16/11/2012

UM AMIGO - 10 de Novembro de 2012 - (Parte II)

"A Luz não pode ser absorvida: 
 ela apenas pode ser Irradiada".
"Para isso, é preciso tornar-se 

Transparente". 

"Se nós insistimos tanto sobre a Inteligência da Luz, 
significa que isso é fundamental". 



Eu sou UM AMIGO.
- PARTE II -
AutresDimensions

A personalidade foi construída segundo as franjas de interferência, as zonas de opacidade, correspondendo à história, à lenda pessoal, assim como à história da sua vida.
A não-consciência (ou a-consciência) vai, ela, traduzir-se pela colocação em repouso da consciência e das suas manifestações em meio a este corpo. 


Haverá, então, instantes, momentos (independentes da sua vontade, independentes, até mesmo, da sua consciência, qualquer que seja), em que vai se manifestar um estado que eu qualificaria de vacuidade total, firmando, para vocês, a possibilidade (se tal for a sua escolha, se tal for o seu Abandono) de fazer irromper em meio à sua Eternidade, na totalidade.

O corpo é então, sim, não um marcador de qualquer evolução, mas, sim, um marcador da consciência.
 
O que era possível (e viável) em certos momentos, nos tempos passados, tornar-se-á, para vocês, de grande interesse, permitindo-lhes realizar o que É a consciência.

Não somente em meio à personalidade que vocês conhecem, não somente em meio ao Corpo de Estado de Ser (para aqueles que ali penetraram), mas, muito mais, a consciência nomeada Sat Chit Ananda, aquela que repousa na Paz do observador.

A localização em meio ao observador é a localização, durante este período, para aqueles que não tiveram a possibilidade de viver a Ascensão da Onda da Vida, que vai permitir estabelecê-los na Luz Branca da Infinita Presença e na Luz, Absoluta, sem cor, daquele que É Absoluto. 


Por meio do Canal Mariano e por meio dos Encontros que vocês realizam, eu o lembro a vocês, durante este mês, com o Arcanjo URIEL (Arcanjo do Renascimento, da Passagem e da Presença) porque ele é aquele que, pela sua Radiância, vai permitir-lhes ajustar-se, a ele, enquanto Duplo. 

Além de todo apelo (a algum Arcanjo, a alguma Estrela ou a algum Ancião), vocês talvez, também, puderam constatar que a distância (ou a separação, ou o Véu) existente entre a consciência ordinária e a consciência Eterna, são cada vez mais tênues, ou mesmo (para muitos de vocês) desaparecem.

Isso é causado pelas suas possibilidades de contato com as outras Dimensões, qualquer que seja esta forma de expressão: que isso seja a revelação das suas Linhagens, que isso seja o contato com um Duplo, com MARIA, com CRISTO, com um Ancião, com uma Estrela, ou com um Arcanjo.

A gama de possibilidades fusionais, a gama de possibilidades de Comunhões amplia-se, então, de maneira considerável.
Isso pode ocorrer de maneira cada vez mais evidente, também, de Irmão a Irmão, de Irmã a Irmã, de Irmão a Irmã e de Irmã a Irmão, independentemente de qualquer relação carnal, independentemente de qualquer ligação familiar, e independentemente de qualquer critério de afinidade ou de amizade.

Esses processos, realizando-se de improviso, podem, por vezes, surpreendê-los e provocar uma série de implicações em meio à personalidade.

Nada vejam ali de tudo isso.

Na realidade, os mecanismos de Dissolução de consciência a consciência, de vivência do Absoluto, durante um Encontro, não deve implicá-los em qualquer outra relação senão naquela da Luz, vivenciada em qualquer distância de qualquer personalidade, de um como do outro.

A capacidade e a facilidade para viver essas expansões de consciência, desde que vocês encontrem um Irmão (ou uma Irmã) no mesmo estado Vibratório de consciência que vocês (ou que Seja Absoluto), é a prova da Unidade da consciência e a prova do que vocês São, na Verdade.

