01/04/2017

BIDI - O QUE VOCÊS SÃO - Parte 1/4

"Desde o instante onde toda identificação com
 o corpo cessa, a Liberdade se revela
 a vocês, é inexorável".

"O único obstáculo é sua avidez para buscar
 as causas". 

"Vocês estão acima de toda forma 
de consciência".

Março 2017
(Comentário: S. de Estrelas - Está mensagem de Bidi é para nosso Ser, ela não vai ser entendida pelo mental racional como de costume. Muitos a  perceberão outros não encontrarão sentido nela, pois ela está alem das palavras, ela é para nosso Ser Espiritual o Eterno. Ela traz a verdade nua e crua daquilo que nos liberta de verdade, isso as vezes é difícil de aceitar, pois temos de largar o conhecido e aceitar que não somos nada do manifestado neste mundo e em nenhum outro. Por ser longo o texto o subdividi em 4 partes).

Eh bem, Bidi está com vocês e ele lhes saúda.

Antes de deixar o Verbo se expressar, nós instalamos primeiramente o Silêncio.

...Silêncio...

Bidi está de retorno com vocês desde o sem-forma até a sua forma. 

Nós vamos tocar além de sua pessoa porque eu venho me dirigir desde agora ao que vocês são antes de todo nascimento, o que é eterno, o que é imóvel. 

Eu venho me dirigir e trocar a quem não é nascido o que vocês são em verdade, quaisquer que sejam suas questões, quaisquer que sejam suas perguntas.

 Minha resposta atravessará sua pessoa

Nós evitaremos todo conceito, nós evitaremos tudo o que trata da pessoa que é perecível. 

Eu me dirigirei ao que vocês chamam o Espírito, eu me comunicarei com sua parte não nascida além de toda forma, de todo tempo e de todo espaço.

Como vocês veem, em toda parte nesse mundo se vive o fim de um ciclo, o fim das crenças, o fim de certas ilusões, e dar-lhes a reencontrar o que vocês jamais deixaram, o que nunca passou e nem passará, porque aí está nossa última morada, nossa última Paz, somente e única Verdade que não sofre nenhuma explicação, nenhuma justificação, nenhuma palavra.


Minhas palavras atravessam a carne desse corpo onde eu estou, não são as palavras resultantes de crenças, resultantes de conceitos nem mesmo resultantes do sentir.

O Verbo, assim como vocês o chamam, se escoará espontaneamente e lhes tocará além de sua forma, diretamente no Ilimitado, o Infinito, do qual, portanto, e vocês sabem, nada pode ser dito, nada pode ser conceitualizado, e onde nada pode aparecer.


 Assim são os tempos da Terra, assim são os tempos da Ilusão porque a ilusão do teatro desaparece colocando em causa todas as referências dos hábitos, das crenças, das certezas e da limitação.

Eu darei também alguns elementos. 

Vocês sabem, eu tive longo tempo a ocasião de me explicar e me expressar sobre isso: desde que a consciência aparece, ela se traduz imediatamente, na idade de três anos, em consciência de vigília, consciência do sono ou a-consciência do sono, e consciência do sonho. 

Vocês estão acima de toda forma de consciência. 

Vocês podem nomear e chamar como vocês quiserem, são apenas palavras e nenhuma palavra pode traduzir sua verdade que é Una. 

Todo o resto são apenas os jogos de expressão da consciência.

O preâmbulo estando colocado, nós refaremos silêncio antes de deixar livre curso ao que se expressa de vocês, neste instante, neste lugar. 

Aqui onde vocês cairão sobre minha voz ou sobre o que foi transcrito, me situando além de todo tempo, isso que eu venho expressar, isso que vai escapar do sem-forma através dessa forma ressoará. 

Sua pessoa, esteja ela refinada, não pode compreender

Vocês podem escutar, ler, pouco importa. 

