31/05/2014

CONSPIRAÇÃO CÓSMICA - Parte 3 -

A GUERRA MÁGICA

Vocês não podem imaginar o pânico que domina
os Illuminati de graus elevados(...)

"Se houver uma proporção suficiente de consciências despertas,
 então a situação pode se inverter positivamente. 
Esta é a mensagem que eu queria transmitir. 
O resto é secundário." - Kevin -
Autor:
 Joël Labruyère

(Nota: Semeador de Estrelas - Posto aqui a terceira parte de uma entrevista de Joël Labruyère com o Sr. Kevin, militar aposentado do exército dos EUA, o qual trabalhou para serviços subcontratados da Agência em operações de natureza paranormal. Esta entrevista publicada no Centro de Pesquisas da Ordem Mundial (C.R.O.) traduzida e divulgada no Portal dos Anjos. Postei comentário na mensagem de Aivanhov "Os Demônios Estão Soltos e Eles Vão Gritar" onde ele cita os "Fantoches" e qual o destinos que lhes espera, tudo isso nosso velho amigo Ancião nos mostra, e esses são os mesmos agora aqui citados pelo Sr.Kevin.
O Sr Kevin, como o retrata aqui Joel, "estava na vanguarda das informações mais secretas sobre a finalidade da Ordem mundial.
Ele é o que podemos chamar de um iniciado, não no segredo dos deuses, mas porque ele tem contatos com intermediários de uma fraternidade planetária secreta cujo projeto é neutralizar os grupos da máfia illuminati e Companhia, quer sejam políticos, financistas ou religiosos. Nada menos".

A entrevista foi dividida em 3 partes, sendo que transcrevo a terceira parte que é um pouco extensa, mas as informações ai contidas não a encontramos assim tão facilmente e são cruciais para entendermos por onde caminhamos, pois é o verdadeiro caminho das pedras, se pisarmos mal, poderemos realmente afundar em um profundo e escuro mar de energias densas e ai ficarmos presos sabe lá por quanto tempo. As partes um e dois podem ser acessadas nos links correspondentes que estão logo a seguir no canto direito.
Não esqueçam que é só mais algumas informações, mais um ponto de vista. No texto hora é desqualificada todas as canalizações, o que é um ponto de vista do entrevistado, pois como disse Joel, ele não é um inciado Divino ou nos segredos do Universo mas sim iniciado no que acontece por trás dos bastidores da Nova O Mundial. Então, não pensem que se trata de um ateísmo, muito pelo contrario, se trata de um alerta para que não nos envolvamos com energias de baixa vibração do plano Astras(4ªD) e planos do além, como ele se refere ao etérico. O Sr. Kevin desmonta quase todas nossas crenças, mas vejam que ele cita a energia Divina que combate essas forças escuras, ele cita MI-KA-EL como o ser cósmico que mantem afastados os escuros daqueles que a luz buscam em seus corações. Ai da para ver que não se trata de um ceticismo generalizado, mas sim desmistificações de crenças que nos incutem desde a milhares de anos, e de muitas maneiras, formas de deuses, demônios, salvadores, paraísos e infernos, tudo uma grande jogada para nos manter presos nos submundos e nunca ver alem disso, que é a Gloria de nosso Despertar para verdade do que Somos e sempre Seremos, seres Divinos em uma experiência física).



“Vocês não podem imaginar o pânico que domina os Illuminati de graus elevados, porque eles sabem que, após o confronto final, eles serão forçados a deixar o local, cedendo-o para as novas forças civilizadoras. Mas antes disso, vocês vão ver a abominação nesta idade das trevas. Eu lhes peço para acreditar que a ordem mundial não vai durar e que o seu messias vai acabar mal.” Sr.Kevin

- ENCONTRO COM O SENHOR KEVIN - PESQUISAS MILITARES E OCULTAS - O PLANO ASTRAL -
A AÇÃO MICAÉLICA - A INFLUÊNCIA DO ZODÍACO - TRÁFICO DE ALMAS
A GUERRA MÁGICA - OPERAÇÃO ANTICRISTO - A FORÇA DE COMBATE -
 FRATERNIDADE QUE ME INSPIRA -

CONSPIRAÇÃO CÓSMICA 
- Parte 3 -
Centro de Pesquisas da Ordem Mundial

(C.R.O.M.)

Encontro com o Sr. Kevin

(Continuação da Parte 2)

A GUERRA MÁGICA


J.L.: Você trabalha para uma organização?


Kevin: Claro, caso contrário, eu não vejo o que iria me autorizar a falar sobre essas coisas. 



Conversar com amigos tomando um café no bar?

Não, obrigado.

 Eu não poderia formular essas ideias se eu não estivesse motivado por uma ordem de missão.

 Se eu não estivesse envolvido, eu iria viver tranquilamente sem me ocupar do resto. 

Talvez eu fosse ler de vez em quando uma publicação como a sua, tomando sol no meu jardim? 

E eu diria, bem, incrível, isso dá medo.

