24/10/2011

HUMANIDADE EM EVOLUÇÃO - Capítulo VII

A HUMANIDADE QUE COMEÇA
Autres Dimensions.
Cap.já postado.
Marcador:

CAPÍTULO VII
Os estados do Divino

A revelação do Um através de novas Unidades.
Reencontros dos filhos da Lei de Um.
Bem, caro amigo leitor, caro irmão de superfície, caro filho da Lei de Um, como você pôde constatar, através desta obra, certo número de revelações, certamente, bastante espantosas para você, foram feitas.
Convém, agora, verificar, por sua própria experiência, se isso pode ser admitido ou não admitido.
Jamais nós o forçaremos, assim como os planos espirituais, a adotar algo que você não tenha experimentado, a adotar algo que não fosse ao sentido da Fluidez e de seu sentir.
Convém compreender que tudo o que foi dito participa de um grande plano de evolução que vai bem além do que nós chamamos o Intraterra, bem além da dimensão planetária, mas concerne a um casamento cósmico, a um casamento espiritual esperado desde extremamente longo tempo e que concerne ao conjunto de seu Sistema Solar e de nosso Sistema Solar.
É evidente que o que deve advir participa de uma obra coletiva, de uma obra ligada à Fonte, ligada à Divindade do homem e à Divindade muito curta.
Convém aceitar que, efetivamente, as coisas devem mudar em seu interior e em seu exterior.
Nisso, inúmeras profecias, como vocês denominam, foram emitidas, foram transmitidas, dadas à humanidade desde tempos extremamente antigos e que concernem a esse período dos sete últimos anos dos fins dos tempos, que vocês vão viver muito proximamente.
Convém compreender que esses eventos não estão escritos na trama do tempo, mas correspondem a futuros possíveis que, a cada minuto, a cada instante, modulam-se, transformam-se, agravam-se ou melhoram, em função de cada um dos pensamentos dos filhos da Terra.
Entretanto, a probabilidade jamais foi tão forte, como essas núpcias cósmicas, que se acompanham de uma perturbação importante e considerável deste planeta, como ele jamais viveu.
Em relação a isso nós, povo do Intraterra, nós lhes pedimos para jamais ter medo, jamais tentar saber quando isso ou aquilo sobrevirá, mas, simplesmente, centrar-se em seu interior e encontrar em si sua escuta interior, seu alinhamento interior, que lhe permitirá, no momento oportuno e no momento vindo, permanecer centrado e alinhado em si mesmo e não no que virá, no que poderá parecer como algo de bastante fantástico, qualquer que seja o sentido no qual você entenda isso.
Convém permanecer centrado a cada sopro que anima sua vida.
De fato, não é mais tempo, agora, exceto ser você mesmo, de querer interferir nesses eventos, quaisquer que sejam.
Convém a você estar nesse famoso estado de alinhamento, nesse estado de concordância com a própria Fonte que você é, de maneira a viver isso, não destacado, mas permanecendo no alinhamento Divino da Fonte.
Os eventos que devem advir e que advirão agora, esteja certo, são, de qualquer modo, um elemento necessário para a germinação, para a criação da nova humanidade, regenerada na espiritualidade, regenerada na conexão à sua Fonte.
De fato, no momento oportuno, cada ser humano saberá, realmente, quem ele é, saberá, realmente, as escolhas que fez e as escolhas que ele pode ainda fazer, em função de sua evolução e de seu passado.
Convém sentir isso no mais profundo de seu ser e adaptar sua conduta a algo que esteja em coerência, em alinhamento com sua Fonte e, portanto, com a totalidade do respeito da vida, sob todas as suas formas.
Eu preciso, efetivamente, sob todas as suas formas.
Convém, cara alma, caro amigo, caro leitor, reforçar, progressivamente e à medida das semanas, dos anos que vêm, sua própria conexão à Fonte; reafirmar, a cada sopro, sua ligação à Unidade e sua concordância e a Fluidez da Unidade em você e, efetivamente, compreender que você participa do mistério Divino da criação, porque você é, você mesmo, filho da Fonte, filho do Um e, portanto, submisso à Lei de Um.
A partir do momento em que você respeitar essas simples exigências, para além das simples contingências que correspondem à sua vida e, isso, em todos os planos, ser-lhe-á fácil, nós pensamos, e, realmente, nós pensamos, viver em harmonia total com o que vem.
