29/11/2011

ANAEL – 26 de novembro de 2011


Eu sou ANAEL, Arcanjo.
AUTRES DIMENSIONS.
27 de novembro,2011

Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, que a Graça, o Amor e a Unidade sejam sua última Verdade.
Eu venho, neste dia, como Embaixador do Conclave Arcangélico, a fim de falar ao conjunto de consciências da humanidade que se dignarão a ler as palavras ou a ouvir as palavras que vou dar-lhes.


Meu propósito inscreve-se, de algum modo, na continuidade da transmissão Vibratória realizada, entre o Arcanjo Miguel e o Arcanjo Uriel, em sua data terrestre de 10 de novembro do ano de 2011.
Certo número de mecanismos, doravante, no trabalho, em cada consciência (quer ela esteja Unificada ou não), vai traduzir-se, para a humanidade, em sua totalidade, pela colocação no face a face, e em ressonância com a ação da Luz nesse corpo que vocês habitam.
Assim, portanto, venho dar certo número de elementos concernentes a esse face a face, que é chamado a ser vivido, em cada um, a título individual e, em seguida, a título coletivo.
Inúmeros Seres humanos, presentes na superfície desse mundo, não têm qualquer consciência dos elementos que ali se desenrolam, por uma razão que lhes é própria: ou por sua inserção na própria realidade tridimensional como a única existente, ou porque o momento ainda não chegou para eles, de viver o reencontro com a Luz.
Seja como for, o conjunto da humanidade é, doravante, afetado, de um modo ou de outro, pela imersão dessa realidade tridimensional numa nova realidade, que vem pôr fim – como, talvez, vocês saibam – ao princípio do isolamento, ao princípio do confinamento, ao princípio da limitação.
Cada Ser, nesse processo, cada consciência permanecerá e continuará Livre do estabelecimento de sua Vibração numa Dimensão ou noutra.
A Liberdade é total, quaisquer que sejam os reajustes presentes durante este período, que precedem, de algum modo, o momento escolhido pela Terra, que apenas a Terra conhece e que nenhum Arcanjo, nenhum ser de nenhuma Dimensão pode desvendar, porque não o conhece, simplesmente.
Nós dissemos que tudo estava consumado, nas Dimensões Unificadas, na Dimensão de evolução da Terra, como na Dimensão de evolução da consciência individual.
Entretanto, o que a consciência separada é chamada a viver, na superfície desse mundo é, obviamente, profundamente diferente, de acordo com a Vibração que é portada e suportada pela consciência nas Coroas Radiantes da Cabeça, do Coração, ou na ausência da presença da Vibração das Coroas.
Cada consciência, tanto a título individual como a título de suas interações e de suas inter-relações, é conduzida, pela ação da Luz, a posicionar-se em sua própria evolução (posicionamento cuja instalação permite desenrolar-se em condições profundamente diferentes para cada Ser e para cada um).
Qualquer que seja a ignorância sobre a Luz Vibral, qualquer que seja a vivência, Interior e total, da Luz Vibral, o chamado da Luz faz-se de diferentes modos, realizando, no Ser, certo número de ajustes e de reajustes que são capazes de modificar o que é necessário e útil para cada consciência presente nesse mundo, a fim de dirigir-se para seu mundo de evolução, para seu mundo de futuro, correspondente à sua Vibração.
Assim como lhes é dado a ver, a ouvir, a perceber, a compreender, cada consciência vive, hoje, sobre esta Terra, no Espaço que é o dela, no tempo que é o dela e que lhe é próprio, certo número de mecanismos que visam estabelecer, em sua Vibração, em sua evolução, qualquer que seja essa evolução, porque a escolha está consumada.
