05/04/2011

METATRON

Iluminando o Ego Inferior com o Eu Superior

Amados Filhos, Saudações das Oitavas Superioras,

Eu sou Metatron, Senhor da Luz!

Meus queridos, que a luz do amor envolva seus corações neste momento.

A Hierarquia Arcangélica encontra-se reunida para orquestrar as mudanças que dependem de nosso papel, afinal, todos nós temos nossos papéis específicos, e os Arcanjos cuidam da execução das ordens dos Mestres.

Como já lhes disse em outra ocasião, como Príncipe dos Arcanjos desempenho a função de organizar e distribuir as tarefas entre os 14 Arcanjos que servem diretamente aos Chohans, e isso, amados filhos, é para mim, o oxigênio à consciência que honra as delegações dadas por Deus Pai Mãe.

Não há servidor da luz que possa desenvolver alguma espécie de atividade que não sinta essa satisfação em apresentar os deveres disciplinarmente cumpridos, dentro das regras onde são chamados a realizá-las.

No momento, muitos de vocês perguntam-se por que o amor muito falado e pouco sentido, ainda é um obstáculo para o crescimento pessoal, pois muitos ainda servem à luz do ego, acreditando servir à luz do Cosmos.

Servir à luz é, antes de tudo, entregar-se à vontade Suprema.

Mas, por outro lado, entendemos que desapegar-se dos apelos do Ego é o grande obstáculo que cada um deverá trabalhar individualmente.

Fornecemos ferramentas para que identifiquem quando estão ignorando a luz do amor e passam a se dedicar em atender aos mais comezinhos sentimentos inferiores, e digo-lhes: é um exercício constante de observação e autocrítica.

Conduzirem os processos pessoais de ascensão evolutiva exige mais do que dedicação à causa em si, mas, principalmente, que tenham o controle sobre os sentimentos que se desdobram dos resultados do que estão a fazer na Terra.

Quando vocês passam a avaliar a qualidade de seus trabalhos pelo prisma do resultado, estão claramente alimentando as expectativas do ego.

Resultados são resultados, e é só!

Quando vocês se prendem a esse mecanismo do ego inferior, o de se permitirem controlar e, até mesmo, limitarem-se aos julgamentos internos, deixam, meus amados, de confiarem nos propósitos divinos que os regem e os guiam por todo o tempo.

Há três formas de identificar quando estão no limiar desses limites internos, cujo prejuízo denotarão imediatamente na paralização de suas atividades na servidão à Luz.

Vejamos:

O primeiro deles: julgar que é necessário obter um resultado satisfatório de todos que tiverem contato com seu trabalho, como se isso fosse necessário àquele que se encontra alinhado com os propósitos divinos, e sabe, que só à Deus devem satisfação do que fazem, quanto aos compromissos assumidos perante às Hierarquias Celestes.

O segundo: quando a opinião de terceiros passa a ser mais importante do que a consciência crística que trazem em seus corações; ignorem tudo que não ressoar aos que estiverem certos de estarem pisando em solo firme e oferecendo ao Cosmos o “melhor” que seu time pessoal pode doar.

E o terceiro: refere-se à quantidade do que entendem ser suficiente para que obtenham os resultados “pretendidos” pelo ego inferior.

Aqui, peço que analisem a seguinte situação:
Um homem de posses limitadas sensibiliza-se com um andarilho e oferece-lhe um lanche, um banho e algumas roupas usadas.
 Enquanto outro, de maiores posses, passa na mesma via pública e apenas entrega-lhe algumas moedas.

Meus queridos, uso a linguagem monetária para que possam melhor visualizar a quantidade sobre a qual quero que reflitam. 

Mas substituam esses valores econômicos pelo BEM que cada um poderá fazer ao próximo e avaliem se é possível analisar quem doou mais ou menos, diante da vastidão de possibilidade que a necessidade do andarilho possa despertar em qualquer ser de luz que testemunhe a aparente dificuldade material.

