07/06/2017

BIDI - O MEDO DA MORTE -

"O que morre é a Ilusão, como toda ilusão".

"O ego é muito maligno, ele tem apenas e 
somente um objetivo: enganá-los".

(Obs: S. de Estr. Trancrevo este questionamento feito a Bidi e que acredito todos se questionem. Parte 4 da mensagem do Bidi, clik aqui para ver outras questões)

Questão: Para aquele que não viveu ainda a Liberação, você falou do último medo que é o medo da morte. Você pode falar deste medo da morte para nos ajudar a atravessá-lo?

É suficiente, simplesmenteaceitar a morte, não há nada de mais simples. 


É o mental que se opõe a isso, porque o mental só pode se crer imortal. 

E, portanto, ele aparece um dia, entre sete e quatorze anos, e ele se extingue definitivamente no momento de sua morte. 

Então aceite morrer e você renascerá em eternidade. 

Isso não é uma questão de vontade, novamente, não é uma questão de esforço, é exatamente o inverso. 

Para ir para a outra margem, é preciso deixar a margem que vocês estão, é tudo. 

Mas eu falo de sua atitude de consciência, eu não falo da materialidade de sua vida que é isso que ela é.

 Vocês só podem viver o que vocês se permitem; mesmo que hoje isso possa lhes parecer absurdo ou contrário aos seus desejos, isso não é verdadeironão mintam a vocês. 

Sejam verdadeiros.

 Tudo que chega deve chegar; o que não deve chegar não chegaráo que quer que vocês façam. 

Entendam isso. 

A partir daí, do que serve fazer esforços.

 É a pessoa que acredita que ela deve mudar, se melhorar, transformar.

 Vocês têm substituído a Liberdade pelo livre-arbítrio, quer dizer, a noção de escolha, e isso lhes tranquiliza e vocês acreditam que a Liberdade é a liberdade de escolha.

A verdadeira Liberdade é não ter escolha

Eu não falo da expressão de sua consciência, mas eu falo da Verdade.

Então hoje, o que fazer?

 O que ser?

 Sejam naturais, sejam espontâneos.

 Se vocês são verdadeiros, se vocês são justos, absolutamente nenhuma coisa, nenhum elemento, nenhuma circunstância pode afetá-los, mesmo a mais contrária das situações, porque vocês não param no evento, mas vocês vão à fonte do eventonão sob uma forma de conhecimento ou de explicação, mas por uma ignorância total

Talvez no Ocidente vocês puderam chamar isso a fé, mas isso não é a fé no além, isso não é a fé em Deus, isso não é a fé em Cristo, ou não importa em qual mestre, é a fé no que vocês são

Não como crença, mesmo que isso possa ser no início, mas como viver.

É claro, as vicissitudes da vida nesse mundo podem, às vezes, se manifestar em sua consciência, como uma doença, como uma ruptura, como uma perda, ou como um ganho, pouco importa, mas vocês sabem que não são nada de tudo isso.

 Não pode mais, este evento, representar o menor peso ou o menor entrave ao que vocês são. 

Enquanto vocês acreditam controlar sua vida, quer seja pela moral, quer seja pelo carma, quer seja pelas crenças espirituais quaisquer que elas sejam, vocês não são livres

Vocês são livres quando justamente estão desembaraçados de toda essa confusão. 

Paradoxalmente, tudo isso que vocês cumpriram, tudo isso que vocês aproveitaram, dá a impressão à sua pessoa e ao seu ego de se expandir, mas a Verdade, ela não se expande, ela está aqui e ela é totalmente independente de todas essas circunstâncias. 

Vocês não são nenhuma dessas circunstâncias que vocês tem a viver mesmo o fim do ciclo.

 Eu repito: vocês jamais nasceram, além disso, vocês não morrerão jamais

O que morre é a Ilusão, como toda ilusão.

Isso não é somente uma mudança de olhar, isso não é somente uma mudança de perspectiva, mas é uma revolução interior.

 Isso requer guardar, como dizia o Cristo, sua própria casa, quer dizer não sobrecarregar sua consciência, seu corpo de conceitos, de ideias, de pensamentos, de crenças, de histórias. 

Como vocês querem estar disponíveis para a Verdade enquanto estão correndo para a esquerda e para a direita

O ego é muito maligno, ele tem apenas e somente um objetivo: enganá-los.

 E acessoriamente ser útil para vocês sobreviverem nesse mundo, e é tudo.

Vocês são não nascidos, vocês são os sem-forma. 

Mesmo hoje, a expressão “Parabrahman” é demais, porque isso reenvia a uma cultura, do mesmo modo que a palavra “Absoluto” reenvia a um conceito. 

Ora, isso não é um conceito, isso não pode nem mesmo ser uma ideia, nem mesmo um pensamento.

 Mas é sua liberdade total, e eu acredito que o Comandante lhes explicou isso longamente, isso se chama Atribuição Vibral ou a localização de sua consciência.

...Silêncio...

Aquele que é livre não se questiona da Liberdade. 

Aquele que ama não tem necessidade de se questionar o que é o Amor. 

Vejam a diferença entre o conceitoa ideia, a crença e a Verdade.

...Silêncio...

Quando do encontro do prakriti e o purusha, o que é que vocês jogaram como jogo, como papéis, como funções?

O que é que vocês provaram?

...Silêncio...

Vocês tiveram necessidade de muletas, vocês aceitam hoje jogar as muletas

Vocês aceitam a Liberdade ou vocês buscam compromisso?

 A Liberdade não será jamais um compromisso entre o efêmero o Eternonão pode haver. 

Há apenas uma fase transitória que foi nomeada Ascensão ou Liberação, que é o momento onde o efêmero e o Eterno se encontram, é tudo.

...Silêncio...

Aproveitemos esses momentos de silêncio entre nossas questões para podar.

 Coloquem-se. 

Deixem ser o que deve ser. 

Deixem ser o que é e o que será, não se preocupem com nada.

Eu não falo da vida de sua pessoa, mas da Verdade.

...Silêncio...




Extraido da mensagem 






Post. e Formatação


Tradução do Francês: 
Mariana Anzzelotti

Divulgado em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...