09/10/2013

Satsang do Coletivo do Um

SATSANG

(...)"mais uma vez, o importante não é tanto
analisar porque"(...)

Por ALTA
21.09.2013 
Olá Alta

Questão(4):Ultimamente, alguns testemunharam ter vivenciado a recepção das 7 novas Chaves da Luz Vibral entre 07 e 08 de setembro pela vinda dos Vegalianos.
O que é isso? Como interpretá-lo em relação às 5 Chaves Metatrônicas comunicadas pelo próprio METATRON há alguns anos?
Qual é a função dessas 7 novas Chaves?
Além disso, eu vejo muitas vezes o número 7 por toda parte onde eu estou e vou, desde várias semanas...
Que sincronia!!
Cordialmente, Samuel V.

Resposta de Alta

Então, ainda uma vez, pessoalmente eu ainda não vivenciei o recebimento das 7 novas Chaves.


METATRON, durante o ano de 2009, já tinha assinalado que havia doze Chaves, cinco Chaves Metatrônicas que correspondem a OD ER IM IS AL, ou seja, os cinco Pontos de
 Vibração presentes no nível da cabeça e os cinco novos Corpos, ao longo da Lemniscata sagrada, ele disse, se a minha memória estiver boa, que seriam entregues as sete últimas Chaves, e que essas sete últimas Chaves seriam comunicadas durante os 132 dias, após um evento preliminar que foi chamado de diferentes nomes.

 Mas, bom, eu não vou nomeá-lo porque cada um vai expressar isso ao seu modo e na sua projeção pessoal.

 Mas haveria um evento de implicação, digamos, coletiva e não mais individual, pondo em jogo o conjunto da humanidade, e que iria iniciar o período dos 132 dias, durante os quais alguns Irmãos e Irmãs, não todos, e eu falo aí unicamente, é claro, de todos os despertos ou que vão despertar, e do conjunto da humanidade também no caso das crianças, que iriam receber então essas sete Chaves Metatrônicas que são um ensinamento Vibral, digamos, referindo-se às possibilidades ilimitadas da consciência quando ela não estiver mais confinada e limitada, como ela ainda está atualmente neste mundo.

Então, não podemos revelar, já que eu mesmo não as conheço e como eu dizia a pouco, aliás, eu não recebi as sete, eu creio que tivemos três ou quatro ondas diferentes para aqueles que vivenciaram isso, mas as sete ondas não ocorreram. 

O que eu posso simplesmente expressar é que existe, sobretudo, um aumento da Paz, um aumento da Alegria interior, onde cada evento da vida, mesmo o mais traumático, jamais vai durar mais do que o momento em que ele é vivenciado, ou seja, não há, propriamente falando, emoção, pode ali haver intervenção do mental, se o mental for necessário para resolver o que tiver que resolver, mas o mental não está mais em destaque, não está mais se questionando, não há mais interrogação. 

Eu diria que cada vez mais (este foi agora o caso desde o nascimento da Onda da Vida no ano passado), mas realmente cada vez maiscomo uma serenidade sem fim, uma Alegria sem fim onde estamos, plenamente, e cada vez mais, lúcidos de ser alguém que joga um jogo, de ser uma pessoa e que esta pessoa não é a verdade, mas que ela pode ela mesma, no interior, como dizia BIDI, deste “saco”, deste corpo, englobar todo o mundo, todos os universos e todas as dimensões. 

É isso que é extremamente mágico já que nos é oferecido durante este período, e isso será oferecido durante esses 132 dias, para conscientizar isso, ou seja, para vivê-lo realmente e concretamente, não em um desejo de um caminho a percorrer, ou de uma abertura a adquirir, mas algo que realmente sempre esteve aí.

Todos os místicos sempre disseram que tudo está aqui e agora, que nada há a buscar, nada a encontrar, efetivamente quando saímos cada vez mais do jogo da personalidade, quando desvanecemos diante do Si e deixamos esta Última Presença nos invadir, efetivamente não há mais qualquer questão porque estamos em casa. 

Quer este corpo esteja aí, quer ele tenha as suas insuficiências, quer haja coisas a fazer, a conduzir neste mundo, conforme a idade que temos, alguém que esteja estudando, bem, ele continua a estudar, alguém que tenha o encargo da família, deve ocupar-se da sua família, isso absolutamente não incomoda, isso não é uma separação, ainda uma vez, isso é uma inclusão, uma integração.

