21/03/2014

Arcanjo URIEL

"Aquele que quer um caminho, aquele que quer fazer uma busca encontrará, sempre, matéria para alimentar seu caminho, para prolongá-lo"...

..."Eu os convido a não aderir à Ilusão que se desenrola diante de vocês".

Eu sou Uriel, 
Anjo da Presença e 
Arcanjo da reversão.

Transmitido por Air.
 18 março 2014

Eu venho oferecer-lhes, oferecer-nos uma nova dança no Silêncio, uma dança que leva ao desaparecimento total dos véus da Ilusão.

Isso já lhes foi dito, nós estamos nos tempos em que o véu é levado a dissolver-se, primeiro, individualmente e muito rapidamente, coletivamente.


Instalar-se no Silêncio é oferecer-se a possibilidade do Retorno à sua Eternidade para, eu diria, instalar-se, solidamente, no Silêncio.

Vocês têm a possibilidade, para aqueles que o recebem, de apoiar-se no Som Si, que vem assobiar em seus ouvidos.

O Si lança seu retorno para a Eternidade.

Silêncio da Ilusão, Silêncio dos sentidos, tornar-se nada, ser nada.

Isso pode parecer-lhes ir contra o sentido da Vida, mas não se esqueçam de que tudo está invertido, aí, onde vocês estão colocados.

De onde estou, o que vocês chamam nada, é aí onde ri o Um, é aí onde está a Alegria, então, cabe a vocês ver.

Nós sempre dissemos que tudo estava no interior de si, então, talvez, vocês tenham procurado no interior de seu corpo, mas nós temos dito que vocês não eram seu corpo.

Colocar-se no interior é, sistematicamente, ir ao interior do que é manifestado, para ver a fonte de toda manifestação.

Quando você deseja encontrar a fonte de um rio, você segue a corrente da água que os arrasta, sempre, mais longe, ou vocês sobem o curso da água?

Então, vocês pensam encontrar a fonte de qualquer manifestação seguindo, uma a uma, as diferentes manifestações, ou vocês vão ao seu encontro, aí, onde não há mais qualquer manifestação, o que vocês chamam o nada ou o néant.

Mas dado que eu sou, hoje, levado a desenvolver alguns aspectos da língua dos pássaros, o né-ant, [nascido] no que não pode ser nomeado, no que não pode ser definido, o que não pode ser conceituado, néant…

Aceitem não mais pôr palavras, aceitem não mais colocar conceitos, aceitem soltar toda experiência, para ver o que não pode ser visto.

Talvez seja tempo, se esse é seu desejo, de parar a busca, busca que leva, sempre, a tentar compreender, conceituar o que, na realidade, não pode ser compreendido.

Aquele que quer um caminho, aquele que quer fazer uma busca encontrará, sempre, matéria para alimentar seu caminho, para prolongá-lo; aquele que quer apenas a Verdade para todo movimento, para encontrar, ainda que apenas uma Verdade e, efetivamente, a Verdade é Una.

Então, olhem, em Verdade, o que é ligado ao efêmero, o que faz apenas afastá-los da Fonte.

As manifestações são infinitas, as manifestações arrastam-nos para longe da Fonte.

Voltar ao interior ou desdobrar-se, ainda; tornar-se o céu, tornar-se as estrelas, tornar-se o universo, aí, onde o Um termina e onde apenas se pode voltar à Fonte.

Então, eu os convido a instalar-se no Silêncio, eu lhes proponho começar amanhã, ou melhor, a partir de agora, e todo o dia de amanhã, pelo silêncio das palavras e, tanto quanto possível, o silêncio do olhar.

E, no dia seguinte, eu os convido a não aderir à Ilusão que se desenrola diante de vocês.

Deixem-na desenrolar-se, deixem seu corpo deslocar-se, deixem os pensamentos vagabundear e coloquem-se para além do que é manifestado.

Isso será, eu diria, muito mais interessante para aqueles de vocês presentes neste lugar, uma vez que, depois de amanhã, vocês serão levados a deslocar-se nesse mundo, na Ilusão.

Não aderir à ilusão, não é fechar-se em um lugar no qual se passaria todo o tempo a meditar, não aderir a ilusão efetua-se, quaisquer que sejam as condições.

Aí está o que eu vinha partilhar com vocês esta noite, para contribuir com vocês, com o conjunto de intervenientes, o conjunto de seres que trabalha dos dois lados do véu, para dissolver o véu.

Então, no Silêncio, no né-ant, até sempre.




Post. e Formatação

http://semeadorestrelas.blogspot.com

Tradução e Divulgação.
Célia G.

Áudio original.

Transmitido por Air.
http://www.envol-du-phenix.org/ewb_pages/a/air-francais-uriel-7010.php?PHPSESSID=c88424f363106c4f1d63d7bee42057e3

Um comentário:

  1. "Pelo silêncio das palavras e, tanto quanto possível, o silêncio do olhar." aO SILENCIAR O OLHAR, AS PALVRAS NÃO TÊM ONDE POUSAR ! Reflexão, linda !

    ResponderExcluir

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...