Não vejam ali, ainda uma vez, qualquer implicação no futuro da vida da personalidade, na sua vida encarnada, mas, muito mais, um elemento que eu qualificaria de espiritual, referente ao que é para viver nos mecanismos da Infinita Presença, como do Absoluto.

Vejam ali, portanto, uma oportunidade do Instante Presente, e não uma projeção em algum futuro (ou devir), qualquer que seja.

Os mecanismos do Duplo são então levados a se amplificar de maneira considerável.
Eles poderão se repetir de improviso, independentemente de qualquer intenção de meditar junto ou de se Alinhar junto.

Isso poderá ocorrer entre um bebê e um idoso: não há qualquer limite e qualquer contingência de idade, de sexo, ou do que quer que seja relacionado à personalidade.

Mas esse processo é levado a se reforçar de maneira extremamente importante, e esse processo irá participar, à sua maneira, da sua compreensão, da sua observação, mas, também, do seu estabelecimento em meio ao Absoluto que vocês São.

Deste modo, não será raro, durante este período,
encontrar-se, sem qualquer vontade própria, no interior de outro corpo, de outra consciência, ou de outro mental, de outro ser encarnado sobre a Terra, mesmo se ele for desconhecido de vocês e que vocês tiverem apenas cruzado o olhar ou, simplesmente, trocado um aperto de mão.

Esse processo de Deslocalização final da consciência será empregado de maneira cada vez mais evidente.

O fato de não mais estar apegado a este corpo, como à sua personalidade, irá decorrer diretamente das experiências realizadas, naquele nível, indo muito mais longe do que a Comunhão, a Fusão e a Dissolução (que vocês talvez experimentaram desde mais de um ano).

O que se desenrola é então, de qualquer forma, um novo campo de experiência da consciência.

Esse campo de experiência da consciência, vivenciado aqui mesmo, aí onde vocês estão, na sua Dimensão, é apenas, em última análise, a tradução da reaproximação das nossas Dimensões e da Dimensão de vocês, pondo fim a todos os Véus de isolamento e acabando, de algum modo, em fazê-los descobrir a Maturidade espiritual e, se vocês o desejarem, a Liberdade e a Autonomia.

Tudo isso se desenrola, ainda uma vez, independentemente do fato de levar a sua consciência em tal Porta, de realizar tal Yoga, de realizar tal postura, tal Alinhamento ou tal meditação.

Tenham em mente que é, justamente, o lado improvisado (e não o determinado) que será a autenticidade do que vocês vivem.

Dessa maneira, então, faz todo sentido o que eu lhes dei, desde dois ou três meses, com relação ao fato de permanecer Tranquilo e de nada fazer.

Quanto mais vocês permanecerem no observador, ou seja, naquele que nada faz, mais se está receptivo e mais se torna então, aí também, de algum modo, Transparente.

A Transparência consistindo em deixar Ser e a não querer fazer, para Ser. 


Assim, então, de maneira imprevista, vocês irão começar a viver mecanismos corporais, assim como mecanismos de consciência, que jamais foram (para a maioria de vocês) alcançados, vivenciados, pensados ou experimentados.

O conjunto dessas experiências refletindo, portanto, a reaproximação das Dimensões, assim como a sua Fusão, é o que pode, nesta fase, facilitar-lhes o Abandono da personalidade a ela mesma, assim como facilitar o Desenvolvimento do Coração Ascensional.

A colocação em ressonância do seu Ser Interior, a colocação em ressonância do seu Ser Interior com um outro Ser Interior, irá permitir-lhes perceber, realmente, o que é a Unidade da consciência, não como um objetivo, não como uma meta, não como um credo ou uma crença, mas, sim, como a realidade do que vocês têm a viver. 


Dessa maneira, então, nos momentos em que se manifestarem os elementos que eu lhes dei (principalmente naqueles momentos), nada façam, nada projetem, nada decidam, mas imirjam no que é vivenciado, sem ali interferir, de maneira alguma.