 Mas eu não teria nenhuma razão para me mexer. 

Por que ter, aliás?

Eu fui recrutado, mas eu apenas estou encarregado de missão sem importância, e que não conhece a identidade dos seus comandantes. 

Em nossa ... hum ... eu hesito em falar de organização, pois se trata de um exército secreto de um tipo muito especial, nós damos prioridade à consciência

É por isso que eu atuo livremente, e se eu fizer bem ou mal, é sempre da minha própria iniciativa.

 Eu não recebo ordens, e eu obedeço apenas ao que eu acho justo.

Eu sou um resistente, consciente de que as tropas aliadas estão a caminho, mas do fundo da minha trincheira, eu não os vejo, nem os ouço. 

Eu percebo o avanço das operações graças às gesticulações dos Illuminati que eu vejo se afobando no cenário mundial. 

Então, é como um combatente que eu falo, mas um combatente anônimo, que não poderia dizer de onde ele recebe as instruções enviadas por telepatia.

Entretanto, eu sei o que me inspira há vários anos, isso é apenas um pequeno trabalho realmente, nada de heroico nem de grandioso.


Isso não é fácil de dizer, mas vocês devem saber que há uma força trabalhando para reverter a ordem mundial.


J.L.: E quando vai chegar esse momento? 

Podemos, apesar da nossa impotência, ser úteis?

Kevin: Isso depende do prazo final das forças que organizam o jogo político neste planeta.

 Elas devem logo mostrar o seu último trunfo, o seu coringa messiânico. 

Depois disso, vão começar os seus problemas ...


Eu diria que a Nova Ordem Mundial é uma forma de levar as pessoas no mesmo comprimento de onda. 

Este plano teve início com o internacionalismo, este idealismo permitindo fundir suavemente todas as nações e as culturas em um conjunto unificado e, portanto, controlável. 


Era preciso que esse desejo de universalidade virtual emanasse do coração das pessoas para que elas acreditassem que era a sua vontade. 


Graças à televisão e a outras armas menos visíveis, isso é feito.


 Os seres humanos foram preparados para esperar uma segunda vinda de Cristo, política com o surgimento de uma era de ouro, de paz e de prosperidade.


Este ideal foi profundamente implantado em nosso subconsciente, graças a uma interpretação pervertida das escrituras judaico-cristã.


 Seja ateu ou crente, cada um aspira a um mundo melhor e acredita que a evolução natural do progresso é propiciar condições de vida perfeitas sobre esta Terra.



Vejam esses evangélicos que lhes prometem o advento do reino dos céus sobre a Terra.

 Onde é que eles foram buscar esta interpretação? 


Isso lhes foi implantado. 


JAMAIS JESUS FALOU DE UM REINO TERRESTRE.


Pelo contrário, ele disse: 

“O meu reino não é deste mundo.”. 

Então, e aí?



Os pregadores pregam um evangelho invertido, ao passo que uma criança poderia lhe dizer: 
"Ei, cara, espere um minuto. 

Isso não é o que está escrito no Evangelho que você tanto considera.

 Será que você está precisando de óculos? 

Está escrito:

 O meu reino não é deste mundo’ e você diz que Jesus vai voltar para estabelecer um paraíso terrestre! 


Você está brincando?". 

Uma criança pode entender que há um erro em algum lugar.

Nós ouvimos sem vacilar os padres, os pastores, os rabinos e os gurus que nos recitam suas invenções de um paraíso terrestre feito de "paz e amor ". 

Ora, Jesus disse: "Eu não vim trazer a paz, mas a espada.". 


Quem falou de um mundo melhor? 


Exceto Cristo, quem tem interesse em prometer?


E com qual objetivo demagógico?


Você sabe por que implantaram este ideal na humanidade sob uma forma religiosa e política, que é um subproduto do judeu-cristianismo? 

Por que a evolução para o melhor dos mundos se tornou uma esperança politicamente correta que alimenta todos os discursos? 

Você sabe por que a nova era se baseia na utopia de um mundo melhor ou de um paraíso terrestre de paz, de amor e de alegria?

J.L.: Eu já abordei o problema do idealismo da nova era.

 Isso é da intoxicação divulgada a partir de uma loja oriental pelos "mestres da Grande Fraternidade Branca".


Trata-se de uma crença desconhecida nas civilizações antigas, e que surgiu acompanhando o messianismo judaico.

Eu creio que foram os jesuítas que introduziram esse messianismo no oriente quando eles se infiltraram nas ordens religiosas bramânicas e budistas, especialmente no lamaísmo.

 Isso explica como o Dalai Lama, marionete da CIA, se tornou o propagandista do messianismo da Nova Ordem Mundial. 

Se basearmos a sua política na esperança da vinda de um justiceiro mundial, é bom que ele resolva mostrar o seu nariz um dia, não é?


Eu acredito que o messias - o ungido - está de toda a eternidade em nossos corações.


Se eu estivesse no lugar do seu adversário, eu iria organizar uma imitação do seu retorno à Terra. 