Nós vamos sair de todo conhecimento ligado a qualquer aprendizagem, nós vamos sair do ouvi dizer, nós vamos sair de todo conceito, aqui onde não há mais o espaço para qualquer manifestação da consciência em qualquer forma que seja, aqui onde vocês não conhecem nem formas, nem limites, nem dimensões, nem criação, isso que está além de toda a consciência. 

O jogo de toda consciência é livre, mas vocês não são a consciência, vocês são o que permite a consciência e aos corpos os mais sutis de entrar em manifestação, em experiência e no jogo.

Eis o quadro do jogo desta tarde, a fim de fazê-los descobrir que não existe nenhum quadro, nem nenhum limite ao que vocês são, a fim de lhes permitir, se tal é sua liberdade, superar toda interrogação, toda explicação, toda reivindicação e toda ilusão.

Então Bidi escuta.

Questão: Praticar a refutação é superar?

A refutação pode ser ainda de certa utilidade enquanto vocês ainda jogam

E lhes resta saber – mas antes de tudo viver – que vocês não são nem esse corpo, nem nenhuma forma, nem nenhum dos jogos da consciência. 


Viver isso é não ser nada porque ser nada lhes assegura se reencontrar e ser tudo.


 Vocês não podem conceitualizar ser tudo, vocês não podem conceitualizar ser nada, ao contrário, vocês podem conceitualizar que vocês não são esse corpo. 


A refutação neste período específico do tempo da Terra, porque a oportunidade lhes é oferecida pela circunstância de completar o que vocês são de o revelar integralmente, a fim de não mais estarem submissos de nenhuma maneira ao jogos desse mundo, como de toda manifestação da consciência

Como isso foi explicado a vocês de maneiras muito diversas desde numerosos anos, não há nada a buscar. 

O que vocês são, vocês são, quer vocês o vivam ou não; o princípio essencial, é não mais estar identificados nem com o corpo, nem com a consciência. 

Isso permitirá a vocês responder às circunstâncias deste fim de ciclo de maneira mais lúcida e mais facilitada. 


Para isso toda forma de reivindicação da pessoa deve cessar e se apagar diante da verdade do que vocês são. 


Sua forma nesse mundo está menos congelada pelas transformações inevitáveis de cada fim de ciclo, quer esses ciclos sejam livres ou confinados.

Vocês devem se ocupar de seu corpo; se é seu corpo, isso não é você. 

Vocês têm consciência de que quando vocês dizem “minha mulher” ou “meu marido”, ele não é você


Então da mesma maneira, quando vocês dizem “meu corpo” se trata de uma propriedade temporária, mas isso não é você, saibam bem isso.


 A melhor maneira de ter a certeza não é certamente acreditar, mas colocar, enquanto conceito, à noite antes de dormir ou de manhã desde o despertar e seu retorno do sono. 


Vocês não são esse corpo, mas é preciso amá-lo e mantê-lo porque é ele um veículo da consciência – que vocês não são mais.

Muitos mestres, mesmo aqueles que falam a vocês desde sua esfera, não terminaram, quando de sua passagem sobre esta terra, a realização da Liberação

Isso não era um erro, mas isso obedecia às estratégias, da Inteligência da Luz e da Verdade. 


Desde o instante onde toda identificação com o corpo cessa, a Liberdade se revela a vocês, é inexorável.


 O único obstáculo é sua avidez para buscar as causas. 


O Absoluto é sem causa, a única causa possível está no nível da consciência. 


A questão é saber se sua aspiração profunda é a Paz eterna ou os jogos da consciência com suas flutuações. 


Sua liberdade é total, nada pode limitá-los, nada pode coagi-los em tal regra ou tal outra regra. 


Apliquem primeiro esta ideia e verifiquem por vocês mesmos, sem pedir nada a não ser esta confirmação deste princípio à noite ou de manhã.