Quando o Governador e o Comandante dos Anciões (ndr: O.M. AÏVANHOV) especificou-lhes, desde o início da primavera deste ano [outono no hemisfério sul], que tudo estava consumando-se e que tudo estava consumado, era, obviamente, nas instâncias para além da Ilusão, para além desta realidade Dimensional.
Restava, portanto, manifestá-lo, vivê-lo, como vocês dizem: encarná-lo nesta realidade tridimensional.
A ação da Luz em suas vidas é profundamente diferente para cada um, porque ela inscreve-se no respeito total de sua Liberdade de estabelecimento Vibratório, na Liberdade do que são, para vocês, os elementos que vocês contrataram.
Seja pelo Abandono à Luz, seja pelo abandono à ação / reação, o conjunto de processos vividos e a viver nesta Dimensão fazem apenas traduzir, para cada consciência, para cada Semente de Estrela, para cada Ser, a estrita retribuição, a estrita distribuição do que é exato para essa Alma e para essa consciênciaviver nesse mundo.
Existe, e existirá cada vez mais, no que vocês são, no estado atual de sua consciência, certo número de marcadores que ninguém poderá evitar, que ninguém poderá negar, concernentes à Verdade do que vocês têm a viver.
Esses marcadores, comuns a uns e outros, qualquer que seja seu grau de conhecimento ou de ignorância, permitirá definir não a posição, mas, efetivamente, a evolução, em função da qualidade do humor que é seu, nesse momento (e precisamente nesse momento), até a data da intervenção magistral de MARIA, em 17 de dezembro.
Assim, nesse lapso de tempo em que a Luz veio bater à sua porta, em que vocês responderam (ou não), em função de sua Liberdade, estabelece-se a Passagem, ou a não Passagem da Porta Estreita.
O elemento essencial e fundamental é compreender e aceitar que não pode estabelecer-se, em sua consciência, outra coisa que não o que sua Liberdade de Consciência decidiu.
Quer essa Liberdade recorra à personalidade ou à Existência, o conjunto de circunstâncias do que vocês chamam sua vida (em seus compartimentos sociais, afetivos, interpessoais ou de ressurgimento de feridas passadas ou de evolução desse corpo) inscreve-se, inteiramente, na Liberdade para estabelecer que é a sua – na evolução Vibratória da Terra, que é – como vocês sabem – a Ascensão à quinta Dimensão.
Assim, ser-lhes-á feito, muito exatamente, de acordo com sua Vibração e de acordo com sua escolha.
A partir do instante em que vocês acolhem e aceitam esse princípio (qualquer que seja sua escolha e qualquer que seja sua Liberdade), caberá a vocês, então, tanto num caso como no outro (e eu chamo num caso como no outro, ou a escolha da Luz Unitária, ou a escolha da manutenção da experiência da Unidade), acolher as consequências de suas escolhas com a mesma Alegria porque, sim, qualquer que seja essa escolha, regozijem-se, porque ser-lhes-á feito, muito exatamente, o que vocês decidiram, pela Vibração de sua consciência.
Assim, aqueles que Vibram, serão reforçados em sua Vibração.
Aqueles que não Vibram e que se abrirem à Vibração (porque essa é a escolha da consciência deles), viverão, de maneira cada vez mais abrupta, de maneira cada vez mais evidente, os processos Vibratórios.
Quanto àqueles que fizeram a escolha, consciente e deliberada, de manter uma estrutura inscrita nos mundos carbonados, por um tempo que é o deles (porque é Liberdade deles), serão, muito exatamente, reforçados, eles também, em sua escolha Vibratória de consciência.
Assim, qualquer que seja o tumulto desse mundo, quaisquer que sejam os périplos, cada vez mais intensos, desse mundo, cada um adotará o ponto de vista que é aquele de sua evolução.
Cada um viverá sua própria evolução.