Então, sim, há sete Chaves de Luz Metatrônica, eu poderia dar-lhes alguns dos sintomas, bem como, por exemplo, as queimações no nível das extremidades, a Onda da Vida que está profundamente modificada e que não gera mais simplesmente um Êxtase, mas algo ainda mais penetrante do que um Êxtase, por vezes com Vibrações extremamente intensas, quer seja nas pernas, no nível do sacro, no Ponto KI-RIS-TI, ou no nível das Coroas Radiantes da cabeça ou do Coração, tudo isso assume mais espaço, digamos, assume mais significado, mais intensidade.

 E, mais uma vez, o importante não é tanto analisar porque, a partir do momento em que vocês analisarem as Vibrações que vocês vivem, bem, é muito simples, vocês não são mais a Vibração, vocês são um observador. 

Então, o objetivo é fundir-se de algum modo, desaparecer, fazer desaparecer o Eu, desaparecer até mesmo o Si, tornando-se si mesmo essas Vibrações e, naquele momento, elas cessam. 

E eu devo dizer que, hoje, há Irmãos e Irmãs que não passaram pelas “etapas de descoberta do Si”, há Irmãos e Irmãs que passam, espontaneamente, de um eu totalmente confinado e limitado, para  o Absoluto, instantaneamente, eu diria até mesmo sem se dar conta em um primeiro momento, e mesmo sem a Vibração. 

O importante, novamente, não é tanto ter Vibrações intensas, não é tanto, hoje, sentir a Coroa Radiante do Coração, sentir a Coroa Radiante da cabeça, sentir a Kundalini, sentir a Onda da Vida, sentir a Lemniscata sagrada, sentir o Canal Mariano ou uma Presença do lado esquerdo, mas isso é ver quais são os frutos, e o fruto são vocês, o fruto somos nós, o fruto é estar liberado de tudo o que nos parecia, como na pergunta anterior, um calvário difícil. 

Vocês sabem, isso é quase como a pessoa que retorna de uma NDE (experiência de quase morte) profunda e que se encontra no seu corpo, depois de uma experiência fora do corpo, e que se vê confinada, limitada em algo viscoso que nada permite, onde a Vibração quase não é penetrável

Na dimensão do Estado de Ser, além dos planos astrais, dos intermediários de Bardo Thödol, ou seja, o espaço onde se encontravam comumente os desencarnados, eles permaneciam na matéria, mas em uma matéria etérea, astral, confinados como nós, o objetivo é ir além desta esfera, e isso foi, aliás, perfeitamente descrito pelas pessoas que fizeram experiências de morte iminente e que atravessaram o Sol, que atravessaram a Luz para ir ver o que havia do outro lado.

 E ao retornar desses espaços, efetivamente, este corpo podia parecer, até agora, como uma prisão com suas limitações, com um lado viscoso, confinante, frio, não vibrante.

A grande diferença, aí também, e eu respondo, aliás, como na pergunta anterior, é realmente viver isso aqui mesmo, neste instante presente, mas também nesta materialidade e neste corpo e neste mundo. 

Quando vocês virem claramente isso, e vocês irão vê-lo realmente, aí não haverá mais, se vocês quiserem, interrogação. 

Um outro exemplo em relação a isso: a primeira vez que vocês tiverem uma presença indo se manifestar a vocês, quer seja na posição deitada, ou na cama, onde há um ser de configuração bizarra aos pés da cama, ou quando vocês sentirem a presença de um Ser de Luz no Canal Mariano, evidentemente, nas primeiras vezes gostaríamos muito de saber quem é, gostaríamos muito de dialogar, como aqui, por exemplo, quando eu falo.

 O objetivo não é o diálogo, o objetivo não é sequer o próprio encontro, o objetivo é o que isso induz e o que isso transforma em cada um de nós, e as portas que isso abre, que é realmente, concretamente e expressamente esta multidimensionalidade.




Post. e Formatação
http://semeadorestrelas.blogspot.com/

Tradução para o português e
 divulgação: Zulma Peixinho

Blog: Satsang do Coletivo do UmQuestão 4 (21-09-2013)
Transcrição do texto (em francês): Nicole Tremblay

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...