Compreendam meus queridos, que nunca poderemos avaliar o bem que fazemos pelo resultado aparente ou não, pois o alcance deste bem é inimaginável em muitos casos.

Façamos algumas conjecturas:

No primeiro caso o andarilho poderá sentir-se valorizado e entender que é o momento de buscar novas oportunidades, eis que a caridade manifestada despertou nele a lembrança da grandiosidade da alma humana e Ele também se vê como filho de Deus merecedor desta dádiva.

No segundo caso, é possível que o andarilho ofenda-se com as moedas atiradas pelo transeunte e ao invés de despertar sentimentos de autovalor, poderá alimentar ódio e desprezo pelo ser humano, levando-o a cometer atos de violência quanto aos que se aproximam dele.

Como percebem, meus amados, é impossível prever exactamente o alcance que uma atitude bem intencionada poderá causar, no entanto, se ambos seguiram seus corações no momento do ato, e estão em paz com o que fizeram, certamente agiram levando resultados necessários à alma que ali jazia esquecida de si mesmo.

Nunca poderemos agir esperando que esse ou aquele resultado seja alcançado, pois ao doarem amor, a energia desprendida de vossos cardíacos seguirá seu caminho natural e alcançará certamente o alvo universal, pois essa é a Lei.

Quando o Mestre Jesus lhes disse fazei o bem sem olhar a quem, estava ensinando-os a não aguardarem de quem quer que seja nenhum tipo de recompensa, pois somente Deus a faria, se cabível, no momento oportuno.

Portanto, meus amados filhos, o conhecimento desses entraves do EGO INFERIOR é fundamental para que cresçam em suas atividades de CARIDADE, a mais pura doação em amor incondicional à humanidade.

Muitos mestres já lhes revelaram que o caminho para se administrar essa energia controladora e perspicaz é o autoconhecimento, e por quê? Por que vocês passam a sentir quando estão fazendo algo com o coração ou quando apenas querem atender a uma pequena vontade do ego que espera um resultado nem sempre nobre de uma atitude aparentemente desinteressada.

Quando falamos dos canais que comercializam, lamentamos a prática, eis que é evidente para quem possuí o esclarecimento quanto aos propósitos da espiritualidade que está servindo ao Ego e não às Hierarquias Espirituais, cuja manifestação espiritual apenas se concretiza com o fim exclusivo de despertar o EU DIVINO de quem assim se comporta, alçando-o a perceber que as verdades eternas são imutáveis e não comerciáveis.

As escolhas são respeitadas, mas não esperem resultados grandiosos de atos que disfarçam desprendimento e doação, quando na realidade, alimentam apenas o ego inferior.

Entregar-se em doação à Obra do Pai exige mais do que disposição, exige respeito a si próprio, para só então manifestá-lo com relação ao próximo, bem como a toda forma de vida no Planeta e em toda a Criação.

 Não julgueis, é o primeiro passo. 
O segundo é libertar-se da autocrítica improdutiva, para só então, encontrarem as verdades individuais que os recolocarão com as possibilidades de aprendizados que cada alma necessita para alçarem vôos elevados na escala evolutiva das Criaturas Divinas.

Amados filhos, Eu Sou Metatron, Senhor da Luz, peço que iluminem vosso EU SUPERIOR para que a luz prevaleça agora e sempre!*



*Agradeço ao Arcanjo Metatron
o presente de aniversário!

Canalização de: Elisangelis
em 5.4.11

Voz da Era de Ouro
http://vozdaeradeouro.blogspot.com



Conheça também as mensagens da Colônia Nosso La
http://caridadefeamor.blogspot.com

Atendimento Apométrico à Distância
http://apometrialuzdoamor.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários não relevantes com a mensagem e possuidores de links não serão publicados, assim como comentários ofensivos a quem quer que seja.

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...