Lembrem-se de que, durante esta fase, a qualidade da sua respiração (assim como a qualidade da sua alimentação) é preponderante.

Alguns de vocês irão constatar que as necessidades fisiológicas habituais se modificam, de maneira extremamente importante e extremamente rápida. 

 
Lembrem-se de que o conjunto dessas modificações se refere, unicamente, aos momentos que vocês vivem nesse período, para permitir-lhes, de uma maneira ou de outra, aproximar-se do que vocês São.

Da mesma forma (e isso foi abordado pelo nosso Comandante (ndr: O.M. AÏVANHOV) em certos casos, ameaçando a sua integridade física, ocorrendo pela irrupção de uma doença, violenta e brutal, atingindo, essencialmente, o que é chamado de primeiro chakra, ou seja, o sangue e a circulação.

Eu os lembro de que o sangue é o que propicia a animação da alma. 


A alma vivendo (para aqueles de vocês alcançando o Si) a Dissolução, pelo Fogo do Éter, e pela sua própria Presença, para fazer realizar o Espírito, é então perfeitamente lógico e perfeitamente normal que as manifestações de tipo vascular, cardiovascular, circulatória, em qualquer local deste corpo e independentemente do tipo de manifestação, estejam aí para permitir-lhes estabelecer-se na Paz, de maneira cada vez mais profunda, e para encontrar quem vocês São, além de toda aparência, de toda pessoa, de toda interação e de toda projeção.

Vocês devem, portanto, reconsiderar (se tal for o caso para vocês) os distúrbios podendo ocorrer neste coração, não como uma culpa, não como uma punição, mas, muito mais, como um elemento contribuindo (mesmo se isso não lhes parecer em um primeiro momento) para a sua própria Liberação.

Os fatores de resistência, inscritos em meio à personalidade (como vocês sabem disso), estão no nível, essencialmente, dos dois primeiros chakras.

Passar esses dois primeiros chakras (se isso não foi realizado pela própria Onda da Vida), deve acontecer, de uma maneira ou de outra, pela ação da Luz Supramental ou Vibral, vinda não por baixo, mas, desta vez, pela parte de cima.

Isso se reflete então, algumas vezes, pelo aparecimento de incômodos, por vezes importantes, no nível deste corpo.

Além da irrupção do que vocês nomeiam doença, além da irrupção do medo consequente à doença, vocês podem constatar (para aqueles que vivenciaram isso) o estabelecimento de uma Paz nova onde, sobretudo, o mental não pode mais interagir ou desencadear interações que não sejam desejáveis pelo seu corpo de Eternidade. 


Desta forma, põe-se em prática o fim da alma, assim como o fim do mental, permitindo-lhes encontrar o Espírito, a Infinita Presença ou o Absoluto que vocês São.

Eis as palavras que eu desenvolvi.

Se houver, agora, em vocês, Irmãos e Irmãs na humanidade, aqui presentes, questionamentos relativos ao que eu acabei de exprimir, de maneira rápida, então, eu os escuto.

Pergunta: o Som ‘Si’ no ouvido e o Canto do Canal Mariano são a mesma coisa? 


Bem amada, querida Irmã, existe no nível do que é nomeado o Antakarana (ou Cordão Celeste) que reúne, eu a lembro, o corpo, a alma e o Espírito, o Som da alma denominado Nada, correspondendo aos Siddhis (ou poderes da alma).

O Antakarana está forrado de Partículas Adamantinas de Luz, de Radiações do Ultravioleta e da Irradiação d’A FONTE.

Isso permitiu substituir, de algum modo, este Antakarana por uma estrutura Vibral muito mais apropriada ao que se desenrola, neste momento, sobre a Terra, que tomou o nome de Canal Mariano.

O Canal Mariano nada mais é do que o Antakarana, do lado esquerdo, atapetado de Luz, atapetado de Partículas que lhes são desconhecidas (ou exóticas) em meio ao mundo onde vocês estão.

A modificação do Som, a amplificação do Som, a permanência do Som, está diretamente conectada, doravante, à Presença do Canal Mariano, assim como à nossa Presença, ao lado de vocês.