O que vocês vivem nesse momento (e quando eu digo nesse momento isso remonta há dezenas de anos) é apenas a expressão do reencontro do que é limitado, entre sua forma, e o que é ilimitado e o que é sem-forma, além de todo tempo e além de todos os espaços possíveis da criação. 

Se reconhecer aqui corta imediatamente todo véu.


 É necessário para isso renunciar em Espírito a seriedade de todo papel, de toda função ou de toda atividade, deixar a vida se desenrolar, nada contrariar, estar além do testemunho, se desembaraçar de toda visão, de todo pensamento. 


Não pelo querer, não por qualquer ascese, mas pela aceitação primeira: “eu não sou esse corpo, eu não sou essa vida, eu não sou minhas vidas passadas, eu não sou minhas vidas futuras, Eu Sou a Vida


Sendo a Vida, eu não posso estar limitado nem por uma forma, nem por um conceito, nem por qualquer experiência”.


Nesse momento seu corpo se torna inteligente, não tem necessidade de vocês.


 Vocês, vocês têm necessidade dele para expressar o jogo da consciência, e para que esse jogo da consciência expresse com facilidade, de maneira natural, o conjunto das crenças, o conjunto das experiências que deve se dissolver no infinito da consciência última.

Lembrem-se que todo conhecimento adquirido, todo conhecimento ouvido são apenas vaidade e ignorância.

Reconheçam sua ignorância e vocês serão livres. 


Não reivindiquem nada, contentem-se de fazer o que a vida lhes dá a fazer, mas vocês não são nada de tudo isso.


 O que vocês chamam a Inteligência da Luz e que eu, eu ao invés disso chamaria a Inteligência da consciência, não tem necessidade de vocês, nem de sua pessoa, nem de qualquer passado, nem de qualquer fim do mundo, porque tudo que é falso nasce e desaparece um dia, aqui como em outros lugares.

Quando a experiência do tempo, quando a experiência do espaço estiver terminada para vocês, em seguida o tempo de voltar ao que vocês são aparece claramente.

 A interface entre o limitado e o Ilimitado lhes foi explicada longa, ampla e através, e muitos de vocês a viveram.

Se existe ainda em vocês o sentimento de uma busca, qualquer que seja, então esqueçam minhas palavras.

 Se, todavia, quaisquer que sejam as experiências que vocês viveram, que elas sejam as mais magníficas ou as mais obscuras, se vocês estão cansados de oscilar, se vocês estão cansados de jogar, então as minhas palavras de hoje tocarão vocês além de toda aparência e de toda crença. 


Nós podemos agora começar a trocar.

A troca prossegue mesmo no silêncio entre cada interrogação.

 Não esqueçam que o Verbo nasce do não-verbo, quer dizer, do silêncio também dos sons como da manifestação de toda consciência. 

Esse silêncio é o grande Silêncio da vacuidade que se descobre em vocês e para vocês desde o instante em que vocês soltam toda ideia ou sentimento de ser uma forma, um tempo, um espaço ou um nome.

O único verdadeiro conhecimento é então anterior ao seu nascimento como a todo nascimento. 

É isso que é necessário a vocês reencontrar e vocês não encontrarão por uma busca, mas pelo Silêncio onde nenhuma necessidade de qualquer tipo, tem necessidade de se expressar. 

Esse Silêncio se chama a Evidência.


 Esta Evidência é o único conhecimento válido porque ela não está ligada a nada que foi aprendido e que desaparecerá com a morte desta forma, nada que foi ouvido, mas somente o que foi vivido em verdade além de toda forma, de toda história, de todo cenário, de toda espera.

O verdadeiro Amor nomeado “incondicionado” é o que vocês são. 

Desde que este Amor é projetado, ele provoca com ele a consciência na manifestação. 

É para vocês, muitas vezes uma etapa importante, mas não é necessário para vocês pararem aí, salvo, é claro, se vocês quiserem jogar o jogo da consciência, aqui ou em outros lugares; é sua liberdade, não há nem erro, nem culpa

Mas para aqueles que estão deixando sua pessoa, sua história, minhas palavras não podem fracassar, como quando eu estava na minha forma.