Eu não vejo outra parada senão imitar o "retorno do Senhor" se quisermos bloquear a emancipação espiritual. 

Isso explica a montagem internacional fantástica, todos esses esforços para levar a humanidade a desejar o retorno de Cristo ou de algum avatar político. 

Esta é a razão desta algazarra: a paz, o progresso, um mundo melhor, o reino sobre a Terra, e todas estas elucubrações que atingem a humanidade adoentada no local onde tem comichão.

Para impor esta crença, seria preciso primeiramente inverter o sentido das escrituras bíblicas, disso que o judaísmo se encarregou e a Igreja de Roma na sequência.

Mais recentemente, a loja oriental entrou no complô e inventou a fábula dos "mestres da sabedoria" e da vinda de Maitreya, o Cristo adaptado à doutrina budista. 

A teosofia anglo-saxônica difundiu esta crença no ocidente, e a nova era de Alice Bailey deu o toque final, proclamando o retorno iminente de Cristo. 

Como apoteose, ele irá se dirigir às massas ... na televisão! 

Era preciso suspeitar.

OPERAÇÃO ANTICRISTO

Kevin: Muito bom. 

É exatamente assim que isso acontece, exceto que não é preciso dar muita importância à propaganda da nova era decadente, pois as lojas que controlam a operação estão em estado de guerra

Portanto, dissimulação e desinformação, que são as principais armas em qualquer conflito prosseguindo com violência.

Não é preciso então focar no que foi escrito por videntes e médiuns não sérios, pois isso é ilusão. 

Eles cercaram o terreno.


No entanto, eu acho que a televisão será a arma magistral. 

No dia J, um iniciado carismático irá se dirigir ao mundo inteiro fazendo-se passar por "o Senhor que as pessoas aguardam."



Eu cito Bailey no seu livro ‘O Retorno de Cristo’ onde ela previu o "dia da Declaração do Senhor na televisão."


Você conhece melhor do que eu esta salada pois você se preocupou em estudar essas obras.

 Você leu a literatura teosófica bem como as profecias modernas.

Bom trabalho.

É por isso que eu estou interessado em você.

 Você tem as chaves do sistema. 

Eu posso lhe assegurar que você não está enganado

Eu acrescento que os jesuítas de altos graus controlam os serviços secretos pela simples razão de que eles criaram estes serviços antigamente a partir da antiga Inquisição Dominicana.

O círculo fechou.


Na sua opinião, por que os iniciados que organizaram a operação "retorno de Cristo" apresentaram o seu plano de forma explícita através da propaganda teosófica e da new age?

J.L.: Eu sei o que você quer dizer. 

Por que eles colocaram em circulação os escritos onde o seu plano é revelado sob o aspecto mais lisonjeiro aos olhos dos idealistas?


Difundindo no ocidente espiritualidades antigas de doutrinas esotéricas orientais, esses luciferianos quiseram reativar o messianismo latente nos judeu-cristãos, criando primeiramente um trauma cultural, depois uma religião de síntese de onde iria emergir a forma de uma nova religião mundial.


Esta é a técnica do controle do conflito dos opostos, o "dividir para reinar". 


É por isso que eu logo suspeitei de que os jesuítas estavam por trás desta manipulação ecumênica.



Eu recebi a confirmação histórica de que os jesuítas foram para o Tibete onde eles se fizeram iniciar no lamaísmo, e se tornaram eminências do budismo tibetano.

 Você vê depois ...

A introdução do estilo do budismo permite diluir alguns traços do cristianismo, confrontando as duas religiões a fim de fundi-las mais tarde. 
As mentes abertas, o amor universal se ali acreditarmos, com a expansão rápida da nova era que passa alegremente de Buda para Cristo para nos convencer da sua unidade, o que neutraliza ao mesmo tempo a pura doutrina budista liberadora e o cristianismo redentor.

Quando o cômputo de Buda e de Cristo for definido, e qualquer discriminação for considerada como dogmatismo de caráter racista, a nova imagem do messias politicamente correto poderá ser projetada na tela da nova religião catódica (televisiva).

Este messias vai adotar a figura do justiceiro em Israel, o messias político que a doutrina marxista encarna no plano social. 
Você concorda com esta análise simplista?

Kevin: Eu concordo. 

Eu vejo que você tem refletido sobre este assunto.


O resumo que você faz, interrompe a continuidade das minhas conclusões, e eu não tenho nada a acrescentar, exceto que o messias da Nova Ordem Mundial não é um objetivo em si, como o messianismo judaico leva a crer, mas um meio para um fim maior. 

Lembremo-nos de que as instâncias ocultas que organizam a operação estão desprovidas de energia, e que elas precisam urgentemente recarregar suas baterias.


Não é apenas a glória que elas buscam, nem a vitória de Israel, pois os judeus serão largados na estrada depois de terem visto sua bandeira tremular por um momento na Terra.



Sua vitória será como a do alpinista que chegou ao cume. 

É preciso habilidade para tirar uma foto antes de descer com seus cotos congelados. 

