08/06/2014

O Paradoxo da Experiência Religiosa -"Mistica"-

"A necessidade existe porque não
 compreendemos".


OSHO
10 May 2014

Eu ouvi dizer..

Um grande Mestre Zen, Sozan, foi interrogado para explicar o ensinamento derradeiro de Buda. 

Ele respondeu: “Você não irá entendê-lo antes de tê-lo.

 Mas, então, qual é o ponto de compreendê-lo?


 Quando você o tem, você o tem; não há necessidade de compreendê-lo

Quando você não o tem, não pode compreendê-lo, e existe a necessidade de compreendê-lo.

Este é o paradoxo: você pode entendê-lo somente quando tem.

Não há jeito de entendê-lo antes de tê-lo; somente a experiência o explicará para você. 

Nada mais pode fazer este trabalho, nenhum substituto é possível. 

Mas, então, não há necessidade — quando você tem, você tem.

 Quando está lá, está lá. 

Não há nem mesmo um desejo de compreendê-lo; aconteceu, você conheceu, tornou-se você.

 Exatamente como quando você come: quando você come, não se torna a comida. 

Você já observou? 

Do contrário, você teria se tornado uma banana. 

Você come uma banana; você não se torna uma banana, a banana transforma-se em você.

E exatamente o mesmo acontece quando você conheceu Deus: Deus se torna você. 

Quando você conheceu a verdade, a verdade torna-se você; digerida, ele corre no seu sangue, toma-se os seus ossos, torna-se o seu tutano, torna-se a sua presença

Não há necessidade de compreendê-la. 

De fato, não há ninguém para compreendê-la, ninguém é deixado para trás, você tornou-se ela. 

A sua compreensão tornou-se ela

A necessidade existe porque não compreendemos.

 Então, continuamos a procurar explicações, e nenhuma explicação pode ser dada.

Este é o paradoxo da experiência religiosa: aqueles que conhecem não precisam de nenhuma compreensão sobre ela

Eles estão tremendamente contentes conhecendo-a; é mais do que suficiente.

 Eles podem dançar, podem cantar, podem rir, mas não estão, de maneira alguma, procurando explicá-la.

 Eles podem vivê-la, podem ficar quietos sobre ela - podem sentar silenciosamente ou podem tomar-se loucamente extasiados com elamas não se incomodam em explicá-la.

Esta é a razão pela qual todas as grandes escrituras do mundo: os Upainishads, o Tao te Ching, os dizeres de Jesus, o Dhammapada de Buda, são simplesmente colocações, não explicações

Os Upanishads não provam Deus, eles simplesmente afirmam; eles dizem: 
É assim. 

Não é um argumento. 

Não estão propondo nenhuma hipótese, estão simplesmente declarando
É assim

É uma declaração. 

Não produzem nenhuma prova de porque eles declaram isto, porque declaram que existe

Eles simplesmente dizem: E assim pegue ou deixe, mas é assim. 

E não há necessidade de nenhuma prova: eles são a prova.

Mas, para aqueles que ainda estão na noite escura da alma, tropeçando, tateando, alguma explicação é necessária. 

Estará muito, muito longe da verdade, será uma mentira — mas, ainda assim, é necessária.

Então, os Místicos falam

Eles têm que falar, têm que derramar os seus seres, sabendo que isto pode ajudar uns poucos.

Ajuda somente umas poucas pessoas

Ajuda somente aquelas pessoas que estão prontas para confiardo contrário, nunca ajudam

Se você argumenta, está perdido — porque um Místico não pode argumentar, não pode convencê-lo.

Nesse sentido, o Místico é muito frágil. 

Nesse sentido, logicamente, ele é muito frágil: ele não pode argumentar e não pode provar. 

Você pode chegar perto dele, pode sentir o seu ser, pode olhar nos seus olhos, pode pegar na sua mão, pode apaixonar-se no seu amor, pode confiar neste homem louco, o Místico pode ir com ele numa jornada desconhecida

Será uma corajosa aventura de confiança.

 Se você duvida, de repente, é cortado. 

Se você duvida, então, não há nenhuma possibilidade de uma ponte.

 A pessoa tem que confiar.





Post. e Formatação

Origem: Blog Palavras de Osho

2 comentários:

  1. Esse texto explica o paradoxo exposto nas afirmações do Buda. Só se sente quando se sabe Ser. Mas não se configura em algo simples para as almas encarnadas, hoje, na terra, ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Eliza!... Realmente...os Avatares que aqui vieram, nunca nos impuseram nada, nem religião nem doutrinas mas "simplesmente fizeram colocações", nos mostraram o caminho. Agora eu acredito que exista muito mais almas encarnadas com essa expansão da consciência, já desperta, do que podemos imaginar ou saber. "Quando você tem, você tem", quando você é, você é, não existe mais nada a buscar a contestar, pois você é o tudo que existe e você percebe os princípios e obviamente nada há a contestar ou a buscar, exceto Ser.
      Mas como você diz, ainda não é uma coisa fácil ou que já exista na maioria da humanidade, pois na verdade é um estado que não pode ser adquirido por uma vontade, uma reza ou qualquer técnica externa, como é dito, somente vivenciando, percebendo e Sendo a própria Verdade. Os Misticos sabem e vibram para que outros percebam, sem as palavras pronunciadas, mas pelo Voz do Silencio que está no coração de todos.

      Um abraço.

      Excluir

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...