Enquanto vocês acreditam que tudo é imperfeito ou que qualquer coisa continua imperfeita na manifestação de sua consciência, nesse mundo aqui mesmo, neste fim de ciclo, vocês resistem

A resistência é sofrimento, a resistência leva a consciência sobre a forma, sobre o corpo, sobre a história.

 Então, eu peço àquele que é não-nascido em vocês, viver além de todo conceito, de tudo que foi aprendido.

 Repousem no Nada; esse Nada não é uma negação da Vida, mas é a aceitação da Vida. 

Em outros termos, no Ocidente, isso foi chamado por aqueles que foram mestres, por aquelas que são as Estrelas: a Humildade

Mas a Humildade da qual eu falo não é uma humildade conceitual, ou de alguém que controlaria, esta humildade é espontânea

Se vocês criarem qualquer coisa, vocês ainda jogam um jogo. 

A verdadeira humildade é viver realmente nesse mundo como uma ilusão total, lhes dando a plenitude da Vida, a plenitude do Amor, a plenitude da Luz, e, sobretudo, o abandono de todo sofrimento, como de todo pretexto de uma evolução qualquer. 

Vocês são perfeitos tal como vocês são.

 Vocês não são nem homem, nem mulher, nem sua função, vocês não são nem seu filho, nem seus pais, vocês são o mundo, totalmente, e vocês sãosobretudo, a ausência de todo o mundo e de toda experiência.(Obs: S.Estr. Atentem para o aqui dito, não procurem entender pelo intelecto, mas perceber, sair do entendimento mental e perceber como o todo que somos, como aquilo que sempre existiu e sempre esteve presente, independente de qualquer ciclo percebido pela própria consciência. Sei que não é fácil perceber as palavras de Bidi, mas sei também que hoje muitos as percebem com clareza, embora não possam expressá-las com outras palavras.)

Eu não proponho a vocês um conhecimento, eu não proponho a vocês uma estratégia, eu proponho simplesmente serem verdadeiros, e ser verdadeiro não pode se apoiar sobre nenhum conceito desse mundo

A verdade desse mundo no seio da pessoa muda em função das eras, em função das descobertas, em função da organização social, mas isso não é a verdade.


 Ousem atravessar tudo isso.


 E lembrem-se que não há nada a fazer, não há nada a mudar, não há nada a melhorar, há justamente estar em silêncio.


 Esse silêncio não é da meditação.


 Num determinado momento também, quando as perguntas param, a meditação não serve para nada, salvo para desempenhar um papel de meditante, de sábio


Vocês não têm nada a adquirir, nem sabedoria, nem o que quer que seja que pertença a esse mundo, vocês são inteiros além de todo nascimento, de toda morte e de todo o mundo.

Se essas palavras lhes fazem sofrer então vocês estão apegados ao que passa, ao que não dura, vocês estão na avidez

É sua liberdade, mas eu não me dirijo a isso. 

Novamente, o quadro estando colocado, se vocês são sinceros, nós vamos fazer voar todos os quadros, todas as formas, todos os conceitos, todas as crenças.

Vocês não têm necessidade nem de acreditar, nem de pensar, nem de conhecer.


Reconheçam sua ignorância, aí está o único e verdadeiro conhecimento.

...Silêncio...

Nós podemos trocar.

Continua Parte 2/4 
- Perguntas/Respostas -
(em formatação)

Questão: Você pode desenvolver sobre o Absoluto, com forma e sem-forma?








Post. e Formatação
http://semeadorestrelas.blogspot.com

Divulgado em:

Tradução do Francês: 
Mariana Anzzelotti

Áudio da Leitura da Mensagem em Português -
por Noemia

Clique aqui para fazer o download do áudio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...