05/06/2013

OMRAAM (Aïvanhov) Parte - II -

Vocês foram prevenidos de inúmeras maneiras,
 em vocês e no exterior de vocês.

OMRAAM (Aïvanhov)
PARTE - II -

Então, tudo isso para dizer-lhes que é preciso estar atento.

Atento, como dizia o Arcanjo ANAEL, para se instalar nos seus Quatro Pilares e para representá-los no nível da cabeça, e eu irei lhes dar uma técnica muito simples que pode ajudá-los no início, apoiando-se nos Melquizedeques que se apresentaram.

Peçam para colocar diante de vocês a Vibração, a Consciência, não importa, porque, como vocês sabem, tudo isso está também no interior de vocês, já que nós somos vocês e vocês são nós.


Coloquem, no interior, diante da sua cabeça, a Vibração ou a Consciência, ou a Presença, do jocoso OSHO.

Coloquem à esquerda da sua cabeça aquele que foi denominado, durante a sua vida, SIRDI SAI BABA, ou, se vocês preferirem, também, pode ser MEVLANA, o famoso sufi.

À sua direita vocês colocam, ao lado da cabeça, aquele que foi nomeado SWEDENBORG.

E, enfim, atrás da cabeça, no nível da nuca, próximo ao Triângulo da Terra, vocês colocam RAMAKRISHNA.



Instalando-se assim, em Consciência, entre esses Quatro Pilares, que não são mais as quatro Estrelas já que estamos em outro círculo, vocês poderão constatar esses mecanismos que eu estou tentando descrever através da Translação dimensional e da sua Ascensão individual que vai lhes permitir, se vocês quiserem, reforçar e atar, de algum modo, a sua Ascensão individual à Ascensão coletiva.

É um trabalho de Serviço, é um trabalho de Consciência, vocês fazem isso quando vocês quiserem, ou vocês não o fazem.

Porque isso pode também acontecer sozinho.

O importante é reparar no que acontece depois desta instalação neste estado específico.

A Ascensão coletiva da Terra, ela, manifesta-se, eu sempre disse isso, a expansão da Terra, pelo aparecimento e pelo acordar e pelo despertar de muitos vulcões, situados no Cinturão de Fogo do Pacífico, mas não exclusivamente ali, pelos movimentos consideráveis da água, também pelos ventos, ou seja, pela ação, como diria SNOW, dos Quatro Cavaleiros, que tendem a se apresentar do mesmo modo, no mesmo local, ao mesmo tempo.

É isso que é novo – a conjunção dos Quatro Elementos - evocando inevitavelmente a reativação do Éter livre, ou seja, do que poderia ser nomeado, que foi nomeado assim, eu creio, o Éter da nova Vida ou Éter da 5ª Dimensão.

E é neste Éter da 5ª Dimensão que nós estamos e que vocês estão também em parte.

Nós iremos nos interpenetrar, é desta maneira, por esta interpenetração, que irá acontecer, a um dado momento, uma espécie de cruzamento, pela interpenetração completa, que irá lhes dar a visão do seu novo mundo, individual, e, para outros, coletivo.

Tudo isso se desenrola a partir de agora, e em um período de tempo que foi dado em várias ocasiões, que corresponde ao período de criação de um estado vibratório e de dissolução, ou da ascensão de um novo modelo vibratório, correspondendo ao seu mês de maio e terminando no mês de outubro.

Agora, durante este período, vocês irão viver coisas apaixonantes e vocês terão, eu diria, cada vez mais confirmações, se vocês ainda tiverem necessidade disso, mas, sobretudo, a capacidade cada vez maior para se arranjar em suas novas Dimensões de vida.

A um dado momento, vocês estarão tão acostumados e tão acomodados nesse mundo de destinação que é o seu, individual ou coletivo, que tudo irá passar, com a expressão que dizemos, como uma carta no correio.

Naturalmente, aqueles que deram meia volta na linha de chegada não podem finalizar agora a linha de chegada, eles podem simplesmente vê-la.

E isso já é enorme, porque ver a linha de chegada é uma liberação muito mais fácil do que aqueles que deram as costas à linha de chegada.

Porque aí, a reversão será muito mais difícil, já que irá acontecer necessariamente por uma fase, como diziam os alquimistas, de solvência e de coagulação, ou seja, que uma antiga forma, um antigo estado, deve morrer com os sofrimentos da perda, para encontrar-se na imortalidade.

Mas isso, isso faz parte dos caminhos escolhidos, isso faz parte da Liberdade de cada um.