Os judeus se divertem. 

Eu tenho amigos judeus e muitas vezes eu quero preveni-los:
  "Ei pessoal, vocês percebem onde os seus líderes estão levando vocês? 

Vocês devem deixar o navio antes da catástrofe e abandonar o sonho de dominação mundial que implantaram no seu subconsciente."

Eles poderiam me responder: 

"Shalom, cara. 

Mesmo terminando em fiasco, enquanto isso, um bom momento para mostrar que assumimos a liderança. 

Não estrague a diversão, maldito goy (gentio)! ". (risos)


Os Éons desejam criar uma emoção universal a partir de um evento inaudito, e o que há de mais regozijador para a humanidade sofredora do que a visão de um Cristo de amor que voltaria à Terra para desalojar os malvados e restabelecer tudo na pureza edênica?

Seria preciso ser um degenerado para se opor a esta esperança

Aliás, ninguém ali se opõe e nós deixamos que venha ... (piscada de Kevin)

J.L.: Você não se opõe a isso?


Kevin: Pelo contrário, é preciso “impulsionar” o messias de opereta e ele vai deixar o pirulito depois do seu momento de glória. 

Tudo vai rachar, homem!


J.L.: É um fato estranho que eu não consigo explicar.
 Ninguém se atreve a emitir um parecer contrário ao plano messiânico. 

Na maioria das organizações espirituais que conheci durante as minhas investigações, queremos ignorar esta possibilidade. 
Fingimos acreditar que a vida vai continuar como antes, com algumas catástrofes, falsos atentados, terremotos, mudanças climáticas, crises econômicas e conflitos periféricos tão artificiais como a guerra contra o Iraque.


Mas ninguém se atreve a olhar para a verdade na cara. 
Quem escapa à propaganda de massa, não escapa àquela da sua seita favorita

Acreditar que ninguém pensa mais longe do que amanhã de manhã.


Nós somos incapazes de gerir a hipótese messiânica, pois ela é muito sensível. 

Então, reprimimos

Fingimos acreditar que o mito do Anticristo é uma fábula, ao passo que todos os sinais que foram profetizados estão aí. 

É estranho: 
as pessoas têm uma capacidade para negação do real que supera o entendimento.

 A leveza do ser.


Kevin: Perfeitamente, ninguém sabe como gerir a tal "Operação Anticristo". 

Ninguém está preparado para lidar com um evento histórico tão incrível.

 É aqui que constatamos a falta de visão de muitas seitas assim como das igrejas oficiais.


Eu vou lhe dar um indicador. 

Se você quiser verificar a lucidez de alguém, pergunte-lhe sobre a Nova Ordem Mundial e o Anticristo.


De maneira geral, a questão será evitada e, no final, você vai obter uma resposta medíocre com molho da nova era. 



Os únicos adversários declarados do Anticristo são os evangelistas, mas se você os interrogar, você vai ver que eles aguardam, apesar de tudo, a vinda de um salvador que deveria suceder o "falso profeta".


Eles não saem disso.



É preciso um salvador de paraquedas na sua grande desordem.

 Todo mundo quer um milagre.


É preciso então que o escândalo chegue. 


Veja, nós nos divertimos. 


Há alguns anos, vazou o boato de que a Cientologia queria apresentar Ron Hubbard como o Maitreya durante uma grande manifestação em Los Angeles, mas isso não aconteceu.


J.L.: Sim, eles produziram um CD intitulado Hino da Ásia onde o anúncio de Ron Hubbard como bodhisattva é apenas sugerido nas letras das canções.


Aqui na França, os raelianos escreveram, no seu jornal Apocalipse, que Raël era o Buda Maitreya, mas, novamente, não houve progresso na parte desse movimento.


Vejo que este desejo de ser o avatar "que as massas esperam" é latente nos movimentos marginais buscando respeitabilidade. Maitreya é um valor dominante. 

Eu não posso dizer mais, mas você tem razão, as organizações que acreditávamos estranhas à nova era retomam a mesma propaganda. 

É um sinal de unidade ecumênica irresistível.


Kevin: Você vai ver que no dia J, quando a encenação mediática e internacional de Cristo Maiteya - seja qual for o nome que ele vai adotar naquele momento - ocorrer diante dos nossos olhos, então as organizações iniciáticas, os movimentos religiosos e espirituais e até mesmo filosóficos, vão se ajoelhar.


J.L.: Você quer dizer que o evento será de tal potência que vai varrer todas as diferenças e pulverizar os dogmas que dividem as capelas?

Kevin: Não externamente. 

Cada um vai se preservar, sem dúvida, no tocante a si segundo as aparências, mas nenhuma voz vai se atrever a levantar para gritar pela farsa.

E você sabe por quê?

 O pragmatismo, meu amigo, o pragmatismo.

 Cada seita e cada igreja fará ato de fidelidade, ou porque o ideal de cada grupo irá aparecer na nova religião mundial, ou porque não será possível fazer de outra maneira para salvar a sua pele.


