19/11/2012

Divina MARIA - 17 de Novembro de 2012 - Parte II -

Eu sou MARIA, 
Rainha dos Céus e da Terra.
- BPARTE II -
"Jamais qualquer explicação irá satisfazer
 outra coisa que o seu mental".

AutresDimensions 

PERGUNTAS e RESPOSTAS

Pergunta: quando nos sentimos magoados ou traídos, é melhor expressá-lo (mesmo se isso relevar da raiva) ou é melhor nada dizer?

Isso depende de onde você Está.

Se você Estiver no Amor, então, como disse o Mestre PHILIPPE, há pouco tempo: ofereça a outra face (ndr: intervenção de PHILIPPE DE LYON de 10 de novembro de 2012 ).

Isso é para testá-lo a fim de mostrar onde está o seu Abandono.

Porque, quem pode ser magoado ou traído, senão a personalidade?

Aquele que está estabelecido na Presença, aquele que vive Shantinilaya, o Êxtase ou a Beatitude, como, de algum modo, poderia se sentir traído ou magoado?

Isso não é jamais senão a personalidade efêmera que é traída ou magoada


E como disse, aliás, um dos Anciãos, há alguns anos: tente, simplesmente, não reagir no momento em que isso é vivenciado ou percebido, e você verá, por si mesmo, que essa necessidade de reagir ou de expressar uma justiça da personalidade, qualquer que seja, irá desaparecer sozinha, e você irá encontrar, ainda mais rápido, a Paz que você É (ndr: ver as intervenções de UM AMIGO de 20 e 27 de novembro de 2010 ).

Jamais é reagindo a uma injustiça que você irá permitir à Eternidade instalar-se.

Reagir a uma injustiça apenas faz manter a própria existência da personalidade e da divisão.

Mas eu o lembro de que, nunca, o que você É pode nem desaparecer, nem ser magoado, nem ser traído.

E de que se você se sentir traído e magoado, isso lhe mostra, a si mesmo, onde você está situado, e de que se você aceitar sair do local onde você se situa para deixar Ser a Luz, então você irá constatar, bem depressa, que nada pode reagir e que nada pode ser magoado.

Uma coisa, obviamente, que não pode compreender a personalidade e o efêmero.

Eu os lembro de que este mundo está construído, além da Ilusão, no princípio de ação / reação.

Haverá sempre um Irmão ou uma Irmã que irá traí-lo.

Haverá sempre um Irmão ou uma Irmã (ou uma circunstância) que virá desafiá-lo, em relação à sua Eternidade, até o momento em que você estiver, você mesmo, seguro e certo (não em meio a uma crença, mas na sua vivência) de que você É a Eternidade.

Naquele momento, nada mais poderá vir magoar você.


Pergunta: o que fazer quando vivemos momentos de estase, mas sem nada sentir, especialmente ao nível do Canal Mariano? 


Meu Filho, isso foi explicado há pouco tempo, aí também (ndr: intervenção do ARCANJO ANAEL de 10 de novembro de 2012).

Então, eu especifico de novo as coisas.

Foi-lhes mostrado que existia, além da consciência e do aspecto Vibratório da consciência, um estado onde não há qualquer percepção e onde, no entanto, como você diz, ocorre um estado de estase.

É justamente o que o leva à Infinita Presença, quando cessam todas as suas percepções.

Naqueles momentos, se você se Abandonar, completamente, então, você irá atravessar a Porta da Última Presença e você irá entrar na sua própria Ressurreição.

É tão simples assim.

O que não era possível, anteriormente, torna-se possível.

A própria cessação das manifestações da consciência leva-os ao que BIDI nomeou a a-consciência, muito facilmente.

Pergunta: ouvir ser chamado por um nome que não é o seu de batismo pode corresponder a um Apelo de MARIA? 


Todos vocês têm um nome.

Esse nome é um nome da Eternidade.

Ele nada tem a ver com o nome da alma.


Ele é um nome que vocês carregam além de toda forma, desde o seu aparecimento em meio a uma forma, qualquer que seja.

É esse nome que, efetivamente, pode ser pronunciado.

Pergunta: ao ouvir esse nome, eu senti uma pluma branca na minha mão.

Nossa Presença, nossa Infinita Presença, está muito depois da sua Presença.

Nós lhes dissemos que, no Canal Mariano, nós podíamos nos apresentar a vocês.

Lembrem-se de que além da necessidade do sentido, da necessidade da explicação, o mais importante será sempre o que é vivenciado, naquele momento, e que o que se coloca a questão será sempre o mental.

Nos outros Planos que vocês se preparam para viver, é evidente que quando vocês têm uma manifestação, não há o cérebro que está aí para tentar discriminar o que é bem, o que é mal, o que é útil, o que é inútil, ou qualquer outro aspecto de comparação, mas que o estabelecimento desses contatos, dessas relações, dessas Fusões, dessas Comunicações, ou o Encontro com um Duplo, ou ainda com intervenientes dos Planos Multidimensionais, apenas faz fortalecê-los em sua Multidimensionalidade.