É extremamente importante, caro amigo leitor, que você compreenda, também, efetivamente, o teor dos ensinamentos que você leu, reteve, entendeu, tanto em relação à luz, como em relação ao funcionamento de nossas cidades, porque, obviamente, nós demos, aí, um resumo do que deve ser, em breve, seu modo de evolução e seu modo de vida.
É livre a você, eu repito, recusar crer, estar em acordo ou em desacordo com o que nós lhe transmitimos.
Entretanto, a vibração que acompanhou este livro deve permitir-lhe não duvidar da realidade do que você sentiu, da realidade do que vem para você.
Nós lhe falamos, indiferentemente, como ser, como alma, mas, sobretudo, não se esqueça de que, para verificar a veracidade do que foi transcrito, transmitido, você deve pensar em outras almas, em outras Fontes de Unidade de luz, de modo a conectar, espontaneamente, 23 outras entidades de luz com as quais você formará essa primeira Unidade coletiva.
- pág. 51
Lembre-se de nossa história, há 320.000 anos, na qual, o primeiro de nós conseguiu, no espaço de um instante, federar, reunir, 23 outros seres em encarnação, naquele momento, para funcionar de maneira unitária e coletiva por essa célula de 24 e para transmitir, por ressonância mórfica, essa informação ao conjunto de nosso povo.
O destino de nossa evolução mudou, profundamente, naquele momento,
Permitiu-nos passar a um modo de consciência e de vida bem além dos dualismos, das dualidades, dos desconfortos da vida manifestada na terceira dimensão, unicamente.
Volta-lhe, hoje, assim, a honra, amigo leitor, de participar desse esforço de evolução, através de três coisas simples: sua afirmação à ligação com a Fonte, sua afirmação de sua Unidade com a Fonte, e, em terceiro lugar, recriar.
Imagine que isso seja possível.
Imagine isso como uma simples experiência a fazer, a fim de verificar ou de infirmar algumas coisas.
A partir do momento em que você funcionar em consciência coletiva unificada de 24 Unidades, você aceitará, mais facilmente, o que você acaba de ler, de sentir e de vibrar ao longo destas páginas.
Amigo, irmão leitor, nós lhe desejamos boa estrada nesse caminho de evolução.
É-lhe pedido, hoje, para escalar uma etapa e escalar essa etapa num passo firme, seguro, sem qualquer medo, porque seu futuro está diante de você.
Ele deve ser liberado de todos os elementos que foram condicionantes e limitantes para você, tanto na esfera mental como emocional e mesmo afetiva.
O tecido social que vocês construíram está impregnado desses condicionamentos e dessas limitações.
O tecido econômico que vocês construíram está impregnado desses condicionamentos e dessas limitações.
Tudo o que vocês construíram até o presente está, necessariamente, impregnado das leis da terceira dimensão, que nós chamamos, quanto a nós, ação/reação.
E, na ação/reação, não há lugar para a Lei de Unidade, para a Lei de Amor, para a Lei de Serviço.
Hoje, é-lhe pedido para desembaraçar-se de todas essas vestimentas que você pôs em si e que entravam sua marcha para a leveza, para a liberdade, para si mesmo.
Convém aceitar as algumas experiências que nós submetemos ao seu julgamento, à sua perspicácia.
Reproduzir essas experiências simples e verificar, por si mesmo, a existência de campos de consciência unificados.
Quando você descobrir o campo de consciência unificado, sua vida não será mais, jamais, a mesma.
Sua vida será profundamente transformada.
Do mesmo modo que as pessoas que tiveram experiências místicas ou experiências às portas da morte e que decidem, finalmente, crer no que elas viveram e aceitar a transformação final de retorno à Fonte.
Nada, nem ninguém, mesmo os eventos a vir, serão capazes de fazê-lo mudar, se você não aceitou fazê-lo, se você não aceitou escalar esse degrau com um passo firme, resoluto, sem possibilidade de volta.
Essa é sua liberdade, seu livre arbítrio final de alma, de aceitar a luz ou de recusá-la.
Jamais a luz se impõe, como nós tivemos a ocasião de dizê-lo, em numerosas reprises neste livro.
Jamais a luz engana, trai.
Jamais a luz desvia.