Não se esqueça de que nenhum protesto será tolerado pelos organizadores da operação "Boas vindas ao Messias"

Se você não acreditar no "salvador do mundo", você será considerado um paciente, um criminoso perigoso, um inimigo da humanidade.

O messias providencial traz a solução para todos os males que afligem a humanidade?

 Quem pode se opor moralmente àquele que vem para salvar o mundo?


J.L.: Qualquer dissidente será linchado
O messias político vai resolver os problemas planetários com eficácia, uma vez que esses problemas foram criados a partir do zero por seus capangas. 

Para que este messias se manifeste dando a impressão de que ele foi desejado pelos próprios seres humanos, bastará criar uma crise econômica, espalhar algumas doenças temidas, e multidões de joelhos irão implorar o céu.

E essa ajuda virá.


No início, essa assistência poderia ser politicamente eficaz, mas, aos poucos, a tirania vai mostrar a sua verdadeira face.


Kevin: Bem, isso está certo. 

Não será preciso ser maligno, pois o Führer do melhor dos mundos não vai ser mauzinho com os assuntos ruins do seu império.

 Delegacia teocrática! 

Se desejar, para mudar de assunto, eu gostaria de saber uma coisa.

 Você acha que há muitas pessoas aqui na França que duvidam do que está por vir?


J.L.: Pelo que eu sei, isso é um tabu. 
Eu perdi leitores por ter simplesmente tocado nisso.

 Eu perdi minhas relações nos círculos da nova era.

 Francamente, eu nunca recebi e-mail exprimindo uma visão lúcida desse "jogo macabro", e que eu chamo de Grande Jogo.
 As pessoas parecem desconhecer o cenário cujo ato final vai ser encenado diante dos seus olhos.

 É deprimente, pois isso torna a comunicação difícil.

 Com as nossas teorias, seríamos tomados por loucos no último grau de demência.


Basta pensar, nós temos a intenção de admitir a vinda histórica de um messias, o que já é uma ideia bem original, mas, também, nós achamos que esse messias é falso.

 Então, aí ...

 Será um messias de opereta que vai brilhar a cada música antes de descobrirmos que ele canta desafinado e que ele é um canastrão.


Sobre este assunto, devem me tomar por um louco bem comportado, mas não me contradizem, pois eu tenho argumentos. 
Para responder à sua pergunta, eu diria que não há ninguém realmente informado sobre esta questão fora dos poucos círculos.
 Pessoalmente, eu não pretendo conhecer a verdade e há uma margem de erro nas hipóteses que nós formulamos aqui.

Mas estamos tentando ver ali claramente, e isso é um esforço penoso no mundo em que vivemos. 

As pessoas mais preparadas ouvem tudo isso e dizem: 
"Isso é muito interessante.". 

Eu não posso dizer se há alguém na França com quem eu possa dialogar como que eu faço com você, virando essas questões de todos os ângulos, sem preconceito, sem complexo nem tabu.

Veja, eu não me importo se estão de acordo com o que eu penso, ou se isso é interessante, pois é a verdade que conta.

Kevin: Eu sei. 

Você deve se sentir sozinho às vezes (risos). 

Eu sei o que você sente, mas não se preocupe.

 Todo mundo que eu conheço - enfim, alguns - que estudam sobre estas questões, estão no mesmo estado de espírito.

Eles são ... hum ... os pioneiros do faroeste na sua carroça sacudindo nas encostas perigosas. 

Mas não é emocionante? 

Não é disso que você gosta?

 Pesquisar e entender as coisas misteriosas para transmiti-las. 

Para isso, é preciso assumir a solidão, pois não há muitas pessoas nestas linhas, e não haverá aplausos.


A FORÇA DE COMBATE


Então.

 Para fechar o parêntese da nossa experiência pessoal, eu quero voltar para a ideia de que o jogo - o Grande Jogo, como você diz - não irá acontecer como esperado para os nossos amigos Illuminati

Sua habilidade é condicionada pela inteligência dos seus chefes.

Sem ordens precisas, eles estão no caos.


Eles são fortes e espertos quando eles estão reunidos em suas lojas. 

Eles apenas são vencedores quando têm a certeza da vitória e quando eles são movidos por seus mestres. 

Nenhum político é eleito sem a aprovação de uma vontade superior...


J.L.: Os chamamos de “escolhidos”.


Kevin: Boa. 

É bem isso.

 Ora, se as ordens não chegarem mais ou se as lojas forem desmanteladas, como eles poderão se mover, eles, os líderes cegos que guiam os cegos?


Veja os nossos presidentes atores, esses lacaios que levam um tapa quando não obedecem as ordens corretamente. 

Lembre-se das suas farsas eleitorais. 

Eles não têm vergonha de fazer a comédia diante do seu povo, e isso indica simplesmente que não são muito humanos. 

Mas eles não me interessam.

 Não é preciso lhes dar atenção, nem nada emitir na direção deles. 

Nada dar para alimentá-los.


É preciso antecipar a sequência dos acontecimentos. 