É justamente todo este aspecto transitório que deve fazê-los ficar Tranquilos, ou seja, não buscar um sentido ou uma explicação, porque o sentido e a explicação virão por si só, depois, e sem qualquer uso da ferramenta mental.

A vivência Vibratória ou a vivência do Encontro, em si, qualquer que seja este Encontro (quer você seja acariciado no nível da bochecha, quer você sinta um estremecimento na cabeça, quer você sinta uma Presença na sua cama, quer você sinta um Ser ao seu lado, ou quer você ouça o seu nome) representa unicamente a nossa aproximação e o que nós nomeamos (na falta de outro termo) a justaposição das Dimensões: esta era de transição, esta época de transição, muito curta, na qual vocês entram, de maneira cada vez mais íntima.

Portanto, não busquem o sentido ou a explicação.

Do mesmo modo que, quando uma das suas Linhagens é revelada, o que é importante é o impacto na consciência e isso instala os quatro Pilares do Coração que permitem o Desenvolvimento do Coração Ascensional.

Não há que procurar o sentido ou o significado.

O interesse não é saber que você tem uma Linhagem de Sírius, mas, sim, viver os efeitos e a consequência.

E quanto mais você aceitar não buscar o sentido ou o significado, mais você será instalado no tempo da sua vivência, no momento em que isso ocorrer, e mais você irá descobrir o Amor, mais você irá descobrir a Morada da Paz Suprema.

Jamais qualquer explicação irá satisfazer outra coisa que o seu mental.

Conforme as minhas Irmãs lhes disseram, e também muitos Anciãos: nós poderíamos desenvolver muito mais do que o que nós lhes demos, por exemplo, no nível da anatomia sutil ou oculta (ou, em todo caso, multidimensional) do que vocês São.

Nós lhes demos os elementos importantes (e isso foi explicado), mas há um monte de elementos que vocês sentem, que vocês vivem, sobre os quais nós não fomos mais longe nas explicações porque nós não julgamos, mas estimamos (através do que nós percebíamos) que não era proveitoso dar-lhes o significado.

Lembre-se de que você anda, mas você não sabe quais são os músculos, os nomes dos músculos que lhe permitem andar: no entanto, eles trabalham.

É o mesmo para a multidimensionalidade.

A explicação e o sentido, o significado, apenas estão sempre ligados, em última análise, ao seu modo de vida e de expressão em meio a este mundo da Dualidade, da ação / reação, do Bem e do Mal.

Além deste mundo, há um outro mundo no qual vocês penetram, que nada tem a ver com tudo isso.

A Transcendência (ou, se vocês preferirem, o que foi chamado de espiritualização da matéria) é justamente isso: deixar a Luz agir na matéria, não se servir da matéria (e, portanto, do mental) para tentar compreender, explicar, açambarcar, ou possuir, o que está Livre.

Pergunta: as pessoas que vivem o mesmo nível Vibratório podem igualmente entrar em ressonância, de maneira espontânea, ou também falar mal umas das outras?

Bem amado, tudo depende do que se exprime, naquele momento.

Ou há reação, e a personalidade vai tomar a dianteira para coisas por vezes insignificantes.

É isso que é preciso ver em ação.

E justamente, se houver afinidade Vibratória (e eu não falo sequer dos Duplos, quaisquer que sejam), há possibilidade de viver a Comunhão e a Fusão, quer vocês estejam um na frente do outro ou distantes.

Assim, portanto, cabe a vocês verem o que vocês vivem.

Vocês não podem estar próximos Vibratoriamente e falar mal uns dos outros.

Isso não é possível.


Ou então vocês recaem, de imediato, nas máscaras, nas aparências, nos combates, que nada têm a ver com a Luz e com o Amor.

Portanto, se houver Amor, se houver Comunhão, se houver Fusão ou, eventualmente, se houver neutralidade, então há Amor.

Por outro lado, se houver raiva, se houver o que vocês nomeiam retalhar-se mutuamente, isso apenas reflete que um dos dois, ou os dois, desceu de novo, em alguma parte, no nível da expressão da personalidade.

Isso jamais pode ser o caso para aquele que vive Shantinilaya ou que vive o Êxtase da Beatitude.

É toda diferença, também, entre o Abandono à Luz e o Abandono do Si.

O Abandono à Luz é ter deixado penetrar a Luz, ter visto e vivenciado o Si, mas se servir disso para outra coisa do que o que vocês São.

E naturalmente, naquele momento, pode ali haver antagonismo, atrito, resistência, raiva.

O que não é o caso para aquele que está instalado em Shantinilaya.

Naturalmente, eu o lembro de que a personalidade sempre irá encontrar pretextos (como em uma das questões anteriores, por exemplo) para expressar os seus sentimentos e, portanto, para garantir (mesmo se este confronto não for violento, aparentemente) a necessidade de existir, ou seja, de afirmar a pessoa, de alegar uma mágoa, de alegar uma traição, que não existe, em última análise, eu o lembro disso, no nível do que vocês São.