Eu os lembro de que existem alguns Yoga (em particular, o Kriya Yoga) que permitem trabalhar nesse Som.
Se tal for o seu interesse, se tal foi o seu desejo, eu os remeto, portanto, a este ensinamento específico do Yoga, denominado Kriya Yoga.

O Yoga do Som permite dar-se conta, pela atenção focalizada no Som, de que quando o Som se modifica, a consciência modifica-se, de que quando uma Presença se aproxima de vocês, o Som modifica-se.

Quando a sua consciência se modifica (independentemente de qualquer Presença) e os faz estabelecer no que vocês São, na Verdade, o Som é, também, modificado.

Vocês irão constatar as amplitudes do Som muito mais importantes do que antes, traduzindo, aí também, a justaposição e a sobreposição das nossas Dimensões e da Dimensão de vocês.

O Canal Mariano participa, assim como eu disse, do Desenvolvimento do Coração Ascensional, porque existe uma ligação e uma conexão entre o Canal Mariano e o Elemento Ar, representado pelo Triângulo Elementar do Ar, no nível da cabeça, mas, também, pelo ponto UNIDADE, Porta do peito, situado acima do seio esquerdo.

A ressonância do Canal Mariano com o Triângulo do Ar, assim como com a Porta UNIDADE, conecta-os ao que nós nomeamos o Canal Mariano coletivo da Terra.

Isso lhes permite beneficiar-se, real e completamente, de um afluxo de Partículas Adamantinas, de Radiações do Ultravioleta e de Irradiações d’A FONTE, muito mais intensamente do que antes.

É naquele nível que se nutre o Coração Ascensional, por intermédio do Ar, bem como, como vocês verão logo mais, por intermédio do Fogo.

A conjunção do Fogo do Amor Vibral, vindo da Luz Vibral, penetrando, doravante, pelo Coração, põe fim à Atração da alma para a matéria e vem, literalmente, consumir a alma para permitir-lhe desaparecer, enquanto no meio entre o corpo e o Espírito, entre o corpo e a Consciência da Infinita Presença.

Deste modo, então, a modificação dos Sons, ligada ao Elemento Ar, ao Cavaleiro do Ar, assim como ao Ar, em vocês, é um dos marcadores, aí também, da sua transformação, se vocês viverem isso nesse momento.

Pergunta: sentir, especificamente, o ponto ATRAÇÃO pode ser o sinal de que a pessoa deve ir mais para a Infinita Presença? 


Conforme eu lhes falei, uma das duas Portas ATRAÇÃO ou VISÃO, ou as duas ao mesmo tempo, sentidas de maneira intensa, corresponde ao trabalho do Fogo do Éter novo, em meio ao Fogo do Éter rarefeito, terminando, justamente, com o eixo ATRAÇÃO-VISÃO. 

Isso passa, evidentemente, aí também, por aspectos alimentares.

A percepção, que isso seja por calor, por dor ou incômodo, no nível da Porta ATRAÇÃO (correspondente ao chakra do baço), corresponde à transformação ligada ao novo Corpo Etéreo do Fogo da 5ª Dimensão.

Se isso estiver perceptível e sensível, então, se o incômodo for real, é-lhes conveniente verificar o efeito da alimentação, pelo jejum, durante 24 ou 48 horas.

Vocês irão constatar, por vocês mesmos, que esta sensação, esta dor, este incômodo, desaparece completamente.

Até agora, a fisiologia humana terrestre era de tomar a sua energia além das energias vitais, pela extração do que era fornecido, como calorias, pelos alimentos.

Isso não é mais verdadeiro, hoje, para aqueles de vocês tendo modificado a sua fisiologia pela ação da Luz: vocês se nutrem, literalmente, de Luz, e não mais de alimentos.

Vocês passam de uma consciência, nomeada da personalidade, cujo ponto de vista é a própria pessoa, levando tudo para ela e, em comparação, mesmo em relação a outras consciências: a personalidade é um mecanismo de absorção.
O que vocês vivem é um mecanismo, doravante, de Irradiação.

