20/11/2011

"AOS VISIONÁRIOS"

Religião 
Parte - IV
 Já Publicado:
Marcador:
ADAMUS
SHOUD 3:
Canalizado por:
Geoffrey Hoppe
(Religião - Energia).
O próximo da lista.
Ah, eu tinha que escrever isso.
Religião.
Religião.
Não sou contra religião.
[Risadas] 
Mas, assim como o sistema financeiro, ela não muda há muito tempo.
Vocês estão num sistema de crença religioso, uma consciência religiosa neste planeta, que tem pelo menos seis, sete mil anos, se não mais.
Não mudou muito.
Realmente, não. 
Os nomes dos grupos mudaram, os líderes mudaram, mas ela não mudou.
As religiões são mentais, são fabricadas pelo homem e, ainda digo mais, têm muito, muito pouco a ver com Deus, as religiões.  
Muito pouco.
[Alguém diz: “Ehhh!”] 
 Muito... é, ehhh.
[Alguns aplaudem e vibram.]
Me dê... me dê essa espada! 
É! 
[Adamus brande a espada novamente e a plateia ri.]
Muito pouco. E... Arre!!
[Ele devolve a espada pro David.]
Obrigado, David.
Você é o detentor da espada hoje.
A razão pela qual coloquei isso como uma das condições mais importantes deste planeta em transformação é que precisa mudar.
Diversas coisas importantes, e vocês sabem disso e podem sentir isso, porque passaram por isso.
Primeira, religiões não podem existir como existem hoje, com o desequilíbrio – o enorme desequilíbrio drástico – entre as energias masculina e feminina. 
Não podem.
É inconcebível que haja sequer essas condições nas igrejas.
Assim como vocês não podem ter uma religião baseada apenas no feminino – apenas em Ísis
Ísis não faria isso de jeito nenhum, e vocês não podem fazer isso.
Tem a ver com o equilíbrio do masculino e do feminino, porque isso junto é Deus, é o Eu Sou.
Não se pode excluir um.
As religiões estão freando o que deveria ser uma explosão de consciência neste momento, por causa de sua retórica, suas regras, seus desequilíbrios.
E a segunda questão é que as religiões estão na lista porque servem de intermediária entre vocês e Deus. 
 Deus está bem aqui.
Digo, bem...
[Ele estala os dedos na frente dele, bem juntinho, com os braços colados ao corpo.]
Bem aqui. 
Vocês não precisam de intermediários pra ir daqui até aqui!
[Risadas] 
Vocês só precisam dar uma boa respirada e sair da própria cabeça.
Mas, ter intermediários, ter que fazer toda uma trajetória, ter todo tipo de regras, rezas, ordens, sofrimentos e tudo mais, distrai vocês completamente, tira vocês totalmente do rumo.
E é uma trajetória da qual é difícil sair, porque está cercada de muita hipnose, muita energia sexual.
Está.
Está rodeada de muito medo e de velhos sistemas de crenças.
O que está acontecendo aqui com estas situações é que a consciência está pronta pra florescer, pra eclodir, e essas coisas estão sendo freadas pela religião. 
 Bem, como isso se aplica a vocês?
Na verdade, vocês fizeram um trabalho excelente ao sair de suas próprias regras, ao sair de sua própria retórica.
Alguns ainda têm vestígios de makyo, de babaquice espiritual, mas temos tido ótimas conversas, particulares e, às vezes, em grupo, quando estão nesse makyo.
Vocês estão começando a reconhecer que é tudo um monte de porcaria.
Realmente é.
A espiritualidade é muito simples.
Vocês não precisam estudar.
Vocês não precisam pagar cursos.
Vocês não precisam seguir um guru.
O guru é, provavelmente, menos iluminado do que qualquer um de vocês, mas ele tem aquela mágica por causa da... ah, Steve está dizendo “da imbecilidade de vocês” [Risadas]... da capacidade de extrair dinheiro, poder e admiração dos veneradores de gurus.
Eu digo, apesar do que Steve diz, eu digo que é porque muitos humanos – não vocês, mas muitos humanos – ainda não estão prontos pra assumir essa responsabilidade.
É por isso também que eles se prendem às igrejas.
Vocês fizeram, na verdade, um trabalho exemplar, um trabalho maravilhoso de ir além disso.
Seguindo com a lista – dessas condições. 
E me parem às 6:00.
Não quero ir mais adiante...
[Risadas]