Assim, o que havia sido nomeado os apegos coletivos, resultantes da falsificação desse mundo (e não da vida, mas, efetivamente, de princípios aplicados a esse mundo), ver-se-ão, inteiramente, postos na Luz.
Essa colocação na Luz corresponde à iluminação específica da Luz que vem rasgar a totalidade dos véus da Ilusão, concernentes ao confinamento da personalidade.
Qualquer que seja sua Vibração, qualquer que seja sua opinião, qualquer que seja seu parecer, quaisquer que sejam suas crenças, tornar-se-á, em vocês, muito exatamente, o que vocês acolheram.
Nisso, vocês são capazes de regozijar-se.
Nós enunciamos, há pouco tempo, que o amortecimento, ligado à sua Presença de Luz, à sua Presença iluminada, permitiu amortecer a noção desvendada pelo bem amado João, chamada: «choque da humanidade».
Nesse mundo existem diversos países, existem diversos continentes, existem diversas crenças, diversos lugares e, também, diversos tempos, na revelação da Ascensão da Terra.
Assim, cada um posiciona-se, em sua consciência, onde ele deve estar, muito precisamente.
A Vibração da Luz, aceita ou não, traduz-se, doravante, por um processo de acentuação ou de precipitação do conjunto de mecanismos que vocês mesmos criaram.
Isso é chamado a co-criação consciente de sua própria Verdade, de sua própria realidade.
Nenhuma consciência pode derrogar-se, nenhuma consciência poderá derrogar-se.
A partir daquele instante, as coisas, os elementos de sua consciência, os elementos de sua vida, em todos os setores e em todos os aspectos, aparecer-lhes-ão, de maneira cada vez mais evidente.
Isso se traduzirá, não por escolhas (uma vez que os Tempos não são mais para escolhas), mas por realizações que lhes são próprias.
Essas realizações situam-se em diferentes esferas (que podem ser, igualmente, o fim de um corpo e o início de outro corpo, a transformação de um lugar em outro lugar), sem, contudo, ser capaz de decidir, por si mesmos (na personalidade), o que vocês decidiram, mas, efetivamente, estabelecer-se (pela Inteligência da Luz), no mundo e na Vibração que é sua, por esse potencial de co-criação manifestado, encarnado, e que lhes é apresentado.
Esse processo é chamado, ele também, individual, porque não concerne ao coletivo, no mesmo tempo, no mesmo espaço da Terra, mas, efetivamente, de acordo com um andamento Vibratório que é próprio a cada consciência.
Esse momento é um momento de preparação, que lhes permite viver o que haverá a viver, no momento da liberação da Terra (quando ela o tiver escolhido), o estado Vibratório de sua consciência, de suas circunstâncias de vida, os mais adaptados à sua Liberdade, tal como vocês a concebem, tal como a aceitaram, e tal como dela se conscientizaram.
O Arcanjo Uriel precipita, ao modo dele, a última Reversão (aquela da Passagem da Porta Estreita), que conduz sua consciência a estabelecer-se no Interior do Um ou no exterior do Um, mas sem poder ignorar a Unidade, como Princípio fundador de toda Criação, como Princípio fundador de toda manutenção Dimensional, de toda Verdade, de toda Realidade, qualquer que seja a consciência, qualquer que seja a Vibração dessa consciência.
Assim, durante esta etapa de vida, ser-lhes-á proposto viver a experiência, inteiramente, de sua evolução Vibratória (evolução de sua consciência), em função de seu tempo individual, que começa, progressivamente e à medida de seus dias, a inscrever-se num tempo que se tornará cada vez mais coletivo.
O tempo coletivo da Terra é decidido pela Terra.
O tempo coletivo do humano é decidido pelo humano.
Nós comunicamos a vocês o Princípio da Comunhão e da Graça, que se realizam sem qualquer vontade, pelo princípio da nova Tri-Unidade, pela ação do Arcanjo Uriel, que permite, em vocês, viver e conscientizar-se da totalidade de sua co-criação, independentemente de qualquer ação ligada ao que nós chamamos a falsificação desse mundo.
Assim, a consciência individual vive, efetivamente, sua Liberação e sua Ascensão nos domínios de liberdade que lhes são próprios, ao mesmo tempo mantendo esse corpo (ou não) na superfície desse mundo, a fim de consumar o que nós havíamos dito: Multiplicar a Luz, fazer crescer a Luz.
Mesmo aqueles que, aos seus olhos e à sua consciência, não vão à mesma Vibração e na mesma Unidade, participam, por sua resistência e por sua oposição, do estabelecimento da Luz.
Nesse sentido (e como lhes foi dito), não julguem, jamais, um próximo, não julguem, jamais, o comportamento de um povo, qualquer que seja, porque esse povo, onde quer que esteja, manifesta, ao seu modo, o que é exato para a Liberação do confinamento.
Lembrem-se de que a totalidade de consciências deve viver sua Liberação, deve viver seu face a face com a Luz, a fim de penetrar, em toda consciência, de consciência aberta, a manifestação de suas próprias escolhas, a co-criação consciente de seu próprio universo, de seu próprio paradigma, que é diferente para cada Alma, para cada consciência, para cada Espírito.
Alguns viverão a Alma, outros viverão o Samadhi (o acesso total ao Si), outros viverão a Dissolução na Luz.
Esses diferentes mecanismos possíveis de Ascensão foram-lhes dados, recentemente (ndr: ver canalização de GEMMA GALGANI, de 12 de novembro de 2011).
Resta, agora, exprimir o que eu digo ao conjunto da humanidade: o que vem é Luz, o que vem é Verdade.
Qualquer que seja o olhar que vocês portem, quaisquer que sejam as inserções que vocês formulem, vão para além do que seus olhos dão-lhes a ver.
Vão para além de opiniões e de pareceres.

