no ar

Se a ideia for consistente com a sua aspiração pessoal, ela será retida pela sua consciência que se apropria dela.

Então, vocês vão ali responder por uma reflexão consciente, e vocês vão reagir a este impulso. 

Esta resposta mental vai retornar para a fonte de emissão, e é assim que os operadores verificam o efeito da sua projeção, graças à sua tecnologia oculta. 

Eu vou tentar resumir.

Esta é a primeira fase do teste.

 Uma ideia é lançada no mundo e verificamos se ela encontra um eco nas mentes-alvo que queremos influenciar. 

Quando o teste é positivo, começamos a entrever o seu impacto através daqueles que "ficam quentes" com esta nova ideia. 

Estes são os "braços", aqueles que lançam as ondas e os movimentos de opinião. 

Em seguida, enviamos uma segunda emissão telepática que será, desta vez, de natureza emocional, estimulando a qualidade do éter abaixo do anterior.

 Ele é chamado de "éter luminoso". 

Eu estou passando os termos da tradição esotérica e em sânscrito.

Para esta operação visando o nosso emocional, os rituais mágicos à base de música, de cantos, de dança, de gestos sagrados, de incensos e de outros ingredientes, serão utilizados.

A corrente será dirigida para aqueles que receberam o primeiro impulso e que reagiram positivamente na pele.

Trata-se então, para os mágicos operadores, de gravarem a sua mensagem no nosso sangue a fim de sintonizar a emoção com o pensamento. 

A cabeça e o coração são conectados com a ideia que se torna então como a nossa própria criação. 

Somos incentivados por esta "ideia generosa" e estamos prontos para agir a fim realizá-la. 

Eu resumi um processo muito complexo.

 Neste nível de preparação, a próxima fase de condicionamento é apoiada por escritores e pelos propagandistas da ideia em voga. 

Vocês podem verificar esse processo se você seguirem a evolução da sociedade através do espelho da mídia. 

Mas, sobretudo, o fato de ali dar atenção nos conecta com isso, em nosso detrimento.

Nós não queremos ficar fora do lance.

 É mal visto ser um estudioso que não está bem informado.

É mal visto ser um reacionário, etc.. 

Onde quer que formos, o que quer que façamos, a propaganda está insinuando. 

Vocês vão ver que há algo para todos os gostos e todas as sensibilidades.

No nível mais baixo da operação de influência telepática, nós somos finalmente mobilizados pelo instinto de propagação que nos impulsiona a espalhar as nossas ideias, pelo desejo básico de procriação e de sobrevivência. 

Na fase mais material, os operadores devem assegurar que a nossa alimentação seja adaptada ao resultado que eles querem obter. 

Reflitam sobre a vontade dos nossos governantes de modificar os alimentos. 

Perguntem-se agora o que escondem as manipulações genéticas dos produtos naturais.

 Isso indica o nível de condicionamento que foi alcançado no nível das nossas faculdades superiores. 

Eu lhes dou aqui a resposta para muitas questões ambientais, tais como o aumento da radioatividade tão indispensável para levar o sistema nervoso a um nível vibracional negativo.

Dessa maneira, este processo mórbido acaba por nos tornar absolutamente convencidos da verdade das ideias que nos foram injetadas de maneira subliminar e, no estágio terminal, esta operação pode nos transformar em cães policiais da ordem estabelecida. 

Eu penso naqueles que vão ler as minhas explicações iconoclastas sobre o Lamaísmo Tibetano e que vão ficar chocados! 

Eu não tenho os meios mágicos da "Grande Loja Branca" para convencê-los!

 Eu falo como um homem comum, mas eles querem acreditar apenas nas autoridades.

Eu espero que essas explicações sumárias sejam suficientes, pois eu precisaria de uma verdadeira apresentação técnica, o que seria francamente indigesto. 

Cada um pode ali refletir por si mesmo, e se ele estiver atento aos sinais dos tempos, ele vai entender o que eu quero dizer.

INTERROGANTE: É difícil, de fato, imaginar como os cérebros coordenam tal operação. Mas sabendo que se trata de mentes dotadas de faculdades sobre-humanas, podemos admitir esta maquinação. Ali refletindo, isso nos esclarece sobre a destinação real desses mosteiros e desses rituais que não víamos realmente a utilidade espiritual. Resta ainda um ponto a esclarecer, é a finalidade deste jogo.

A DECEPÇÃO DO EVOLUCIONISMO


Post. e Formatação
Semeador de Estrelas

http://semeadorestrelas.blogspot.com

Tradução para o português
e divulgação: Zulma Peixinho
Portal do Anjos.

www.portaldosanjos.net

Entrevista publicada no Centro de Pesquisas
sobre a Ordem Mundial
(C.R.O.M.):

http://www.crom.be/fr/documents/les-contes-de-fee-du-tibet-1
Publicado em 04 de janeiro de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...