 Energia
Energia.
Energia.
É um imenso problema neste planeta.
Imenso.
Poderia ser o número um da lista, mas nem tudo pode ser o número um.
Energia.
Abrem buracos na Terra, e a Terra, particularmente, não se importa.
A pergunta, feita noutro dia, é:
Quando perfuram a Terra e um terremoto acontece, mesmo que seja pequeno, existe uma correlação entre ambos?
Steve? Dah!
Não é preciso ser formado pela Reed College (faculdade) pra saber.
“Dãh, sim, existe uma correlação entre ambos.”

Então, energia.
Um problema imenso.
É um problema simbólico, não apenas literal.
O óleo(petróleo) está se esgotando.
Estão tentando fazer todo tipo de coisa – extraí-lo esmagando pedras.
Espero que consigam.
Isso vai durar um tempo.
Estão içando painéis solares. 
Tem gente ficando rica.
Poucas pessoas estão produzindo energia, na minha humilde opinião.
Ou turbinas eólicas.
É um esforço simpático, mas é uma verdadeira perda de dinheiro, porque não é daí que ela vai vir.
Vai vir da simples alquimia dos elementos que já estão aqui.
Do básico, como luz, carbono, estrutura atômica e uma forma de converter isso diferente da que existe agora.
Isso é Velha Energia,(nossa atual) literalmente, quero dizer, literalmente Velha Energia, velhos ossos de dinossauros, ossos de vocês.
Já pensaram nisso quando abastecem o carro?
“Isto são meus ossos de outra vida?”
[Risadas] 
Vocês vão dirigir com isso na cabeça?
Aaah!
E não sabem por que seus aspectos não gostam de vocês! [Risadas]
Assim, energia é um problema neste planeta, mas não realmente.
Não realmente, e isso é que é incrível.
Falta um tantinho assim [mostrando com os dedos uma pequenina distância] pra descoberta.
A pergunta é:
A consciência está pronta pra essa descoberta? 
Todos os elementos estão aí. 
Muito trabalho em laboratório está sendo feito, muitas teorias boas estão sendo criadas, algumas patentes sendo formalizadas, neste momento do Agora, sobre Nova Energia, energia limpa, energia relativamente barata, e que, ao contrário da nuclear, não vai explodir o planeta nem deixar resíduos prejudiciais.
Muito fácil e barata.
Está realmente, pode-se dizer, disponível.
Mas a pergunta é:
Será que a população, o sistema financeiro, as religiões e tudo mais conseguem lidar com ela?
Essa é a questão.
Se, de repente, acabassem com essas linhas de transmissão de força, jogassem fora os motores dos carros, se livrassem de toda essa infraestrutura que apoia a distribuição de Velha Energia, o que aconteceria?
VINCE: Desemprego.
ADAMUS: Certamente! Obrigado, Vince.
Desemprego em massa.
E que político, prezando suas mentiras, iria querer o desemprego?
[Risadas] 
De jeito nenhum!
Porque pessoas desempregadas não são bons eleitores.
Não, não são bons eleitores.
Não se aliam a nada nem a ninguém.
Assim, existe, literalmente, uma consciêncianão uma conspiração, mas uma consciência; não tem uma organização central ou um grupo de apoio, mas uma consciência, uma parte da consciência da Terra que está freando isso.
É uma coisa estranha.
Está pronto, mas vai mudar a vida como ela é conhecida no planeta.
Todos se tornariam soberanos com relação à energia. Impressionante.
Vocês não vão ter que combater os níveis de poluição que têm agora, nem ter toda aquela agenda política voltada para o verde. 
Já existe, meus amigos. 
Existe.
Deixar de depender da energia mudaria todas as infraestruturas de apoio.
De fato, na minha humilde opinião, conduziria a um nível sem precedentes de nova criatividade neste planeta
As pessoas se mostrariam, pessoas parecidas com vocês e outros que têm ideias agora passariam a ter energia barata, quase gratuita, energia limpa.
O que vocês fariam?
Seria incrível.
Assim, a questão da energia é um problema mundial.
O que fazemos?
Sacamos de nossas espadas e vamos lutar contra essa consciência ruim que está freando as coisas porque quer permanecer no velho?
[A plateia diz que não.] 
Não. 
Não, embora seria divertido.
[Risadas]
Mas, não.
Damos uma olhada na nossa própria energia.
Vocês ainda estão utilizando a Velha Energia, e não estou falando de combustível fóssil aqui.
Estou falando de energia de luz, de energia cósmica, do modo como vocês a trazem para o corpo, do modo como vocês a processam no cérebro, do modo como vocês atraem abundância para sua vida.
A Nova Energia está disponível.
Adorei esta espada!
[Risadas]
A Nova Energia está bem aqui, bem agora.
Está... [apontando com a espada uma pessoa da plateia] Está nos seus ombros agora.
Está pairando ao redor de vocês.
Está bem aqui, bem acima de suas cabeças.
Está aí, mas vocês não a estão buscando.
 Por quê?
Porque vocês querem entender... vocês querem ler o livro primeiro, depois querem fazer um workshop, depois querem uma garantia pra então pisarem devagar nessa área.
Vocês dizem: 
“Tudo bem, ouvi falar da Nova Energia, mas, cara, me conte tudo que sabe.” 
Bom, já contei.
[Algumas risadas] 
É isso. É nova.
Opera de modo totalmente diferente.
Não se baseia em energias vibracionais ou antagônicas.
É expansional.
Não é relacional.
A Velha Energia é relacional.
Sempre está relacionada a uma experiência prévia.
Ela se desenvolve dessa maneira.
A Nova Energia vem numa forma totalmente desvinculada. Vocês podem ter uma experiência com ela hoje, chegar a determinado resultado, e, amanhã, ela vai agir de modo totalmente diferente.
E vocês respiram fundo e dizem:
“Não sei se estou pronto pra isso.
Gosto que as coisas sejam relativamente previsíveis, só um pouco melhores do que são no momento.
[Linda mostra a hora pra ele.]
Droga! Alguém alterou os relógios!
[Ele ri.]
Obrigado.
Então, o que fazer? 
Vocês são visionários.
Vocês são visionários.
Vocês visualizaram pra si a experiência da Nova Energia, não através da mente, não através do processo mental, mas, basicamente, a escolhendo, dizendo que diabos tinham a perder.
Que diabos vocês tinham a perder?
A mesma coisa que o Sr. Jobs disse:
“O que eu tenho a perder lançando esses pequenos dispositivos de música? 
O que tenho a perder?
Por que não?
Eh, vão escrever coisas negativas sobre mim.”
Ele disse:
“Mas vão fazer isso de qualquer jeito.
Então, por que não lançar? 
Mas se funcionar, então, eles vão escrever coisas muito positivas a meu respeito.”
Assim, meus caros amigos, em termos da própria energia, livrem-se da velha.
Permitam a nova.
Permitam que ela faça parte da vida de vocês.