E quando eu falo da linha de chegada, não vejam ali uma superioridade daquele que atravessou a linha, em relação àquele que apenas vê a linha ou àquele que deu meia volta na linha.


Simplesmente, cada um escolheu livremente, e na sua Liberdade e mesmo no seu livre arbítrio, encontrar-se, naquele momento, neste local da linha, ou então não ver a linha.

Não há qualquer julgamento a fazer, porque, como isso sempre foi dito, a Liberdade de cada um é respeitada.

Mas a Liberdade coletiva predomina sobre a Liberdade individual, é por isso que este mundo vive agora, e doravante, o que ele tem que viver, com toda consciência, com toda lucidez, como CRISTO disse, ninguém poderá dizer que não sabia.

Vocês foram prevenidos de inúmeras maneiras, em vocês e no exterior de vocês.

Há muitos sinais para ver, há muitas coisas para olhar, dentro como fora.

Há muitas coisas para compreender, mas é fácil de compreender com o Coração puro, ou seja, aquele que está alinhado com a Luz, que não se coloca qualquer questão, mas que já está do outro lado da linha.

Simplesmente, como há uma sobreposição da Ascensão individual, mesmo para aqueles que estão na primeira etapa, com a Ascensão coletiva, eles irão se banhar nesse banho da Ascensão coletiva a fim de viver isso, eles mesmos, de maneira natural.

Esse foi o caso, por exemplo, quando eu respondi a inúmeras questões sobre as crianças.

Eu sempre disse que as crianças não precisavam de vocês, mas são vocês que precisam das crianças, porque elas não têm qualquer resistência a esta Ascensão coletiva, a esta Transição coletiva, a esta Liberação coletiva.

O que não é o caso para aqueles que correm na contramão da linha de chegada, mas isso é problema deles.

Isso é problema dele, ou seja, qualquer que seja o nível da profundeza, da própria escuridão, vocês poderiam chamá-lo em meio a este mundo, isso não tem qualquer importância porque a Luz irá nascer em meio às trevas, e isso é o mais importante.

Ninguém poderá dizer que não havia Luz.

Está aí o esboço do que eu tinha que dar a vocês.

Naturalmente, vocês sempre são livres para alinhar-se às 19 horas (hora francesa), porque, mesmo não havendo mais Conclave, nós estamos no interior de vocês, todos presentes, e eu diria até onipresentes, e prontos para responder a todos os seus Apelos e a todas as suas Comunhões.

Pôr em prática o que é mais útil para vocês, mesmo se isso o seu mental não compreender, para permitir-lhes efetuar esta Transição, esta Ascensão individual e coletiva, da forma mais agradável possível, eu diria, da forma mais fácil possível.

Peçam e o Céu dará a vocês, e vocês não podem obter sem pedir.

Mas este pedido deve vir, é claro, e eu disse isso inúmeras vezes durante a minha encarnação, do Coração e não da cabeça.

Não é para satisfazer as necessidades da cabeça.

Mas é para satisfazer a sua avidez do Espírito, esta avidez do Coração para encontrar a Água da Verdade, o Fogo da Verdade, a Terra e o Ar da Verdade.

Portanto, vocês penetram diretamente no novo Éter da vida.

Esse novo Éter da vida deixa-se viver muitas coisas neste corpo, por vezes isso lhes parece fácil, por vezes isso lhes parece complicado.

Não resistam a nada.

Se vocês estiverem conectados, que isso seja pela cabeça, pelos pés, pelos dois, pelo Coração mais, seja qual for o estado vibratório do seu corpo, dos seus chakras, se vocês forem incorporados pela Onda da Vida e pelo Manto Azul de MARIA, a solução está aí.

Quando o mental se puser a pedir uma solução e começar a girar, peçam à Onda da Vida e instalem-se na Coroa da cabeça e do Coração, instalem-se na vibração, no que lhes é soprado no ouvido ou no Coração e também, deixem-se ver com o Coração, porque o novo Éter, ele está, evidentemente, ligado à visão etérea e à visão interior, e à visão do Coração.

Portanto, tudo ali está.

Então, se algo que vocês virem com o seu cérebro, ou com os seus olhos, colocarem questão a vocês, não procurem a resposta aí onde a questão é colocada.

Instalem-se na pergunta para a Onda da Vida, para nós, perguntem e vocês verão que tudo irá se esclarecer de maneira mágica, que isso seja nos sonhos, pelas sincronias ou por mudanças diretas do seu modo de ver as coisas, e vocês verão que o que era do mental irá se derreter como neve no sol.

