17/03/2015

Ma Ananda Moyi - Questões/Respostas - 3 -

Ensinamentos de Fevereiro de 2015

"Seus apegos a esse mundo, seus apegos
 residuais ao que quer que seja, ou a 
quem quer que seja estão aí apenas
 para ajudá-lo a ver e a viver".

Eu sou
Ma Ananda Moyi.
Publicações ou
notas de fevereiro
de 2015
(Preparação
Inicio)
QUESTÃO 3: 
A alma pode recusar a entregar-se ao Espírito?



Irmãos e irmãs na humanidade, na carne.



A alma pode estar voltada, como eu lhes disse e expliquei há quatro e cinco anos.

A alma tem uma polaridade, o Espírito não tem polaridade.

A polaridade da alma pode exprimir-se em múltiplas direções, mas há apenas duas polaridades: para cima ou para baixo.

A alma voltada para a matéria, na experiência na matéria, a alma voltada para o Espírito, que provoca sua autodissolução.

A alma, veículo intermediário e que não é a Eternidade.

A alma é a colocação ou, se preferem, o traje do Espírito, que dá sentido, que dá orientação e permite a experiência.

O que vocês são, todos e cada um, o que nós somos, nós também, de onde estamos, todos e cada um, é apenas uma das múltiplas facetas de uma mesma consciência.

Algumas dessas facetas estão voltadas – porque é liberdade delaspara a matéria; algumas facetas estão voltadas para o Espírito e, enfim, algumas facetas dissolveram a própria noção de alma.

Assim, portanto, a alma jamais é neutra, ela está envolvida, é a função dela, na materialidade, na alternância de materialidade no sentido 3D, no qual nós passamos, uns e outros, e espiritualidade, no mundo do Espírito.

A reversão da alma foi vivida, para a maior parte de vocês, antes do final de seu ano 2012.

A reversão da alma não significa, contudo, seu desaparecimento, mas, simplesmente, a mudança de polaridade.

Essa mudança de polaridade traduziu-se, para muitos de vocês, por manifestações sensíveis ao nível do que foram nomeadas Portas Atração e Visão, mas, também, ao nível do que foi nomeado chacra da alma e chacra do Espírito ou, se preferem, o ponto AL, que eu governo e administro, e o ponto Unidade, de minha irmã Gemma.

Assim, portanto, a alma manifesta-se, ela se manifesta, não unicamente, em sonho, não unicamente, por sua polaridade, mas, também, pelo que acontece em sua vida nesse momento.

Então, é claro, o que se desenrola, nesse momento, em sua vida, pode, frequentemente, ser tomado por um desinteresse ou por uma recusa de viver o que há a viver.

Eu responderia que tudo depende de sua alma.

Ou essa alma reverteu-se para o Espírito, ou não ainda, e, é claro, o que vai aparecer no olho de sua consciência será colorido de diferentes modos, segundo a polarização da alma ou, mesmo, segundo o desaparecimento dela.

Assim, o que se manifesta ao nível da alma como aspiração, como intenções, como coloração de sua vida está no trabalho durante este período, para dar-lhe a resolver não mais a escolha, mas a polaridade ou a ausência de polaridade.

Quando a alma dissolveu-se, quando a alma entregou-se, de algum modo, ao Espírito, mais ou menos muito tempo em termos de experiência ou de tempo, em relação à alma voltada para a matéria, certo número de processos será induzido.

Esses processos concernem, é claro, à fisiologia, e eu os remeto ao que eu pude viver em meu caminho de encarnação, certamente, com intensidades diversas, de acordo com cada um de vocês, nos momentos em que vocês estão ausentes a esse mundo, nos momentos em que a Alegria faz irrupção sem razão alguma, acendendo, assim, a Coroa radiante ou o Triângulo elementar da cabeça, ou o Triângulo elementar do corpo, e que lhes dá a viver essa Eternidade, essa Alegria.

Assim a alma pode, ainda, e cada vez menos, manifestar essas oscilações, ou seja, essas mudanças de polaridade.