A Luz não pode ser absorvida: ela apenas pode ser Irradiada.

Para isso, é preciso tornar-se Transparente.

A Transparência, além dos aspectos morais e da consciência é, muito mais, uma capacidade para permanecer Tranquilo, para deixar a Luz trabalhar, mesmo no nível da sua própria fisiologia.

Façam a experiência: cessem toda alimentação e todo aporte oral do que quer que seja durante 24 horas.

Vocês irão constatar, por vocês mesmos, os efeitos na Porta ATRAÇÃO e na sua qualidade de consciência.

Eu os lembro também de que a Irradiação da consciência, em meio ao novo Éter, não tem que emitir palavras, pensamentos, referentes a algum acontecimento deste mundo.

A partir do momento em que vocês julgarem, a partir do momento em que vocês falarem de alguém que não esteja aí, a partir do momento em que vocês emitirem uma opinião (para o bem ou para o mal), o resultado será estritamente o mesmo, sobre a pessoa, sobre um Irmão ou sobre uma Irmã: vocês irão constatar que, ou a Porta VISÃO, ou a Porta ATRAÇÃO torna-se dolorida, convidando-os, aí também, não a um jejum de alimentos, mas a um jejum da expressão sobre outros.

Pergunta: o que convém fazer quando os tornozelos ficam enfraquecidos?

As modificações do que vocês nomeiam a capacidade para sentir si mesmo, cujo termo especializado é propriocepção (percepção de si mesmo), está profundamente modificada pela Luz Vibral e pelo novo Éter.

Isso passa efetivamente, algumas vezes, por zonas de fragilidade neuromuscular.

Convém, aí também, não se opor, não resistir e permanecer tranquilo.

Se vocês tiverem, real e concretamente, a possiblidade, no imediatismo da sua ação, de “permanecer Tranquilo” (bem como no sentido da vontade de meditar, da vontade de se Alinhar, da vontade de praticar o que quer que seja), simplesmente, de estar aí, sem pensamento, sem palavra, sem opinião sobre alguém, sem ingerir o que quer que seja, vocês seriam Liberados instantaneamente.

A manifestação dessas fraquezas, como a manifestação de uma das Portas (conforme eu acabo de exprimir na totalidade da minha apresentação), apenas representam zonas de interações desta justaposição de consciências.
Deixá-las agir, deixá-las manifestar-se, permite à Inteligência da Luz ajustar o que é para ajustar, não pela ação da personalidade, mas sim, diretamente, pela ação da própria Luz.

Se nós insistimos tanto sobre a Inteligência da Luz, significa que isso é fundamental.

A personalidade de um ser humano encarnado (Liberado, Realizado, ou não) reflete- se, sempre, por forças de resistências ligadas ao que vocês nomeiam o fazer e a ação.

Estar na Luz não tem o que fazer de qualquer ação, de qualquer saber, ou de qualquer movimento.

O Abandono à Luz, assim como o Abandono do Si, ocorrem, nesse momento, tanto pelas manifestações ditas dolorosas ou de doenças, como pela expressão dessas modificações que nós falamos, referentes tanto à fisiologia, como ao corpo, como à própria consciência.

Nós não temos mais perguntas. Nós lhe agradecemos.

Irmãos e Irmãs bem amados, na humanidade e encarnados, então, do meu Coração ao seu Coração, vivamos, um instante, tudo isso: um momento em que a Inteligência da Luz age, no momento em que, nós, nós não agimos mais.

... Compartilhamento da Dádiva da Graça ...

Eu sou UM AMIGO.

Do meu Coração ao seu Coração, no Amor e na Unidade, eu lhes digo:


 até logo.


















PARTE I - Clik aqui.


Post. e Formatação


Tradução para o português e
divulgação: Zulma Peixinho

Mensagem do Venerável UM AMIGO no site francês:
10 de novembro de 2012
(Publicado em 11 de novembro de 2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...