Eu lamento não poder falar claramente, pois o adversário poderia se beneficiar disso.

Há coisas que os Illuminati ignoram. 

Como eu disse, a compartimentagem é a regra de alto a baixo. 

De alguma forma, você sabe mais do que eles sobre o desenrolar do plano e a sua finalidade. 


Eles, eles obedecem para manter os privilégios, mas você é mais poderoso, pois você está livre, e o que você faz, você faz isso por amor à verdade e à humanidade, sem esperança de receber a cruz de mérito. 


Está certo?



No meu caso, eu descobri que, em uma outra dimensão do meu ser, eu tenho um poder, no mínimo, igual ao dos meus adversários, caso contrário eu não teria sequer a ideia de enfrentá-los nem o desejo de vencer. 

Você entende?

J.L.: Sim, eu entendo.

 Eu fui iniciado nesse conhecimento.

Eu não posso especificar as circunstâncias, mas eu entendi essa verdade da igualdade de oportunidades, apesar da extrema desproporção das forças, no plano visível.

 Um escriba humilde pode derrubar um império pela força das suas palavras.


Kevin: É verdade. 

Ele pode dispor de um poder invencível de uma outra dimensão, e eu não me refiro ao plano astral, pois, do além, só vem problemas (risos)

Não, eu quero dizer que podemos receber uma força cósmica através de seres viventes que estão na mesma frequência que nós.


Eu perguntei se você conhecia muitas pessoas cientes da situação, e você me respondeu negativamente. 

No entanto, encontramos certas pessoas que pensam saber de alguma coisa, e que dizem que elas compreenderam. 

Por vezes, esses intuitivos que entenderam tudo, moralizam, dizendo: "Cuide da sua evolução pessoal, pois não há mais nada para fazer.".


J.L.: Sim, eu ouvi muitas vezes esse discurso. 
Recentemente, uma leitora escreveu: 
"A situação do mundo como você a apresenta é desanimadora e eu não irei renovar a assinatura. 
Sabemos de tudo isso, e sabemos o que precisa ser feito: rezar.".


Kevin: Isso é ilustrativo da tendência geral à abdicação.


Pessoalmente, eu acredito na oração para a vitória e não para a ajuda. 

Eu não quero a oração de mendicância nem de resignação. 

A oração é um ato voluntário pelo qual obtemos o que é necessário para a ação. 

Você concorda?

J.L.: Perfeitamente.
 Se alguém rezar, é melhor assumir as suas responsabilidades para ajudar o universo sem incumbi-lo da nossa fraqueza.

 A arte da oração é sutil. 

É preciso não errar o alvo, escreva o endereço correto no envelope, e tome cuidado para que a mensagem não seja interceptada por "ladrões"

Muitas orações são vampirizadas antes de chegar ao destino
Aliás, quem conhece o destino em sã consciência? 

É uma questão que os grandes místicos têm abordado com cautela. 

Eles nos avisaram.


É preciso não profanar a oração com objetivos egocêntricos ou com desejos terrestres. 

Hoje, rezar é muitas vezes uma armadilha, pois nos incita a orar por porcarias humanitárias. 

Devemos orar para evitar o apocalipse por estarmos receosos? Isso seria desleal.


Se essa senhora quiser me incitar a orar pela paz, por um mundo melhor ou por outras boas causas, eu digo "não, obrigado!".

 Se ela me pedir para orar a um deus, eu lhe respondo:
 "O deus está no interior e ele sabe melhor do que eu mesmo do que eu preciso.".

Minhas ações são a minha oração.


A oração mais pura é querer a liberação da alma, e, certamente, não esperar que uma embarcação de luz com a bandeira do arcanjo Miguel desça da estratosfera pelos nossos belos olhos.

Está escrito que é preciso fazer a vontade do Pai ao invés de invocar "Senhor, Senhor" como um papagaio. 
Este é um assunto que apenas diz respeito à consciência íntima de cada um. 

No entanto, eu acredito que a oração que pede a remissão de um karma penoso é uma oração justa. 

O Pai não despreza um coração partido.

Kevin: Então, as pessoas que imaginam ter entendido, o que elas fazem?

 Eu deixo de lado as verdades espirituais que escolhemos para sair deste mundo, e que constroem um corpo de glória.

 Elas agem positivamente. 

Mas há aqueles que brincam com a espiritualidade, que saltam de uma meditação a outra em busca de uma vaga iluminação.

É compreensível ficar mudando de programa, exceto quando eles contribuem inconscientemente para os poderes da ilusão.

O movimento da nova era é cheio dessas pessoas tão gentis e cheias de boa vontade, mas que nada compreenderam. 

A vida lhes dá muito medo.


J.L.: O medo.

 Esta é a única explicação.

 A busca por segurança duradoura em um mundo onde tudo muda e tudo morre. 

Todo mundo está aí.


Depois destas considerações, eu gostaria de perguntar se, da sua parte, você está procurando os resistentes e se você encontrou?
 Eu falo da resistência na consciência.

