29/01/2013

A Metarmofose Interna - Parte III -

“Nascer” é “Não Fazer”
"Viver e Viver" é simplesmente isso, 
"VIVER"

Por: Matias De Stefano*
(Ater Tumti)

Parte I - II -
Parte III

ENTRE O DIA 24 DE DEZEMBRO DE 2012
 E O DIA 17 DE MARÇO DE 2013

 No fim dos “três dias de escuridão” esses seres humanos terão acelerado a ativação de seu DNA e começado a mudar sua frequência vibracional com a chave do Amor, em consonância e em sincronização com o que foi vivenciado pela Mãe Terra. 

 Quais serão os impactos desse fato neles?  

Basicamente os seguintes.

 Consciência de Unidade e Rede.

Percepção cada vez mais nítida, tanto da Unidade quanto com a Rede Consciencial, nos seus diferentes níveis e escalas, que liga e entrelaça os seres humanos dentro da Humanidade e esta com a Mãe Terra, ao planeta com o sistema solar e assim sucessivamente. 


Multidimensionalidade.

 Ativação da memória da natureza multidimensional do nosso ser, o que permitirá a conexão com planos mais sutis de consciência e existência, onde também vivemos, incluindo o contato com nossos Irmãos de Luz de outros mundos, planetas, sistemas solares e galáxias.  

Tendência crescente a “não fazer”.

A Humanidade até hoje acredita que se nasce para “fazer” e que “nascer” é sinônimo de “fazer”.

  É um paradigma culturalmente muito arraigado o fato de pensarmos que viemos e estamos aqui, nesta vida e neste mundo, para fazer coisas, alcançar metas e objetivos, produzir, construir o que quer que seja… 

 E é nesse “fazer” - ligado inevitavelmente a trabalhos, empenhos, esforços, programações e controles - que se busca a realização pessoal (cada qual a seu modo, conforme sua informação), o sentido da vida e até o sonho de um futuro coletivo no marco da chamada civilização. 

Metaforicamente falando, trata-se da célebre maldição bíblica de “ganharás o pão com o suor do seu rosto”.

 Entretanto, os seres humanos que viverem o que estamos falando aqui sentirão uma tendência crescente a “não fazer” e “verão” com muita clareza que “nascer” é “não fazer”, que se nasce para Viver e que Viver é simplesmente isso, Viver: não fazer, Viver…viver “Vivendo” , quando não se tem consciência nem do passado nem do futuro e que baseia a vida exclusivamente no Aqui e Agora.

 Parece difícil?

 Não se preocupe, pois sua Metamorfose lhe mostrará de forma simples e natural o que significa.

 Viver e não fazer.

 E o fará por meio da Sabedoria que se manifesta nas pombas, nas flores, nas árvores e em toda a Natureza.  

A mesma Sabedoria que faz por você o que seu cérebro é incapaz de fazer conscientemente: cuidar da circulação do sangue, fazer com que funcione o aparelho digestivo, bater seu coração, que infle seus pulmões, que cuide do funcionamento do seu sistema imunológico e que cure suas feridas.

 Com a Metamorfose, essa Sabedoria natural emanará do cérebro do seu coração e se manifestará plenamente em você, de você para você

ENTRE OS DIAS 18 E 20 DE MARÇO DE 2013

A experiência dos três dias de escuridão, já citada, voltará a acontecer ao longo das 72 horas que antecedem o equinócio da primavera de 2013, previsto para as 11 horas e 2 minutos do dia 20 de março.  

Novamente, muita necessidade de silêncio, recolhimento e de ficar contido em seu “casulo”. 

 Você, então, perceberá que não terá realmente saído de seu “casulo” no dia 23 de dezembro, mas que terá permanecido ali dentro por esses três meses. 

E que agora, agora sim, haverá sido completada a ativação dos componentes adormecidos do seu DNA e, então, você estará pronto para abandoná-lo com a Metamorfose terminada, completa, transformando-se na “borboleta”. 

 Você terá concluído a travessia de sua própria Ponte de Einstein-Rossen e ela, a partir do dia 21 de março, abrirá diante de você um único cenário consciencial e dimensional, com todas as alternativas que permite a Realidade Quântica: um leque de opções vibracionais, com vários planos alternativos de realidade, dentre os quais, através do livre arbítrio, você terá que decidir qual deseja experimentar , embora todos representem, como se verá mais adiante, uma espécie de “volta à origem”. 

Continua - Parte IV

Parte I - II -


"A PARTIR DO DIA 21 DE MARÇO DE 2013"




*Quem é Matias de Stefano?

Meu nome é MATÍAS GUSTAVO DE STEFANO. Nasci em agosto de 1987, em VENADO TUERTO, ARGENTINA.
Sou uma destas tantas crianças novas que tem nascido desde 1987 adiante para trazer e ancorar a nova consciência, sou uma dessas crianças, adolescentes e adultos denominados comumente como ‘raros’, fracassados escolares, desertores sociais, ou “índigo”. Sou um dos tantos trabalhadores, organizadores e guias deste começo de Era, desta transição que todos estamos vivendo.





Post. e Formatação

Semeador de Estrelas
 21/12/2012


Fonte:Adnuntiatum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...