Avaliem sem julgar o amieiro de seu Coração, a Vibração (no amieiro de seu pensamento, se seu Coração não Vibra) e aceitem que, em definitivo e na finalidade, a única coisa que é vivida é o retorno verídico, autêntico e final da Luz num mundo que dela foi privado, desde tão longo tempo.
Lembrem-se, também, de que nesse mundo que vocês percorrem, absolutamente tudo está invertido: que o que vocês chamam Luz é apenas Sombra, que não existe Sombra nos mundos da Unidade, que existe uma Luz chamada Vibral (Fogo do Espírito, Fogo do Amor), que vem consumir a totalidade das Ilusões, a totalidade das crenças, a totalidade dos confinamentos, a totalidade das alienações, a totalidade do que não é a Unidade.
Em virtude desse princípio, vocês se estabelecerão, vocês mesmos, na resistência ou na aceitação, no acolhimento ou na negação.
Isso se fará de maneira natural, seja a aceitação ou a negação, porque seu ponto de vista e sua co-criação consciente, desse momento, será, muito exatamente, o que vocês concretizaram, o que realizaram nesse mundo, nesse momento específico da história da humanidade, que corresponde à sua Liberação final.
Aquele que quiser chamar, por seu ponto de vista e sua Vibração, esse processo, de uma morte, viverá uma morte que é, também, uma Liberação.
Nenhuma consciência poderá mais permanecer ignorante da Luz.
Toda consciência, mesmo em total contradição com a Luz, viverá o reencontro consciente com a Luz.
Passado o instante de choque (que é próprio a cada consciência), cada consciência poderá, então, com paz e serenidade, manifestar sua evolução Vibratória, sua evolução de consciência e estabelecer-se no domínio que é adaptado ao que ela é.
Não há, portanto, eu repito, nem que forçar, nem que julgar, nem que ter medo, nem que esperar, porque o conjunto de circunstâncias desse mundo, em seus instantes individuais e coletivos, humanos, chamam-nos a conscientizarem-se, muito exatamente, do que vocês são e não do que vocês creem.
O conjunto de crenças oriundo do confinamento é chamado (para o conjunto da humanidade) a apagar-se, inteiramente, diante da majestade e da Graça da Luz.
É claro, aqueles de vocês, Sementes de Estrelas, que ignoram, que negam a Luz, pela incapacidade para estabelecerem-se na Visão do Coração, esta lhes será dada, o tempo que for necessário para apreender, aceitar e acolher sua Liberação, qualquer que seja seu tempo (individual ou coletivo), qualquer que seja seu estado físico ou psicológico.
A Luz é Graça para aquele que a recusa, como para aquele que a aceita, inteiramente.
Assim, portanto, o tempo que se escoa e que os aproxima dessa intervenção de Maria é o tempo o mais propício para permitir-lhes viver os mecanismos da Ascensão.
Lembrem-se de que existem Ascensões múltiplas.
Eu deixarei entrar nos detalhes uma das Estrelas, nos processos que se vivem para aqueles que se Abandonaram à Luz, para aqueles que vivem as Vibrações das Coroas Radiantes.
Eu esclareço, contudo, que, além dessa porção precisa da humanidade, o conjunto da humanidade vive sua Liberação e que a Liberação de um não é a Liberação do outro, e que a evolução de um não é a evolução do outro.
Do mesmo modo que um Ser humano, que se reencarna na superfície desse mundo, passa pelas Portas da morte, quando nada há a levar desse mundo (exceto a experiência vivida), do mesmo modo – e como foi dito – cada um viverá o que há a viver, precisamente, não dependendo mais de qualquer tirania, de qualquer confinamento ou de qualquer chantagem exercida por um país, por um parente, por um filho, por um pai.
A Liberdade não será mais uma vã palavra, porque cada consciência, na superfície desta Terra, saberá, muito precisamente, o que é a Liberdade, independentemente do que ela tenha decidido viver pelo estabelecimento de sua consciência.
Isso está a caminho.
Eu não lhes dou data, porque isso já se desenrola, para alguns de vocês, há algumas semanas.
Outros são chamados a vivê-lo no momento que lhes será mais oportuno.
A totalidade da humanidade saberá (na data que lhes foi dada por Maria), muito exatamente e muito precisamente, qual é sua evolução Vibratória, a evolução de sua consciência, a evolução da Liberdade, porque cada um viverá a Liberdade que ele co-criou por si mesmo.
Aí está o anúncio que o conjunto do Conclave Arcangélico pediu-me para traduzir-lhes e dar-lhes.
A transmissão Vibratória, do Arcanjo Miguel a Uriel, permite a restituição do conjunto de códigos da humanidade (que havia sido confiscado) bem além do OD ER IM IS AL, pela presença do conjunto de chaves Metatrônicas, que lhes permitem Vibrar em uníssono à Unidade (ou, em todo caso, em uníssono ao seu Ser), qualquer que seja a Liberdade escolhida e a Liberação escolhida.
Bem amados filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, no âmbito dessa intervenção específica, e se existe uma necessidade de esclarecimento (exclusivamente em relação ao que acabo de enunciar), então, eu os escuto.