Kevin: Os resistentes são anônimos e não se deixam conhecer, o que é preferível. 

Quando a perseguição começar, não será preciso se fazer notar.

 A consciência não é identificável se estivermos tranquilos.

 Eu não vou aconselhar ninguém a brincar de herói contra as armas de microondas.


Se houver uma proporção suficiente de consciências despertas, então a situação pode se inverter positivamente. 

Esta é a mensagem que eu queria transmitir.

 O resto é secundário.

J.L.: Sim, o resto é acessório.
 Mas, para registrar, você poderia nos dizer mais sobre esta força que vai desalojar os Illuminati do seu poleiro? 
Eu acho que isso seria uma boa notícia para o moral das pessoas que eu conheço.


A FRATERNIDADE QUE ME INSPIRA


Kevin: Tudo bem.

 Eu vou dizer algumas palavras, de acordo com o que eu sei e o que eu estou autorizado a revelar. 

E se lhe perguntarem, você pode dizer que não sabe mais do que o que eu vou lhe dizer agora. Ok?


Não espere que eu vá lhe dar nomes e endereços onde você poderia enviar um cupom de filiação ou perguntar:
 "Queridos amigos da Fraternidade, por favor envie-me o seu programa para ver se ele me interessa "

Este tipo de mensagens ...


Então, o exército de resistência que me inspira - telepaticamente - é um grupo diferente de tudo o que você conhece.


Esta fraternidade é absolutamente secreta.

Ela é poderosa.

Ela não segue nem uma meta espiritual, nem um objetivo estritamente político.

Ela é constituída como um exército, mas as suas armas são do domínio das forças e das radiações

Ela age com justiça e rigor porque ela luta para reconquistar o mundo.

 Ela não é não violenta com os violentos.


 Ela faz uma guerra sem agradecer às organizações que utilizam a magia para coagir.


Trata-se de um grupo que é preparado em segredo em locais intraterrestres.

 Ele pode desafiar os recursos mais sofisticados dos exércitos da ordem mundial

Sua determinação é total, e seu plano a longo prazo é o de estabelecer bases sólidas para as civilizações futuras. 


Eu disse quase tudo.


Este exército vai assumir o controle do plano terrestre em harmonia com as forças cósmicas purificadoras.

 Mas haverá conflitos, longos e terríveis. 

Os poderes negativos vão lançar ataques que irão deixar acreditar na sua vitória definitiva.

 Presa entre os campos opostos, a humanidade vai abdicar de toda a vontade, e não será de qualquer utilidade, pois ela sempre se abandonou ao mais forte. 


Podemos dizer que a grande guerra de Ragnarök, que está sendo apostada, acontece fora da sua vontade. 


Coletivamente, a humanidade é como uma grande esfera que flutua no espaço intersideral.


 Na sua superfície, cenas animadas acontecem como em um espelho. 


Os seres humanos olham e ficam submetidos a isso, sem compreender.



Isso é assim de tempos em tempos, até o despertar. 

E este despertar ocorre graças a indivíduos conscientes, um após o outro, acendendo a chama do espírito.

Percebemos esses minúsculos pontos luminosos na superfície da esfera: esses são os liberados.

Eles formam uma cadeia luminosa, um rastro de centelhas que parecem flutuar fora da esfera, em uma outra dimensão.

 Esses seres, reconectados com a fonte universal, anunciam a reintegração do conjunto, por mais que estejam espiritualmente salvos, eles permanecem membros da onda da vida humana.


A atividade da nossa fraternidade foi descoberta pelas potências planetárias, pois ela ativa radiações que eles não podem assimilar. 

Eles salvam as aparências, mas eles estão desesperados. 


Em breve, eles não poderão mais se esconder, e isso será um momento difícil para a humanidade por causa da raiva deles. 


Nós vamos para a guerra de todos contra todos. 


Fiquem vigilantes, não tomem partido de nenhum dos lados nacionais, raciais ou religiosos, pois todos estão condenados.


Os nossos adversários estão sofrendo e vão sofrer ainda mais. 

Os fanfarrões que causam alarde diante das câmeras e nos tribunais vão mostrar sua verdadeira face. 


Nossa fraternidade os obriga a acelerar o seu programa com pressa, e eles cometem erros que serão fatais. 


Vocês não podem imaginar o pânico que domina os Illuminati de graus elevados, porque eles sabem que, após o confronto final, eles serão forçados a deixar o local, cedendo-o para as novas forças civilizadoras.


 Mas antes disso, vocês vão ver a abominação nesta idade das trevas. 


Eu lhes peço para acreditar que a ordem mundial não vai durar e que o seu messias vai acabar mal. 


Fim da mensagem.


J.L.: Que programa! 

Você deveria vir dar conferências aqui. 

As pessoas precisam ouvir isso

Da minha parte, eu sempre imaginei um cenário semelhante, e eu sinto que tudo isso é provável, pois nós não podíamos estar completamente abandonados no plano físico. 
No nível espiritual, a questão não se colocava, porque nada pode afetar, de maneira persistente, o espírito invencível que está em nós. 

