23/04/2014

SATORI CÓSMICO - GRANDE CRUZ CARDINAL -

SARTORI CÓSMICO
Grande Cruz Cardinal
23 e 24 de Abril de 2014: 
Sarah Varcas
21/04/2014

À medida que a Cruz Cardinal se aproxima da exatidão, encontramos a oportunidade de sair da consciência e preocupações do cotidiano e entrar numa paisagem totalmente nova, na qual os quatro elementos – ar (Marte em Libra), fogo (Urano em Áries), água (Júpiter em Câncer) e terra (Plutão em Capricórnio) apresentam tudo o que precisamos para começar novamente, se assim o escolhermos.

Este evento cósmico traz à mente o conceito de “satori("compreensão" - S.E.): a experiência do despertar como ensinada na tradição Zen Budista – aquela que às vezes chega, não como uma libertação acolhedora, mas como uma força de tal intensidade, que destrói tudo o que é conhecido, deixando, em seu rastro, o desperto efetivamente quebrado – mas livre!

Satori personifica o trauma do despertar, o rompimento do eu e da alma no instante do reconhecimento de que ambos são deuses falsos, projetados para nos manter seguros em nossa vida pequena e estreita. 

Se analisarmos isto com o objetivo de substituir o eu indesejável por outro mais desejável, inerente a muitos ensinamentos espirituais, poderemos chegar a apreciar uma ordem totalmente diferente de experiência disponível para nós agora.

O monge Trapista Thomas Merton certa vez descreveu o amor como “a única força revolucionária capaz de produzir algo de novo”.

Estas palavras também estão em sintonia com a energia desta semana, pois o amor é uma força primária de potencial transformador tão imenso, que nós, a raça humana, tentamos reduzi-lo a corações e flores e à condicionalidade que exige todo tipo de pagamento em troca, antes que o compromisso seja selado…

“Eu coçarei tuas costas e tu coçarás a minha”… 

As forças cósmicas alinhadas neste momento zombam de tais associações inconsequentes com a força mais poderosa do universo, e não vão tolerá-las mais.

Enquanto caminhamos por esta semana, imersos nos raios deste alinhamento raro, poderemos facilmente negligenciar a importância vital deste momento; poderemos continuar buscando refúgio no tipo de mudança que nos é familiar, permitindo que ela aconteça só até o ponto em que ficamos confortáveis com ela a “mudança condicional”, como a chamamos.

Ou poderemos buscar uma experiência de transformação que venha como uma dádiva, satisfazendo nossa necessidade de que seja como a imaginamos e nos leve a uma destinação específica.

 Mas qualquer noção preconcebida de possibilidade deve estar aberta ao desafio agora, deve estar pronta para ser inviabilizada a qualquer momento, para dar espaço a outra ordem de experiência totalmente diferente, que não podemos sequer imaginar antes que se apresente.

Este é um tempo revolucionário, sem dúvida alguma. 

Velhos conceitos e expectativas estão sendo destruídos, não importando o quanto tenham sido sagrados para nós

A vida não é aquilo que pensávamos que fosse… e nem nós.

 A própria força de vida se levanta agora para assumir o controle da nossa vida, sem rodeios e com pouca consideração pelo que pensamos que “deveria” estar acontecendo neste momento.

E, como diz Thomas Merton, em tempos de espírito revolucionário como este, o amor é um aliado vital, a “única força (…) capaz de produzir algo de novo”

Pois, se não suavizarmos as arestas do nosso ego para permitir uma perspectiva radicalmente nova ou para acolher os nossos demônios internos e os dos outros, nada realmente mudará.

Tudo o que conseguiremos será recriar a partir dos mesmos velhos ingredientes, acreditando que estamos sendo criados de uma forma nova.

Este momento não retornará a nós. 

Haverá outros, no devido tempo, de ordem e ressonância diferentes, para nos ajudar a lidar com os aspectos mais intransigentes de nossa pisque, mas esta oportunidade em particular é rara e valiosa.

Se conseguirmos nos abrir para a sua energia e permitir que a mudança seja a que necessitamos e não a que ordenamos, poderemos descobrir que o despertar é mais poderoso do que imaginávamos, mais poderoso do que jamais poderíamos imaginar.

E que ele introduz uma ordem de ser totalmente nova, que não se refere à felicidade, à satisfação pessoal de viver a vida que desejamos.

O despertar é revelado para nós agora como a própria essência da Nova Era de Aquário, que exige que vivamos num estado de confiança radical, no reconhecimento de que, se pudermos sonhá-la, este sonho ainda é pequeno demais para estes tempos e se a desejarmos com todo o nosso coração, ainda assim o nosso coração precisa se expandir para além dela.

Qualquer que seja a nossa crença sobre transformação e despertar, a Cruz Cardinal nos traz um novo começo que desafia todos os conceitos, lembrando-nos que saber é limitar as possibilidades, e acreditar é impor uma forma a um universo que nem começamos a entender.

Sarah Varcas




Post. e Formatação
http://semeadorestrelas.blogspot.com

Tradução de:
 Vera Corrêa

Divulgado em:
De Coração a Coração.

Fonte: http://astro-awakenings.co.uk/23rd-24th-april-2014-cardinal-grand-cross
© Sarah Varcas. Todos os direitos reservados. É dada permissão para compartilhar livremente este artigo em sua totalidade, desde que seja dado todo crédito ao autor. E que seja citado o site onde este texto é oferecido gratuitamente:
www.astro-awakenings.co.uk.
Grata Vera!
Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...