Há, eu diria, de algum modo, uma rigidificação dessa polaridade, mesmo se haja oscilações, porque a atribuição vibral ocorreu e resta-lhes manifestar nesse mundo, o que vocês são: qual é sua polaridade ou, então, será que não há mais qualquer polaridade?

A alma dissolvida vai traduzir-se por manifestações cada vez mais claras e evidentes para vocês, o que lhes dá a viver momentos de estase, momentos de desaparecimento ou, mesmo, para o olhar efêmero, momentos de confusão, mas que não são acompanhados pelas emoções ou os comportamentos que ali correspondem, mas nos quais chega a permanecer uma Alegria cada vez mais lúcida, apesar dessas polarizações.

Se a polarização desapareceu completamente, você verá desaparecer certo número de necessidades, certo número de interesses em sua vida: o que o atraía não o atrai mais, de modo algum; o que lhe parecia essencial parece-lhe insignificante em relação à consciência pura.

Porque a consciência pura Sat Chit Ananda e a Felicidade dependem, como você sabe, apenas da ausência de polarização da alma e da dissolução total da alma.

Aí, onde se encontra a Verdade Eterna do Espírito.

Assim, portanto, a alma pode estar presente, ela pode estar ausente, ela pode estar manifestada em um sentido ou no outro.

Tornar-se-á muito fácil a você reparar isso em si, se já não é o caso.

As necessidades fisiológicas que concernem à alimentação desse mundo e nesse mundo são substituídas, cada vez mais frequentemente, pelas nutrições celestes.

Os alimentos são substituídos pelo maná celeste, que lhes dá, por vezes, ao nível alimentar, o que vocês poderiam nomear de aberrações como, por exemplo, comer não importa a qual hora, obedecer ao que seu corpo ou sua consciência pede, e não mais seus hábitos tais como eram anteriormente.

Por vezes, isso pode ser desconcertante ou questionável, mas se você adota o ponto de vista do observador, e se você não entra na negação do que se produz, então, você acompanhará essa polarização, esse desaparecimento, com cada vez mais clareza.

E se sua escolha e sua liberdade leva-o a viver a experiência da carne, ao mesmo tempo estando liberado, então, a alma, é claro, nesse nível, é liberada do confinamento, mas permanece e persiste nas manifestações de sua vida, através de seus desejos, através de suas necessidades ou através, mesmo, de pensamentos que o atravessam ou emoções que o atravessam.

E observe que, mesmo se esse é seu caso, observe e olhe se, qualquer que seja a problemática, você pode desaparecer ou não.

Ou seja, se o conjunto de Triângulos elementares de seu corpo e de sua cabeça ativa-se de maneira sensível e perceptível, propiciando uma vacuidade do mental e das emoções, qualquer que seja a situação.

Então, aí, a polaridade da alma é para o Espírito, e há fortes chances de que a alma esteja em dissolução ou dissolvida.

Se lhe é agradável manter uma trindade encarnante: persistência corpo-alma-Espírito, isso, também, você perceberá.

Seus apegos a esse mundo, seus apegos residuais ao que quer que seja, ou a quem quer que seja estão aí apenas para ajudá-lo a ver e a viver.

Antes que eu me retire com a próxima questão, para deixar o lugar, instalemo-nos alguns instantes, algumas expirações, nesse estado que é além de todo estado.

Nesse estado no qual a Paz instala-se.

… Silêncio…

Vamos, então, ouvir, agora, sua próxima questão, e eu deixo o lugar em seguida.



Até breve.


Próxima, Questão 4



Post. e Formatação
Semeador de Estrelas

http://semeadorestrelas.blogspot.com

Tradução e Divulgação
Célia G.
Leituras Para os Filhos da Luz

Imprimir ou Salvar em PDF

3 Mais Lidas do Blog

DOAÇÃO/MANUTENÇÃO


– DOAR – Abro este canal para doações espontâneas para este blog, sem qualquer compromisso, qualquer valor auxilia a manutenção deste espaço.
Opção de deposito: Caixa E.Federal - Ag:0505 -
Conta:013-00007103-7 L.A.P.M.B.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...