O indivíduo pode sair disso se ele se tornar consciente.


Nós nos preocupamos com as criaturas que sofrem: os reinos vegetal, animal, elemental, angélico, cruelmente martirizados e envenenados de forma maciça. 

O que há de mais inocente do que a natureza e as criaturas que a habitam?


Kevin: Desculpe. 

Eu não darei conferência aqui ou em outro lugar, porque iriam talvez me deixar falar, mas eu temo por jamais poder sair dali. 

Eu conheço os serviços. 

Eu lhe disse, se perguntarem por mim, você apenas terá para lembrar esta entrevista que você vai destruir a fita após a transcrição, para que não identifiquem a minha voz.


J.L.: A sua voz poderia traí-lo?

 Eu sei.

 De acordo, a fita será destruída depois da transcrição, e vai restar apenas este diálogo escrito.

 Eu não sei mais nada de você, nem de onde você vem, nem para onde você vai, e, além do nosso diálogo, eu não sei nada sobre você, exceto que você é um homem branco, de aproximadamente cinquenta anos, com pouco cabelo castanho, de tamanho médio, vestindo uma camisa polo azul e uma calça bege, um típico turista americano.

 Você veio sozinho à minha casa, a sua esposa está esperando por você em Paris, eu suponho. 

E depois de algumas horas, você partiu para um destino desconhecido.


Kevin: Afirmativo! 

Você não deve esquecer que essa luta é difícil e que requer um esforço gigantesco.

 Os seres humanos não são chamados a interferir, por enquanto.


Eu vou concluir. 

Eu sei que o meu procedimento pode parecer perturbador. 

Eu sou um aposentado sem histórias na vida normal, mas, na realidade, eu estou mais do que nunca em serviço.

 Eu não me aliei a outra nação ou ao serviço de uma raça extraterrestre, mas os meus estados atuais de serviço iriam lhe parecer surreais.

 Eu vim para a Europa a fim de sentir o clima, pois o momento é propício para o recenseamento daqueles que poderiam nos prestar serviço no momento oportuno - ou ele vai ser útil para ajudar se a sua atividade não for contra a nossa estratégia. 

Esse é o caso. 

Desejo-lhe boa sorte.

 Este início de contato é excelente. 

E para você?


J.L.: Bem, sim, para mim também. 

É um pouco confuso, mas eu acho que estamos afinados. 
Estamos frustrados porque a apresentação inicial do seu misterioso exército de libertação nos faz querer saber mais.
 Para mim, isso é como um sonho, mas eu acho que os outros não vão gostar da ideia de que o conflito prossegue com violência por trás das aparências.

 Tudo isso tem um lado romanesco que gostaríamos de conhecer a sequência. 

Mas eu entendo que nada pode ser revelado.


Eu constato que a nossa análise sobre a situação política e espiritual se sobrepõe, o que me faz me perguntar de onde vêm algumas das minhas inspirações. 

Nós somos, sem dúvida, em grande número tendo as mesmas intuições, ao mesmo tempo.


Eu já ouvi falar de uma fraternidade que iria entrar em guerra contra os grupos político-mágicos que envenenam o planeta durante séculos. 

Eu estou feliz em saber que isso talvez exista, esperando para receber as provas. 

De qualquer modo, se essa fraternidade não existisse, seria preciso inventá-la.


Kevin: Certamente! 

Seria preciso inventá-la (risos).

 Isso é bom meu amigo.

 Eu vou lhe dar notícias, não pela Internet, mas de uma maneira diferente. 

Você poderá publicar as minhas mensagens, mas sem nada acrescentar ou tirar. Ok?


Eu tenho que ir agora. 

Cuide-se, meu amigo.








Post. e Formatação
Semeador de Estrelas
http://semeadorestrelas.blogspot.com

Tradução e Divulgação: 
Portal dos Anjosdas
 Estrelas de Luz

Colaboração:
 Rosa Amelia Muruci e
 André Meira

Entrevista publicada no Centro de Pesquisas da
 Ordem Mundial (C.R.O.M.):
http://www.crom.be/fr/documents/conspiration-cosmique-3
27 de setembro de 2013

2 comentários:

  1. A uns dois anos eu comecei a ter consciência da minha real existência, então vieram as mudanças (virei vegetariano, parei de consumir álcool, raramente vejo TV.. etc....) e isso foi o suficiente para muitos se afastaram e alguns até me "agrediram", quando esse "messias" for apresentado para o mundo, devo alertar os outros ou fazer o que eu faço hoje, que é apenas observar?
    Grato!

    ResponderExcluir
  2. Gustavo, se você acha que está vivendo a sua própria verdade, então passe isso para frente, aqui e agora, para que todos possam também saber. Namastê e parabéns pela coragem em realizar em SI mesmo tanta mudança.Com certeza, tudo isso é por um PROPÓSITO E ELE É DIVINAL EM ESSÊNCIA..

    ResponderExcluir

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...