Isso, são os elementos importantes.

Dessa maneira, cada vez mais vocês estarão, eu diria, ultra conscientes, cada vez mais vocês estarão vigilantes.

Mas não como aquele que está preocupado, mas como aquele que realmente está iluminado do interior pela sua própria Luz e que vê as coisas de maneira muito mais simples do que antes, e eu diria de maneira direta, ou seja, sem intervenção dos mecanismos de compreensão habituais.

Por exemplo, quando acontecer à noite, eu tomo um exemplo, mas isso pode ser qualquer outra coisa, de ver um rosto, de ver uma embarcação(nave), de ver outra paisagem, não se perguntem pela manhã sobre o que isso corresponde para a sua cabeça.

Já que a sua cabeça não tem qualquer resposta.

Estabeleçam-se de novo no que foi vivenciado, porque, como eu disse, isso não é apenas um sonho.

Estabeleçam-se de novo neste outro espaço-tempo, não como algo que é do passado ou do futuro, mas como algo que engloba a totalidade da sua Consciência, e perguntem para nós naquele momento.

E vocês verão que tudo ficará evidente e que ali não terá mais questão a emergir:
 “Mas, por que eu me vi em tal local?

 Por que eu estava com tal pessoa?”.

Mais do que analisar o que a Consciência vivenciou, deixem a Consciência viver o que ela vivenciou.

Assim como quando vocês olham uma flor que vocês gostam neste mundo, vocês não irão se perguntar sem parar por que vocês gostam dela.

Vocês fazem isso.

Então, do mesmo modo, façam-no para o que se é deixado viver.

As palavras irão parar por aí.

Eu aproveito também para saudá-los, certamente uma última vez, porque a minha missão foi cumprida, assim como vocês cumpriram a de vocês.

Os Conclaves foram dissolvidos, os Melquizedeques se regozijam, não mais por estarem estáticos no seu Elemento, mas por dançarem no interior de vocês, as Estrelas também.

Nós continuamos, não mais agora em Conclave, mas nós prosseguimos em linha direta para vocês, cada um de nós em função das nossas respectivas afinidades e respectivas necessidades.

MARIA, agora, tornou-se bem grandiosa no Canal Mariano e no seu Coração para ali tomar também todo o lugar, a fim de acolher o seu Filho e acolher o seu CRISTO, ou seja, o que vocês São, em Verdade.

Portanto, tudo está aí, agora, todos os elementos estão à sua disposição, e eu digo, quando eu ouço os elementos, são também os Elementos da natureza, porque SNOW já lhes falou disso, como nós, os Anciãos, como as Estrelas, e como os Arcanjos.

Façam um bom uso, instalem-se bem em todo este estado.

Nós iremos fazer, parece, uma pequena pausa e, em seguida, nós iremos retomar para ver se vocês têm questões.

Então eu me calo durante alguns segundos, parece, digam-me quando eu devo retomar.

E aproveitemos, durante esse tempo, para estarmos nesta famosa Comunhão, que eu falei, com os Quatro Elementos e os quatro pontos de ancoramento, na frente, à esquerda, à direita e atrás.

Eu lhes agradeço pelo seu estado de prece que estava magnífico.

Então, se agora vocês tiverem perguntas, eu vou ali responder, com prazer.

Nós não temos perguntas.

Então, se não há perguntas, eu lhes agradeço imensamente por toda a sua atenção.

Vocês podem também, se vocês quiserem, divulgar o que eu lhes disse para mais pessoas, e de todos os modos possíveis, porque nós estamos na atemporalidade, de maio a outubro, como todos os anos, mas desta vez, há uma linha de chegada.

Então, eu lhes transmito todo o meu Amor, eu lhes transmito todas as minhas Bênçãos, e eu lhes digo, a cada um de vocês, não esqueçam, eu estou aí.


Eu lhes digo até logo.






Post. e Formatalção
Semeador de Estrelas
http://semeadorestrelas.blogspot.com/

Tradução para o português e
divulgação: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com
www.portaldosanjos.net

Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov)
transmitida pelo coletivo dos Filhos do UM:
http://lestransformations.wordpress.com/2013/06/03/o-m-aivanhov-2-juin-2013/
02 de junho de 2013

Um comentário:

  1. Não há nada a acrescentar, Aivanhov disse tudo!
    Regozijo.... bem estar e Graça.
    Estamos porque Somos!
    Me senti como uma criança abençoada em Amor pelo pai....

    Helena

    ResponderExcluir

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...