Questão: há uma diferença entre a dissolução no Tudo e a integração no Corpo de Existência?

Bem amado, a dissolução no Tudo não exclui a integração de um corpo de Existência numa Dimensão, porque vocês se conscientizarão, naquele momento (para viver a experiência, real e vivenciada), que não há qualquer diferença entre dissolver-se no Tudo, entre viver tal Dimensão ou tal outra Dimensão, porque o Ilimitado, como seu nome diz, e sua Vibração diz, é sem qualquer Limite.
Passar do limitado ao Ilimitado é a tomada de consciência e a vivência da experiência de que absolutamente nada pode confinar a Consciência, de que absolutamente nada pode limitar.
Vocês são, ao mesmo tempo, o Tudo, como uma parcela do Tudo.
Vocês são, ao mesmo tempo, um Arcanjo, como uma Estrela.
A particularidade de Sementes de Estrelas, que voltam a tornar-se Estrelas, é a de poder estabelecer-se onde elas o desejam, sem estarem limitadas por qualquer vibração, por qualquer corpo.
A Consciência Ilimitada não é, portanto, mais ser tributária de quem quer que seja, do que quer que seja (forma, tempo, espaço).
A ausência de localização da Consciência, chamada Turiya, é uma verdade que há a viver, a manifestar.
Assim, portanto, qualquer que seja sua forma específica de Ascensão, aqueles que viverão a Unidade viverão, ao mesmo tempo, esse mecanismo simultâneo de simultaneidade, chamado Dissolução no Tudo, retorno ao estado Brahmânico, o estado absoluto do último Samadhi chamado Maha Samadhi, ou, então, decidirão estabelecer-se num corpo de Dimensão diferente, de Vibração e de densidade diferentes, Unificado, porque, como seu nome indica, vocês não serão mais limitados a esse corpo de Existência, mas terão uma infinidade de corpos, uma infinidade de Consciências.
Uma Consciência individualizada, não mais confinada na personalidade, mas que tem a lucidez e a clareza total do que significa a Transparência da Luz, o Abandono à Luz: reencontrar sua Essência, sua Verdade na Luz, como nos mundos Unificados carbonados.
Quaisquer que sejam as formas diferentes que lhes foram dadas, descritas, de Ascensão, apenas decorrerá de seu modo de viver os aspectos Vibrais atuais, seu futuro e sua evolução.
Ela não será condicionada por qualquer autoridade exterior.
Será, apenas, a um dado momento, sincronizada com o tempo da Terra, do qual apenas ela conhece o Tempo, conhece o instante e conhece o dia.

Esse processo que há a viver concluir-se-á em um tempo desconhecido de nós (como desconhecido de vocês), por um processo específico (do qual deixarei uma Estrela exprimir) que pode ser chamado, por alguns de vocês, mecanismos de estase.
Alguns de vocês vivem essa estase, outros não a vivem.
A um dado momento, o conjunto da humanidade, consciente ou não da Luz, consciente ou não ainda de suas escolhas, perceberá a consciência de suas escolhas (justamente por esse processo chamado estase ou Comunhão total com a Luz), que prefigurará e antecipará sua evolução e seu futuro.

Não temos mais perguntas, agradecemos.


Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes de Estrelas, Filhos da Lei de Um, vamos, juntos, estabelecer um tempo de Comunhão, um tempo de Graça, de Coração a Coração, de Consciência a Consciência, aqui e em outros lugares.
Meus propósitos deverão ser audíveis pela maior parte de humanos que teriam a oportunidade de chegar a minhas declarações.
Juntos, vivamos a Comunhão.

... Efusão Vibratória / Comunhão...

Pela Graça da Lei de Um.

... Efusão Vibratória / Comunhão...
 
Até breve.






Tradução para o Português e divulgação:
                Célia G.
http://leiturasdaluz.blogspot.com

Post. e Formatação:


Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...