19/10/2013

Deslocalização

"Tenho me sentido como fora do tempo"...
.
"O apetite se foi".


Texto de: 
Célia M.

(Comentário: S. de Estrelas - Divulgo este texto de Célia M., relatando sua vivencia do atual momento, momento que é o nosso também. Muitos haverão de se identificar, com o aqui dito, pois o estão vivendo e na maioria das vezes sem saber o que significa, e a que atribuir certos estados e manifestações em nosso corpo, nosso humor, nosso ânimo, o qual atribuímos a qualquer outra coisa externa a nós, pois assim fomos doutrinados, a entregar na mão de outros e atribuir a outros o que é nosso, o que sentimos e só nos poderemos curar, entender e solucionar com a aceitação e entrega. Mas isso nos da medo, insegurança etc. Então o que nos relata aqui Célia, que já expandiu sua consciência e disso é ciente,  muito  ajuda a nos localizar neste tempo de mudanças, vamos dizer, bastante radicais, em relação ao que já tem acontecido com a humanidade. Pessoalmente posso dizer sentir muito do aqui relatado, e sei que muito também o sentem, vindo assim essa vivencia, essa descrição de uma experiencia, de um ponto de vista, ser de grande valia a muitos que agora também percebem e vivem, as transmutações física e rompimento dos véus, o que nos  tornar possível, ver e sentir a dimensionalidade do que somos em realidade).


Como vivo a minha Deslocalização


Tenho vivido momentos de Deslocalização bem intensos...

 Sei que deve ter muita gente passando por isso e que não tem com quem falar, com quem comparar as suas vivências. 

As pessoas ao nosso redor nem imaginam do que estamos falando, ou o que estamos vivendo. 

Estamos dispostos neste mundo de maneira estratégica, ou mesmo se houver o acaso (o que não acredito que exista...), quem tem a sorte de ter outras Sementes Estelares como vizinho(a)? 

Tem uns quatro dias que me sinto como fora e dentro.

 Isso tudo junto... 

Parece confuso, né? rsrsr 

 Mas é isso mesmo! 

Vivo num vazio, num estado anestesiado.

 Nem bom, nem ruim. 

Deixo a “pessoa que habito” fazer as coisas que têm que ser feitas. 

Na leveza e na fluidez tenho conseguido viver a minha tranqüilidade. 

O apetite se foi.

 Alimento o “saco de comida”, atendendo aos seus barulhos e reivindicações.

 Houve perda de peso, é claro. 

Mas, o fato de não ter fome e ter que comer não se torna um peso, pois, não há identificação...

 Eu vivo a certeza de que não sou este corpo. 

Temos tido um relacionamento muito satisfatório desde que nos entendemos sobre isso. rsrsrs 

Quando como algo, mesmo sem fome ou sem vontade, apenas como.

 Não é bom nem ruim.

 É até tranqüilo.

Não há identificação como eu disse. 

Lembro-me quando funcionava ainda no antigo sistema 3DD, de como era horrível quando tinha que comer algo e não estava com fome, não descia... 

Depois ficava sentindo o peso do alimento no estômago, ou qualquer outra reação incômoda. 

Hoje, se não estou com fome, não como. 

Como apenas se o “saco de comida” reclama. 

Agora, quero falar do que acompanha esta Deslocalização. 

O que no meu caso tem sido muito intenso. 

São as Vibrações, a Luz Adamantina que entra no nosso Planeta e recebemos isso diretamente em nossas estruturas. 

Tenho me sentido como fora do tempo... 

Desconexa.

 Formigamentos.

 O vibrar das Coroas Radiantes da Cabeça, do Coração, do Sacro. 

Frio e calor alternando.

 Tudo isso junto!

 Imaginem só como está a “pessoa”. rsrsrs 

Às vezes me deito por uns 10 minutos.

 Há uma melhora, mas lentamente os sintomas retornam. 

Lembro-me quando em 2011, comecei a viver alguns estágios do Samadhi (foi falado sobre os vários níveis do Samadhi - site Autres Dimensions). 

E vivia mais ou menos isso que estou relatando aqui, mas não durava muito. 

Era o chamado da Luz, e eu parava tudo para vivê-lo. 

Depois de uns 20 minutos estava tudo normal novamente. 

Não durava muito mais que isso.

 Exceto vez ou outra, mas não ultrapassava o período de uma hora. 

Mas, no que acontece hoje, isso se prolonga.

De uns dias para cá é quase que o dia inteiro... 

Hoje me peguei conversando com a Luz, com as Presenças no Canal Mariano, que se intensificaram, também, por conta desta abertura à entrada da Luz Adamantina. 

Na verdade é um conversar sem palavras.

 Só na entrega e na Vibração. 

É um emitir de dentro do meu coração.

 Uma interrogação. 

Como sempre faço e sempre sou ouvida, de alguma forma chega até mim uma resposta, um alívio, uma orientação. 

Como não podia ser diferente, a Luz me fez lembrar de algumas mensagens dos intervenientes (Autres Dimensions), que diziam para estarmos atentos ao chamado da Luz, e que se pudéssemos parar tudo, deitar e ali ficar, sem perguntas, sem buscas, apenas ficar ali, abandonar-se a este chamado. 

Isto foi o suficiente para entender que devo estar no Abandono, ao qual eu me propus desde o final de 2010. 

Viver apenas para a Luz.

E se ela estava me chamando para um tempo maior, eu resolvi ouvi-la. 

Hoje, sentindo o chamado cada vez mais forte, fui me deitar, sem culpa, sem estresse. 

Determinada a apenas me entregar a essa onda de sensações vibrais que me invadiam o Ser. 

Quero expressar aqui o alívio desses sintomas. 

Eles se distribuíram por todo o corpo, num equilíbrio, numa forma tão homogênea, que me senti literalmente sair e sumir na a-consciência. 

Retornei depois de quase uma hora.

 Permaneci por alguns minutos ainda, ali, no escuro do meu quarto. 

Tempo da Luz, não meu. 

Levantei-me melhor, mais leve.

 E sei que se os sintomas retornarem, é só me deitar, pois, pelo menos para mim é assim que funciona. 

Rendo Graças à Luz que governa a minha vida, me guia e me conduz

Sempre acreditei nisso. 

Sempre vivi isso! 

Divido aqui com vocês esta forma que me chegou para contrabalancear os efeitos vibratórios que nos atinge em quantidades cada vez mais expressivas. 

Mas, sabendo que tudo é Luz e que tudo é Amor! 

Na transparência do Ser. 




Célia M. 




Post. e Formatação

http://semeadorestrelas.blogspot.com/

Divulgado por 

Fonte:

2 comentários:

  1. Bom quando a gente pode parar a vida 3DD e dar esta descansadinha.... ruim é quando as ocupações lhe impedem de parar, ou pior, você quer ficar muito mais tempo ali, só "ABSOLUTANDO" mas os compromissos lhe chamam!!!

    Helena

    ResponderExcluir
  2. Ola Helena!.. Desculpe o atraso em publicar seu comentário, mas por algum motivo os comentários foram para a caixa de spam, estou corrigindo isso.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...