Convém fazer a mesma coisa em sua vida, em sua alma, em seu ser.
Convém ser claro com a Fonte que você é, em acordo consigo mesmo e, isso, em todos os planos.
Pouco importa o que dirão os parentes, a sociedade.
Pouco importa o que dirão aqueles que querem prendê-lo a relações, que queiram fazê-lo voltar à razão, fazê-lo voltar à realidade.
A realidade não é aquela que eles creem.
A razão não é aquela que eles creem.

Eles funcionam na entidade dividida, separada.
E, como uma entidade dividida, separada na totalidade das dimensões que a constitui, pode ser fiável?
Talvez, diferentemente do que distanciada, separada e cortada da realidade final que é a luz.
Convém, também, caro amigo leitor, fazer prova de discernimento, prestar, também, atenção às sereias que quereriam cortá-lo de suas raízes essenciais, que nós chamamos nosso planeta Terra, aquele que nos porta e nos suporta, e que nos nutre.
De fato, a evolução da passagem dessa terceira para essa quinta dimensão deve fazer-se com este planeta e não sem ele.
Independentemente do que ele deva viver, não se esqueça de que este planeta, como nós dissemos em várias reprises, é um planeta sagrado, em via de sacralização.
Ele deve reencontrar sua dimensão plenária na galáxia.

