02/07/2012

A Saga das Formigas – Parte 2 –

 
A dominação que vem de dentro.


Comentário: S.Estrelas - Veja este texto de Fernando Franco, postado em O Farol do Buscador, sutilmente mostra nossa realidade atual, a de nosso mundo, dominado pelos de sempre,  muito bem colocado no texto baseado em um filme, dito infantil,  "Vida de Inseto" ( para ler a primeira parte clik aqui). Aos que percebem o lado oculto,(vou dizer assim) entenderão com clareza a mensagem e perceberão que somente saindo em consciência da roda de vida e morte, poderá Ser o que Realmente É, ou o que Realmente Somos.


Era uma vez uma formiga operária que vivia em uma colônia que tinha uma rainha (alguns formigueiros podem ter muitas rainhas – não é o nosso caso), machos (que fecundam as rainhas), soldados (ops, tá parecendo que já vi isso em algum lugar) e milhares de operárias.

Há que se perceber que hierarquias existem dentro dessa organização aí e uma vez soldado, sempre soldado. 
Uma vez operária, sempre operária.
 E rainha é rainha. Ponto.

Em nossa cultura ocidental as formigas são vistas como símbolo de trabalho e dedicação quando se observa que passam dias e dias carregando seus alimentos.
 Nos contos clássicos a cigarra é considerada preguiçosa, pois cantar, ser artista, usar a criatividade não é considerado pelo autor como um tipo de trabalho que "agregue valor" ou "gere excedente para outro inseto", pois não leva em conta provisões para o futuro, visto como SOBREVIVÊNCIA. 
A cigarra vive o presente. 
A formiga, mecanicamente cumpre ordens e vive "ralando" para manter a estrutura do formigueiro funcionando.

Vê se nesta narrativa sobre formigas que há três ocupações principais: nobreza, forças de segurança e trabalhadores braçais.

Interessante como a disposição hierárquica é algo marcante em nosso planeta. 
Parece que o alcance disso vai até a 4ª dimensão.
 Não consta em literaturas de cunho "espiritual" termos como ORDEM, HIERARQUIA, GOVERNADORIA???

E quando se fala em DESCANSO lê-se: "A lei do trabalho é rigorosamente cumprida, mas todos têm direito ao descanso após a jornada de trabalho". 
 Quando se fala em MÚSICA "A música suave está sempre presente nas oficinas e nos locais de trabalho de "Nosso Lar", porque intensifica o rendimento do serviço".

Leia de novo: "rendimento do serviço". 
Parece que a MATRIX supervisiona a organização e o trabalho da 4D prá baixo. 
Frederick Winslow Taylor (um engenheiro considerado o pai da Administração Científica e que viveu até o ano de 1915) daria pulos de alegria em saber que o que ele ajudou a definir é amplamente utilizado até hoje, e põe amplamente nisso.

De acordo com os sistemas de crenças de cunho "espiritual", somos submetidos à roda do carma e isso me faz lembrar a figura abaixo.


Viemos para a 3D. 
 Encarnamos para aprimorar. 
Fazemos uma “coisa errada” e aí temos que pagar.
 Se não for nessa vida, deve ser na outra.
 Se o relacionamento com seu parceiro foi improdutivo nesta vida, aí tem que voltar na próxima para ajustar as partes. (Ps. S.Estr. isso já é castigo mesmo)

Parece que estamos sempre em débito nessa conta toda aí.
 Será que tem muito perito em contabilidade por lá?  
Débitos e créditos: a conta tem que fechar. 
Ir para uma nova dinâmica, uma nova modalidade de vida, nem pensar.
 Só se for um iluminado que passa vidas e vidas orando ou meditando, de preferência nas montanhas do Himalaia.

Caso seja um SER privilegiado, já vem com as 12 hélices de DNA ativas e aí dá-lhe milagres. 
Para esses aí não há escuridão e nem véus e manipular a energia passa a ser coisa de criança.
 Com exemplos, transmitem parábolas e ensinamentos, e nós, com as 2 hélices (como pássaros com asas cortadas), temos que nos contentar com as regras do sistema dominante. 
E sonhar um dia em ter as 12 hélices ativas para sair dessa ilusão coletiva.

Até que isso aconteça, é preciso manter indivíduos (encarnados ou não) inseridos no sistema. 
De forma submissa e controlada.

Faça-se uma pergunta: reis e rainhas, membros da elite ou banqueiros da NOM (Nova Ordem Mundial) em vidas passadas foram pobres?
  Humildes?
 Ou a linhagem sempre se mantém? 
Mas aí a regra do planejamento da reencarnação não se aplica a eles?
 Então está semelhante ao nosso sistema jurídico onde há pessoas às quais as leis não se aplicam.
 Hummmm, tem algum preferido de deus (Enki, Enlil) na jogada?

Vamos voltar pro formigueiro. 
Às vezes, uma colônia entra em atrito com outra e aí a briga é geral. 
Esse tipo de documentário passa muito nos canais de TVs fechadas. 
No fim da confusão a rainha continua rainha, os soldados continuam como soldados e as operárias voltam para a labuta.
 A hierarquia não cessa. 
 O sistema não pára. 
 Operárias voltam a cortar as folhinhas (produção) e a transportá-las (logística)
Soldados cuidam do acesso ao "formigueiro" e da ordem do pedaço.
 E a rainha, soberana, reina nas mais ocultas câmaras daquele labirinto.
 E dela depende a continuidade da espécie. 
A dominação se perpetua.
 Sempre foi assim.
 E dessa vez, vem de dentro.


PS: Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come? Sai prá lá jacaré. Não somos mais seres ignorantes. E muito menos amedrontados. 





Post.e Formatação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...