Continua...
Parte V
MEIO-AMBIENTE



Já publicadas:
Marcador: 

Tradução de Inês Fernandes –
mariainesfernandes@globo.com

Post. e Formatação:
Semeador de Estrelas

Apresentado ao Círculo Carmesim
em 5 de novembro de 2011
www.crimsoncircle.com.br
© Copyright 2010 Geoffrey Hoppe, Golden, CO 80403
www.novasenergias.net/circulocarmesim Site Oficial do Circulo Carmesim. Todos os direitos reservados.
www.crimsoncircle.com/br

3 comentários:

  1. Bom post e tradução, parabéns. Só há um engano ali, na parte que Adamus cita "O óleo está se esgotando". Acho que seguindo o contexto o correto seria "O petróleo está se esgotando", já que petróleo pode ser traduzido como "oil" na língua inglesa, o que confunde um pouco nós brasileiros ^^.

    ResponderExcluir
  2. Ola! Ripper
    Obrigado pela informação, realmente as informações de Admus são boas e longas, tive de fracionar a mesma para ficar mais acessível a leitura. Agradeço sua visita ao blog e a dica, quanto ao texto, já fiz a observação.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Thiago pelo aviso. Falha ao digitar... sou muito de ver o todo e não vejo o detalhe as vezes.

    ResponderExcluir

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...