Todas as entidades que desejariam prometer-lhe uma luz, uma ascensão, uma liberação, algo… sem seu planeta, seria ilusório e vão, porque isso o conduziria aos meandros de abismos da falsa luz, aquela que é separada da Fonte.
Não se esqueçam, e não se esqueça, caro amigo leitor, de que a Fonte de onde você vem encontra-se no interior deste planeta e não num qualquer outro lugar.
É essa mesma Fonte, mesmo que você esteja no planeta que deve vibrar, subir e ascensionar à quinta dimensão e que você deve acompanhar num mesmo impulso, numa sintonia vibratória e numa sincronia vibratória.
O trabalho que nós lhe propusemos neste livro, em caso algum deve desconectá-lo dessa Fonte.
Ela pode, efetivamente, fazer desconectar paixões antigas, esquemas emocionais e mentais que foram construídos há milênios.
Mas, em caso algum, ela deve afastá-lo de sua Fonte, daquela que está no mais profundo da Terra, porque aí está seu futuro, aí está sua evolução e aí convém a você estar totalmente em acordo, na escuta da Fonte Mãe.
Você não poderá encontrar seu Pai sem sua Mãe.
Você não poderá aceder à ascensão sem fazer ascensionar seu planeta.
Os mecanismos da ascensão tomarão certo número de anos para instalar-se, definitivamente, duradouramente, de maneira permanente nesse Sistema Solar.
Mas você deve acompanhar os sobressaltos vibratórios da Terra.
Você deve acompanhar as tempestades, os ciclones, os tremores que sobrevêm, porque eles ocorreram, como nós o dissemos, no interior de você, antes de tudo. 
- pág. 52
Eles não são destinados a qualquer punição, a qualquer retribuição, mesmo se, exteriormente, isso possa ser visto assim, mas, efetivamente, a uma perspectiva interior de elevação e de transformação.
Convém a você jamais esquecer-se disso e permanecer, permanentemente, conectado à sua Fonte.
Essa é uma advertência essencial ao bom desenrolar dos mecanismos energéticos que vão sobrevir em você, no momento em que você aceitar, totalmente, que a luz esteja em você.
Progressivamente, a partir do momento em que você tiver reconectado sua Unidade de consciência coletiva, progressivamente, você começará a viver certo número de modificações de consciência, mas, também, modificações em suas estruturas celulares.
Elas se acompanharão de sinais que poderão, para alguns, ser mais ou menos desagradáveis, ou mesmo difíceis de viver.
Entretanto, guardem presente no Espírito que eles mesmos fazem parte de sua transformação, a fim de que você possa realizar sua ascensão pessoal na ascensão planetária.
Entre eles, certo número é constante e participa, realmente, tal como foram descritos nos tempos antigos, da prova formal de que sua alma recontatou sua Fonte e que seu ser inteiro participa do esforço de elevação e de ascensão.
Eles consistem em sinais, como nós o dizíamos.
Entre esses sinais, é necessário contar em você com o canto da alma, esse som tão específico, esses sons, deveríamos dizer, que deverão ser ouvidos de modo específico em seu interior e, em especial, do lado esquerdo.
Existe certo número de percepções de vibrações, por vezes pesadas, situadas em diferentes regiões da cabeça e que correspondem, também, a marcadores de conexão à Fonte.
Obviamente, você deverá, também, a partir do momento em que contatar sua Unidade coletiva, sentir certo número de coisas que acontecem abaixo de seus pés.
Bem, abaixo de seus pés, que confortarão a realidade de sua ligação à Fonte Mãe.
Paralelamente, certo número de elementos de consciência vai modificar-se.
Seu modo de alimentar-se se modificará.
Seu modo de vislumbrar as concepções da vida serão completamente diferentes do que se faz atualmente.
Você terá cada vez menos tendência a considerar-se como distanciado, separado de toda a criação.
Os ciclos do sono modificar-se-ão.
E, sobretudo, certo número de contatos poderá sobrevir com algumas dimensões que não são habituais no ser humano, ligadas à quinta dimensão e a dimensões superiores de contato, no sentido o mais nobre do termo.
Certamente, isso não é dado a qualquer pessoa que iniciaria esse caminho de retorno à Unidade, de viver um contato com o Intraterra, independentemente do que deva sobrevir num plano manifestado, em pouco tempo.
Mas o contato com entidades que povoam os mundos angélicos e arcangélicos tornar-se-á mais fácil para alguns de vocês e, em especial, o acesso ao que nós chamamos, nós mesmos: a Santa Trindade.
Nós nomeamos as energias femininas de arquétipo feminino, as energias do Arcanjo São Miguel e as energias da dimensão Crística (aquela de seu grande Mestre que foi encarnado um tempo sobre esta Terra).
Esse contato é um contato que vocês deverão, realmente, qualquer que seja o nível de contato, tanto através de uma visão, como através de ensinamentos, como através, simplesmente, da alegria do contato e de reencontros, efetivamente, assimilar, efetivamente, digerir.
Vocês deverão beneficiar-se da intensidade vibratória desses contatos que serão como ajudas em seu caminho de retorno.
De fato, o que lhes é prometido é, realmente, um retorno à sua Fonte, um retorno à sua Unidade primeira de entidade espiritual livre, liberada de contingências da matéria e liberada de condicionamentos que foram os seus há 52.000 anos.
Trata-se, efetivamente, de grandes reencontros, e isso é uma digna festa vibratória no mais alto dos céus.
Se vocês soubessem o número de seres que participam desse fenômeno de pré-ascensão, se vocês soubessem o número de almas de luz que estão a supervisionar sua ascensão, a supervisionar sua elevação de consciência e que antecipam, devido à presença deles mesmo em seus céus, sobre esta Terra e sob esta Terra, esse fenômeno, a fim de viver esse momento de luz excepcional.
Lembrem-se de que ele sobrevém apenas raramente em sua escala de tempo, mas, hoje, as condições são reunidas, a fim de que um povo inteiro, se tal é sua vontade, reencontre o caminho da casa, o caminho da Unidade, o retorno à Fonte.
Esse é um evento que se festeja dignamente com todos os seus irmãos e irmãs, elevados ou não elevados, mas que participam desse plano da Unidade, em acordo total com a Lei de Um.
E essas entidades estão extremamente presentes, digamos, não apressadas, mas presentes e têm-se no limiar de sua consciência, prontos para comunicar-lhes sua ressonância, sua afinidade, para entrar em contato com vocês, de maneira a encorajá-los a irem para esse caminho de luz, esse caminho da Unidade, esse caminho do retorno.
O caminho do retorno está encadeado e nada, absolutamente nada poderá frear esse retorno, a não ser seu livre arbítrio (que pode ser levado a recusar, por razões que lhes são próprias).
Como nós já dissemos, se tal é sua escolha, amigo leitor, em momento algum nós poderemos portar julgamento, porque você permanece e permanecerá, mesmo se não quiser admiti-lo, uma alma livre diante da eternidade da luz.
Nós não duvidamos, efetivamente, caro leitor que, após o que você acaba de ler, de descobrir, de ressoar, certo número de questões estão presentes em você, questionamentos que compartilha o walk-in consciente que recebeu essas informações.
É-lhe proposto, no final desta obra, certo número de respostas a questões que se supõe que se faça.

Nós desejamos, vivamente, que essas respostas respondam às suas interrogações e possam fortalecê-lo e fazê-lo entrar em ressonância com o que acabamos de escrever.
- pág. 53
 
 
 
(S.E. Capitulos publicados:
Marcador -RAMATAN)
Tradução e Divulgação:
Célia G

Post. e Formatação:
Semeador de Estrelas

Fonte: Autres Dimensions
Bd Marcel Dassault – CAI - 64200 BIARRITZ France
SARL au capital de 10 000 € - RCS Bayonne 492 464 805
Tél. 00 33 - 06 61 93 99 74 – infos @ autresdimensions.com
www.autresdimensions.com 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...