E a maneira que você mesmo vê a raiva, pelo fato de retalhar-se mutuamente, de viver isso, ou de Estar na Paz a mais total: toda diferença está aí.

Eu os lembro (mesmo se o exemplo não puder ser totalmente adequado) de que Joana D’Arc cantava na fogueira.

Será que a personalidade pode cantar quando ela é submetida ao fogo real?

Eu creio que não.


Aquele que está realmente instalado em Shantinilaya (isso não é uma visão da mente ou um discurso) é totalmente independente do que chega a este corpo.

Ele o habita, na totalidade, mas a espiritualização da carne ocorreu.

Então, naquele momento, independentemente do que se tornar esta carne, isso não tem mais qualquer importância.

O corpo é o Templo porque é nele que acontece esta alquimia final.

Mas o objetivo, é claro, é não mais ser tributário deste corpo, porque este corpo está espiritualizado.

Então, como um corpo que estaria espiritualizado, ou prestes a sê-lo, poderia manifestar outra coisa que o Amor?

Mas, evidentemente, nós concebemos perfeitamente que para aquele que ainda expressa uma personalidade, não havia solução.

Mas a única solução, ela não está justamente em meio à personalidade.

Mas, para isso, é preciso vivê-lo para perceber isso.

Pergunta: se, hoje, uma doença grave chegasse ao nível do corpo, o que seria preciso fazer? 


Eu não tenho a resposta para lhe dar porque isso apenas concerne a você.

Se o medo estiver presente, o que você vai fazer?

Você vai se jogar nas mãos daqueles que podem curá-lo, curar este corpo segundo as leis deste corpo.

E essa será a atitude correta.


Mas nunca conte com ninguém para dizer-lhe o que fazer frente a este tipo de problema, porque isso apenas diz respeito a você.

Então, é claro, poderia ser adotada a opinião da ciência com relação a este corpo e, então, adotar o que vocês nomeiam ações terapêuticas, por vezes muito difíceis.

Mas cabe a vocês decidir.

Cabe a vocês ver isso.

São vocês que sabem onde vocês estão.


Eu o lembro de que se você For Absoluto, ou de que se você se mantiver na Infinita Presença, não há qualquer razão do que quer que seja que ocorre sobre este mundo, como na sua carne, podendo afetar seja o que for do que você É.

Não é o mesmo, é claro, se você ainda estiver sob a influência da sua própria personalidade.

As leis do seu mundo levam à reação, que isso seja indo ver um cirurgião, que isso seja indo ver um médico, um curador (ou não importa quem).

São vocês que estão Livres, é o seu corpo.

Se vocês não tiverem confiança, o que vai acontecer?

Então, você irão ver aqueles que vão operá-los e que vão propor-lhes, justamente, explicações, quer essas explicações se refiram à fisiologia deste próprio corpo, como explicações mais sutis no nível dos diferentes corpos sutis.

Mas um como o outro apenas são verdades relativas que se referem apenas ao efêmero e tudo depende, aí também, da localização da sua consciência.

Certamente que nós não podemos pedir-lhes para ir para os tratamentos de rotina ou para os tratamentos que vocês nomeiam energéticos ou alternativos ou, ainda, dizer-lhes para nada fazer.

São vocês que decidem o que os colocam em uma sensação de segurança: segurança ilusória da explicação ou da ação / reação?

Segurança sutil do energético?

Ou segurança absoluta daquele que é Absoluto.

Nós não temos mais perguntas. Nós lhe agradecemos. 


Então, bem amados Irmãos, Irmãs e Filhos (qualquer que seja o nome que vocês desejarem que eu lhes dê), vivamos, se vocês quiserem, um momento que prefigura, se vocês o desejarem, o nosso próximo encontro.

Instalemo-nos, alguns minutos do seu tempo, além, justamente, do seu tempo.

Eu lhes digo então: até dentro de duas semanas.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu sou MARIA,
 Rainha dos Céus e da Terra,
 e eu lhes digo: até 1º de dezembro.

Até logo.







NDR:


A intervenção de MARIA irá ocorrer em 1º de dezembro próximo, das 14 às 15 horas, hora francesa no relógio [das 11h00 às 12h00 (meio-dia) – hora de Brasília; das 13h00 às 14h00 – hora de Lisboa]. Naquele dia, um dia de canalizações públicas já está programado em Biarritz, esta intervenção será então, em público, nesse contexto (vocês irão encontrar todos os detalhes na coluna “canalizações públicas”).
Entretanto, MARIA lembra que além da presença física, a conexão, em Espírito, naquela hora, independentemente do lugar onde vocês estiverem situados, permite viver os aspectos Vibratórios que serão então propostos.
Os horários indicados correspondem à hora francesa, no relógio. O link Décalage Horaire (http://www.lolo.free.fr/Divers/DecalageHoraire.html) irá permitir deduzir o seu horário local.


Post. e Formatação

Semeador de Estrelas



Tradução para o português e

divulgação: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com 

19 novembro 2012

Mensagem da Amada e Divina MARIA no site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1694
17 de novembro de 2012
(Publicado em 18 de novembro de 2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...