20/01/2013

VIDA MAIS ELEVADA

Coloque o elemento comida no lugar 
certo na vida...
 
MENSAGEM DE 
SRI AUROBINDO
 
Os desejos, a necessidade de comida ou de sexo, não pertencem à alma nem se originam nela.

São ondas ou correntes de sugestão que entram no ser, vindas da natureza universal.

Os desejos vêm de fora, entram no mundo vital subconsciente e sobem à superfície. 
É somente quando afloram e a mente os percebe que se tornam conscientes.

 Quando se vive na consciência verdadeira os desejos são sentidos fora da pessoa, vindos da natureza universal mais baixa e penetrando a mente e as partes vitais.

Na condição humana comum isso não é percebido; os homens tornam-se conscientes do desejo somente quando ele já está lá, quando entrou e encontrou um abrigo habitual, e assim pensam que o desejo é deles próprios, parte de si mesmos.

Comida, livrar-se inteiramente do desejo demora muito tempo.
 Mas, se você pode uma vez expulsá-lo e percebe-lo como uma força que vem de fora e coloca suas garras no vital e físico, será mais fácil livrar-se desse invasor. 

Deixar-se ficar por demais acostumado a senti-lo como parte sua dificulta não só lidar com ele mas também remover o controle que exerce sobre você.

Quando o ser interno está guiando a consciência, torna-se fácil livrar-se do desejo, pois o ser interno em si mesmo não tem desejos, tem só aspirações e uma procura e amor pelo Divino e por todas as coisas que são o Divino ou tendem a Ele.

O ser interno tem vontade própria; ele age sobre a natureza inferior e coloca um dedo de luz sobre todos os defeitos que são um obstáculo à realização evolutiva, separando e afastando tudo o que é misturado, ignorante ou imperfeito.

Nunca está satisfeito consigo mesmo ou com a natureza vital, até que consiga torná-la perfeitamente receptiva ao Divino, livre de todas as formas de ego, entregue, simples.
Isso é o que deve ser estabelecido na mente, no vital e na consciência física antes que toda natureza do ser manifeste a supramente.

Só quando distanciamos e nos separamos do vital inferior, recusando considerar seus desejos e clamores como nossos, e quando cultivamos a equanimidade na consciência, é que esse vital é gradualmente purificado e se torna calmo.

Cada onda de desejo deve ser observada com o máximo de quietude e de desapego, como se você estivesse observando algo fora de você; deve ser deixada passar, rejeitada da consciência, e em seu lugar deve ser firmado o verdadeiro movimento, a verdadeira consciência.

É o apego, a gula e a avidez pela comida que a torna indevidamente importante na vida.

Perceber que algo é agradável ao paladar não é errado, apenas não se deve ter o desejo nem ansiar por isso; não se deve ter nenhuma exaltação por obtê-lo e nenhum desagrado ou queixa por não obtê-lo. 

Coloque o elemento comida no lugar certo na vida, em um cantinho, e não se concentre nele
Estar sempre pensando em comida e perturbando a mente é a maneira errada de livrar-se do desejo de comida.

Coma o alimento na quantidade certa ( nem mais nem menos), sem avidez ou repulsa, como o meio que lhe foi dado para manutenção do corpo; com o estado de espírito certo, ofereça-o ao Divino em você.

Não negligencie o desejo por comida nem lhe dê demasiado valor.
 
 Temos de lidar com ele, purificá-lo e dominá-lo, mas sem dar-lhe importância excessiva.

Existem duas maneiras de superá-lo uma pelo desapego, aprendendo a considerar a comida apenas como necessidade física e a satisfação do paladar uma coisa sem importância; a outra é ser capaz de tomar com neutralidade e sem resistência qualquer comida dada, seja ela declarada boa ou má pelos outros.

Sri Aurobindo 
adaptado de bases of yoga





Post. e Formatação
Semeador de Estrelas
27/03/2011

Fonte: Vida Mais Elevada
 26 março 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...